Sidebar Menu

Manaus 30º • Nublado
Quinta, 13 Agosto 2020

Vitórias de Paysandu e Independente marcam abertura do Banparazão

Vitórias de Paysandu e Independente marcam abertura do Banparazão
Tranquilidade e trégua da chuva marcaram o placar de 3 a 0 que deu vitória ao Paysandu, jogando em casa, na noite deste sábado (28), contra o Castanhal. A partida, que lotou o Estádio da Curuzu, em Belém, foi o pontapé da temporada do Campeonato Paraense de Futebol Banpará 2017.

Em outra partida que também abriu a programação do Parazão 2017 este sábado, o Paragominas recebeu o Independente, em Paragominas. Em um jogo de fortes emoções, a equipe de Tucuruí venceu de virada por 3 a 2, com gols de Monga (2) e Magno (de pênalti).


Foto: Thiago Gomes/Ag. Pará

Na capital paraense, o Papão abriu o marcador aos 24 minutos da etapa inicial, com gol do lateral Ayrton. Ainda no 1° tempo, Bergson ampliou o marcador em belo chute cruzado de perna esquerda. O próprio atacante fechou o escore com um golaço de fora da área, aos dez minutos do 2° tempo.

O resultado arrancou sorrisos dos pequenos Renan David, de 7 anos, e seu irmão, João Lucas, de 1 ano e 7 meses. Devidamente vestidos com o uniforme do seu time do coração, eles vibravam na arquibancada da Curuzu, ao lado dos pais.

''Eu sempre venho aos jogos, mas essa é a primeira partida do Lucas. A tradição de amor ao Papão tem que continuar'', animava-se o pedreiro Francisco Nascimento Rocha, 33, acompanhado pela mãe dos meninos, Paula dos Santos, 24.

Minutos antes do jogo, a família que ajudou a lotar a Curuzu - foi um público de 8.846 torcedores e R$ 160.990,00 de renda - dava o palpite certeiro: ''Vai ter que ser três a zero pro Papão, claro'', disse a mãe.

Segurança

Quando a família do pedreiro Francisco chegou ao estádio, às 17h, encontrou um clima de tranquilidade e festa. Do lado de fora, um grande esquema de segurança já havia sido montado quatro horas antes da bola rolar, com a presença de 52 policiais militares. Viaturas da Rotam, Batalhão de Polícia Ambiental, Batalhão de Polícia de Eventos e Companhia de Policiamento Turístico também integraram o trabalho de segurança.

''Houve um planejamento e estamos cobrindo vários focos mais vulneráveis ao redor da Curuzu com rondas volantes. Como é um jogo de porte menor e com praticamente uma única torcida, teremos um final de partida sem incidentes'', garantiu o oficial aspirante da PM Renan Klauber.

Dez motos e outras três viaturas com cerca de 20 homens da Guarda Municipal de Belém também reforçaram o policiamento antes e depois do jogo.


Dentro da Curuzu, 40 homens do Corpo de Bombeiros e outras duas viaturas - uma delas ambulância totalmente equipada - deram apoio à disputa. ''Dez desses homens são especializados em primeiros socorros. Além disso, apenas hoje duas vistorias já foram feitas para garantir as normas e equipamentos de segurança adequados contra incidentes'', garantiu o capitão bombeiro Pablo Cruz, ligado ao comando dos bombeiros na capital e responsável pela segurança na Curuzu.

''Sempre estamos nos jogos do Paysandu. Sempre assim, juntas'', sorriam as amigas Milene Farias, 25, Manuele Araújo, 19, e as irmãs Emanuele, 20, e Wellen França, 18. Do lado de fora do estádio, uma hora antes do início da partida na Curuzu, as estudantes resumiam o clima de alegria que poderá coroar a torcida do Parazão em 2017: ''Vamos torcer e gritar muito'', disse Manuele.

Rodada

Neste domingo, (29), outros jogos dão sequência aos confrontos pelo Campeonato Paraense. O Remo joga contra o Cametá, às 16h, no Mangueirão, em Belém. Em Marabá, Águia e São Raimundo se enfrentam também às 16h, no estádio Zinho Oliveira. No Colosso do Tapajós, em Santarém, São Francisco e Pinheirense têm  partida agendada às 18h. 

Veja mais notícias sobre Esportes.

Veja também:

 

Comentários:

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Visitante
Quinta, 13 Agosto 2020

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://portalamazonia.com/

No Internet Connection