Sidebar Menu

Manaus 30º • Nublado
Quinta, 26 Novembro 2020

Reumatismo: cuidados com a saúde devem ser redobrados na terceira idade, aponta especialista do Acre

no Dia Nacional de Luta contra o Reumatismo,

Para chegar à terceira idade com uma melhor qualidade de vida, é necessário redobrar os cuidados com a saúde, por isso, nesta sexta-feira (30) é comemorado o Dia Nacional de Luta contra o Reumatismo. A Secretaria de Saúde do Acre (Sesau) chama a atenção sobre a prevenção e tratamento das doenças reumáticas que são muito comuns na terceira idade, mas também podem acometer crianças, jovens e adultos.

As doenças reumáticas, na maioria das vezes, surgem após um episódio de fratura, mas o desgaste natural dos sistemas ósseo e muscular influencia para o surgimento da doença.


Segundo o médico reumatologista, Bruno Leitão da Silva, que integra a equipe da Clínica Médica Especializada Coronel Mota (CMECM), as doenças mais predominantes desse grupo são a artrite, a artrose e lúpus.

"Dores e rigidez nas articulações são as principais queixas de quem tem reumatismo. Em alguns casos, os sintomas podem ser acompanhados de vermelhidão, calor e inchaço nas articulações, dificuldade para movimentar as articulações ao acordar e dores ao esticar os braços sobre a cabeça. Dores ao elevar os ombros até tocar o pescoço também fazem parte dos principais sintomas da doença, por isso é fundamental o cuidado diário", esclareceu.

O reumatologista ressalta que 15% das suas consultas médicas, ou com o médico clínico geral, são pacientes com dor muscular esquelética. O número prevalece entre os adultos, fatores agravantes favorecem o surgimento, como a obesidade, sedentarismo, estresse, ansiedade e alterações climáticas.

"Uma vida mais saudável é a melhor maneira de se prevenir, alimentação rica em cálcio é eficaz contra esse mal, evitar o fumo, realizar atividades físicas regularmente, evitar excesso de bebida alcoólica e cafeína também são outras maneiras de se manter livre", complementou.

O especialista reforça que procurar atendimento médicoe iniciar precocemente o tratamento é a chave para o maior controle da doença, assim como praticar atividades físicas e manter boa alimentação. Dentro dessa patologia, muito doenças não têm cura, mas podem ser controladas.

"É importante que um médico avalie os casos individualmente, dessa forma, pode prescrever o medicamento mais adequado para o caso. Com esses cuidados, o reumatismo tende a se tornar um problema de menor gravidade, sem tanto impacto na qualidade de vida", finalizou. 

Veja mais notícias sobre SaúdeNotíciasAcre.

Veja também:

 

Comentários:

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Visitante
Quinta, 26 Novembro 2020

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://portalamazonia.com/