Variedades

Amazônia Comicon: festival de Histórias em Quadrinhos e Cultura Pop em Belém

O evento reúne em um único local exposições de histórias em quadrinhos, palestras, debates, oficinas, shows e muito mais


Pela terceira vez no Estado, o Amazônia Comicon – Festival de Histórias em Quadrinhos e Cultura Pop da Amazônia reúne em um único local exposições de histórias em quadrinhos, palestras, debates, oficinas, shows e muito mais deste universo que encanta crianças e adultos. O encontro se iniciou na sexta-feira (27), e segue até o domingo(29) no Ginásio Maestro Altino Pimenta, em Belém do Pará.
   
Foto: Divulgação/Sejel
 
O Amazônia Comicon reúne artistas independentes, profissionais e iniciantes, pesquisadores, colecionadores e amantes das histórias em quadrinhos, e tem o objetivo de dar visibilidade aos produtores dos quadrinhos paraenses e da Região Norte, além de desenvolver ações com foco na questão da Amazônia e de ações que promovam uma cultura de paz e inclusão social da juventude. O destaque deste ano é o personagem Toró, o Deus do trovão.

A cenografia do ginásio foi feita toda em miriti com inspiração pop, valorizando a cultura local, promovendo uma relação harmônica com alguns trabalhos que estão sendo expostos no local, como o artesanato do jovem Edilson Junior, 22 anos. Fênix, dragões, robôs de desenhos da década de 90, tudo é feito em fios de cobre, reaproveitados de eletrodomésticos descartados. “Hoje essas esculturas são a minha fonte de renda. Comecei com um bonequinho que minha mãe ensinou, e com o tempo fui aprimorando a técnica, e hoje cada peça que produzo trazem uma singularidade. E esta é a primeira vez que estou expondo as peças em um evento para o público, espero que as pessoas conheçam e gostem”, disse Edilson.
   
Foto: Divulgação/Sejel
 
Para o secretário de Esporte, juventude e Lazer de Belém (Sejel), Wilson Neto, esta é uma oportunidade que a Prefeitura de Belém teve, também, para estimular ainda mais o lazer das famílias. “Os quadrinhos são algo que passam de geração em geração, e eles são também uma maneira de estimular a leitura, e fazer algo com que as crianças se aproximem destas atividades. Então, além de todas as diversas formas de entretenimento que o encontro está proporcionando para os adultos, as ações voltadas para o entretenimento das crianças também são maravilhosas”.

A organização do evento estima que cerca de mil pessoas visitem o local nestes três dias, e conheçam mais sobre os desenhos, colecionadores e artesãos de Belém, que reúnem um grande acervo.

Variedades

Home > Cultura > null

Amazônia Comicon: festival de Histórias em Quadrinhos e Cultura Pop em Belém

O evento reúne em um único local exposições de histórias em quadrinhos, palestras, debates, oficinas, shows e muito mais

Redação

jornalismo@portalamazonia.com


Pela terceira vez no Estado, o Amazônia Comicon – Festival de Histórias em Quadrinhos e Cultura Pop da Amazônia reúne em um único local exposições de histórias em quadrinhos, palestras, debates, oficinas, shows e muito mais deste universo que encanta crianças e adultos. O encontro se iniciou na sexta-feira (27), e segue até o domingo(29) no Ginásio Maestro Altino Pimenta, em Belém do Pará.
   
Foto: Divulgação/Sejel
 
O Amazônia Comicon reúne artistas independentes, profissionais e iniciantes, pesquisadores, colecionadores e amantes das histórias em quadrinhos, e tem o objetivo de dar visibilidade aos produtores dos quadrinhos paraenses e da Região Norte, além de desenvolver ações com foco na questão da Amazônia e de ações que promovam uma cultura de paz e inclusão social da juventude. O destaque deste ano é o personagem Toró, o Deus do trovão.

A cenografia do ginásio foi feita toda em miriti com inspiração pop, valorizando a cultura local, promovendo uma relação harmônica com alguns trabalhos que estão sendo expostos no local, como o artesanato do jovem Edilson Junior, 22 anos. Fênix, dragões, robôs de desenhos da década de 90, tudo é feito em fios de cobre, reaproveitados de eletrodomésticos descartados. “Hoje essas esculturas são a minha fonte de renda. Comecei com um bonequinho que minha mãe ensinou, e com o tempo fui aprimorando a técnica, e hoje cada peça que produzo trazem uma singularidade. E esta é a primeira vez que estou expondo as peças em um evento para o público, espero que as pessoas conheçam e gostem”, disse Edilson.
   
Foto: Divulgação/Sejel
 
Para o secretário de Esporte, juventude e Lazer de Belém (Sejel), Wilson Neto, esta é uma oportunidade que a Prefeitura de Belém teve, também, para estimular ainda mais o lazer das famílias. “Os quadrinhos são algo que passam de geração em geração, e eles são também uma maneira de estimular a leitura, e fazer algo com que as crianças se aproximem destas atividades. Então, além de todas as diversas formas de entretenimento que o encontro está proporcionando para os adultos, as ações voltadas para o entretenimento das crianças também são maravilhosas”.

A organização do evento estima que cerca de mil pessoas visitem o local nestes três dias, e conheçam mais sobre os desenhos, colecionadores e artesãos de Belém, que reúnem um grande acervo.

TAG Amazonia ComiconBelem