Sidebar Menu

Manaus 30º • Nublado
Terça, 20 Outubro 2020

Vacinação antirrábica começa nesta terça (13), em Manaus

Com a meta de imunizar 225.335 animais, a Prefeitura de Manaus dará início nesta terça-feira, 13/10, a 41ª Campanha de Vacinação Antirrábica Animal. Do total, 161.110 são cães, correspondendo a 80% da população canina, e 64.225 são gatos, 100% dos felinos estimados na capital. A campanha, que acontece anualmente, será executada por meio do sistema de vacinação casa a casa.

"Essa é uma estratégia utilizada todos os anos para a imunização de cães e gatos, facilitando o acesso da população ao serviço. Para a execução da campanha, a Prefeitura de Manaus realizou processo seletivo para a contratação de 210 vacinadores", explicou o secretário Municipal de Saúde, Marcelo Magaldi.

 Coordenada pelo Centro de Controle de Zoonoses (CCZ) Dr. Carlos Durand, órgão vinculado ao Departamento de Vigilância Ambiental e Epidemiológica (Devae), da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa), a campanha terá atuação simultânea nos quatro Distritos de Saúde (Disas), da zona urbana (Norte, Sul, Leste e Oeste). "O CCZ também programou estratégias para potencializar o alcance da vacinação e facilitar a logística de trabalho", informou Marcelo Magaldi.

Segundo a diretora do Devae/Semsa, enfermeira Marinélia Ferreira, mesmo com a vacinação casa a casa, o CCZ Dr. Carlos Durand terá postos fixos em locais estratégicos em comunidades nos bairros de Manaus e em condomínios identificados com maior número de apartamentos, inclusive aos sábados. A diretora lembrou ainda que o planejamento para a campanha foi feito levando em consideração a pandemia da Covid-19, causada pelo novo coronavírus.

"A vacina contra a raiva deve ser aplicada a cada 12 meses, para imunização de cães e gatos. Isso previne a ocorrência da raiva nos animais domésticos, o que vai evitar a transmissão da doença para o ser humano. Por isso, mesmo com a pandemia da Covid-19, é necessário executar a campanha em 2020, como ocorre todos os anos. Mas todos os procedimentos de segurança serão reforçados, para evitar o risco de transmissão do novo coronavírus entre a população e os profissionais do CCZ", afirma Marinélia, acrescentando que a campanha já foi iniciada na zona rural de Manaus.

Programação

O chefe do Núcleo de Controle da Raiva Humana e Animal do CCZ Dr. Carlos Durand, Jhonata da Silva Calheiros, informa que as ações da campanha serão executadas de segunda-feira a sábado, das 7h30 às 13h30, com a previsão de conclusão em um período de 45 dias.

O cronograma de vacinação casa a casa será iniciado em comunidades do Mauazinho, Parque Mauá, Jardim Mauá e Vila da Felicidade (zona Sul); comunidade 23 de Setembro, comunidade Ismail Aziz, comunidade São João e União da Vitória (zona Oeste); Braga Mendes, Cidade de Deus, conjunto Vila Nova e conjunto Ben-Hur (zona Norte); e Cidade de Deus, Monte Sião, Val Paraíso, bairro Novo e Jorge Teixeira (zona Leste).

A população também poderá procurar os postos fixos de vacinação localizados na sede do CCZ Dr. Carlos Durand, no bairro Compensa, zona Oeste; nas duas unidades móveis do CCZ, que estão instaladas no Centro Social Urbano (CSU), no Parque 10 de Novembro, e na Minivila Olímpica, no bairro Coroado; e também no shopping Phelippe Daou, no bairro Jorge Teixeira.

"Outros postos fixos deverão ser instalados em pontos estratégicos de Manaus no período de campanha. É importante destacar que o CCZ mantém a oferta da vacina antirrábica para cães e gatos durante todo o ano, na rotina de atendimento, na sede e unidades móveis. Essa é, na verdade, uma importante estratégia de preservação da saúde da população manauara, que há mais de 30 anos não possui relatos de casos notificados da doença", afirmou Jhonata.

Doença

A raiva é uma doença infecciosa viral aguda que acomete mamíferos. É caracterizada por ser uma encefalite progressiva e aguda, letal em aproximadamente 100% dos casos, causada pelo vírus do gênero Lyssavirus, da família Rabhdoviridae. Pode ser transmitida ao homem pela saliva de animais infectados, como cães e gatos, principalmente por meio de mordidas, mas também arranhões e ou lambidas.

Veja mais notícias sobre AmazonasNotíciasSaúde.

Veja também:

 

Comentários:

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Visitante
Terça, 20 Outubro 2020

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://portalamazonia.com/