Sidebar Menu

Manaus 30º • Nublado
Domingo, 28 Fevereiro 2021

Casos de dengue aumentam em Mato Grosso

CUIABÁ - O número de casos de dengue em Mato Grosso neste início de ano chegou a 4.731 mil, segundo dados do Boletim Epidemiológico da Dengue, Chikungunya e Zika, divulgado pela área de Vigilância em Saúde, vinculada à Secretaria de Estado da Saúde (SES). Isso representa um aumento de 321% em relação ao mesmo período do ano passado, quando o número de notificações foi de 1.123.Entre os municípios que apresentam maior número de notificações por dengue Sinop continua em primeiro lugar com 434 casos – no mesmo período do ano passo foram 271 casos. Outros três municípios também chamam atenção pelo aumento significante: Cuiabá passou de 79 casos, em 2015, para 102, em 2016. Já Várzea Grande passou de 23 para 51. Em Rondonópolis, os casos aumentaram de 75, em 2015 e 96 este ano.Essas cidades também se destacam pela alta incidência, com índices superiores a 300 casos por 100 mil habitantes – que é o preconizado pela Organização Mundial de Saúde (OMS). Ao todos são 32 municípios classificados como alta incidência e em situações alarmantes.O acompanhamento da incidência permite detectar o aumento dos casos em relação ao mesmo período do ano anterior devido às notificações. O estado passa por um ano considerado epidêmico para os casos de dengue, pela alta transmissão da doença e o aumento significativo dos casos. O risco agora é que aumente o número de casos graves, por isso é preciso combater a proliferação do mosquito Aedes aegypti.Diante da situação epidemiológica estadual, a SES também tem intensificado o alerta aos municípios. A recomendação é que os gestores municipais organizem as atividades de controle do vetor e intensifiquem as ações nos municípios, principalmente os que apresentam alta incidência. As ações de rotina e de controle vetorial precisam ser intensificadas e realizadas constante e corretamente pelas gestões municipais.Zika vírus e ChikungunyaEm relação ao zika vírus são 1.853 casos suspeitos. No mesmo período do ano passado foram 6.568 casos suspeitos. Este ano os municípios de Várzea Grande e Matupá têm 349 e 169 registros de casos suspeitos, respectivamente.Também foram registrados este ano 33 casos suspeitos de febre chikungunya. Durante todo ano de 2015 foram 286 casos. São 42 os municípios que notificaram casos da doença no estado. Até o momento foram recebidos 423 exames para detecção.

Veja mais notícias sobre Saúde.

Veja também:

 

Comentários:

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Visitante
Domingo, 28 Fevereiro 2021

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://portalamazonia.com/