Manaus 30º • Nublado
Terça, 28 Setembro 2021

Operação da PF contra tráfico de animais silvestres identifica venda de espécies no Pará

Operação da PF contra tráfico de animais silvestres identifica venda de espécies no Pará

A Polícia Federal (PF) cumpre, nesta quinta-feira (23), 14 mandados de prisão e 16 de busca e apreensão como parte da Operação Urutau, contra o tráfico de animais silvestres. As investigações apontaram que um grupo criminoso vendia os animais, através de páginas na internet e redes sociais, no Pará.

Segundo a PF, o grupo comercializava ilegalmente espécies em risco de extinção, como o Macaco-prego, Arajuba, Arara-canindé, Arara-vermelha, Tucano-toco e Papagaio-verdadeiro. Os animais eram caçados na natureza e depois mantidos em cativeiro.

Foto: Divulgação/Delegacia de Proteção ao Meio Ambiente da Polícia Civil do Rio de Janeiro

De acordo com a polícia, os cativeiros e o transporte dos animais tinham péssimas condições de higiene. Além havia o risco de transmissão de doenças vindas com os espécimes silvestres.

A venda dos animais também foi identificada nos estados de São Paulo, Mato Grosso e Minais Gerais. As investigações apontam, ainda, que em alguns casos eram falsificadas notas fiscais das vendas.

A ação é feita em conjunto com o Ministério Público Federal, com a Polícia Militar Ambiental do Estado de São Paulo e o Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama).

Veja mais notícias sobre Cidades.

Veja também:

 

Comentários:

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Visitante
Terça, 28 Setembro 2021

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://portalamazonia.com/