Sidebar Menu

Manaus 30º • Nublado
Quarta, 25 Novembro 2020

Ufopa criar cartilha para fornecer orientações sobre pesca artesanal na Amazônia

pesca-artesanal-embrapa

Com cerca de 7 milhões de quilômetros quadrados, a bacia amazônica é fonte de renda e alimento para as famílias da região há gerações. Apesar disso, ainda é preciso valorizar e executar estratégias para melhorar o trabalho dos pescadores da região.

Pescara artesanal. (Foto:Divulgação/Embrapa)

Pensando nisso, o projeto de extensão "Etnoconservação, gestão comunitária e uso sustentável da biodiversidade aquática no Oeste Paraense", do Campus Oriximiná da Universidade Federal do Oeste do Pará (Ufopa), elaborou a Cartilha de Pesca: Estimulando e Orientando a Organização Comunitária, com informações sobre a importância da pesca e leis que regem a atividade.

Segundo o coordenador do projeto, professor Gustavo Halwass, o objetivo é valorizar os profissionais e reforçar as regras para a pesca sustentável: "A ideia é mostrar a importância do pescador tanto no fornecimento de alimento para as populações ribeirinhas e carentes, como na geração de renda, que fomenta a economia local. Infelizmente hoje em dia os pescadores são invisíveis perante políticas públicas. Deveria ter-se muito mais atenção a esses profissionais que fornecem um trabalho tão importante para o nosso dia a dia".

A aluna Andreiva Araújo de Souza, do 6º semestre de Ciências Biológicas, partiu da própria experiência para desenvolver o material. A pesca é o trabalho da família há gerações, dos avós passado aos pais, tios e tias. A partir da observação das dificuldades da família, ela buscou produzir um material que valorizasse esses trabalhadores e atendesse a suas demandas.

"Eu já os observava nessa vida desde pequena e muitas vezes pensei em uma forma de contribuir com eles, retribuir. A partir do momento que eu entrei na universidade, surgiu então a oportunidade. Eu me engajei nessa linha de pesquisa, com essa relação humana e com a natureza. A cartilha foi uma ideia que partiu do professor [Gustavo Halwass], que ele lançou para nós, e eu abracei. Através da cartilha, eu busquei valorizar essa profissão. Nós pudemos levar um pouco mais de informações acadêmicas para eles, de uma forma prática e didática", relata a estudante.

A cartilha



A publicação traz dados sobre a importância cultural, social e econômica da atividade pesqueira realizada na região amazônica. Também faz um apanhado geral sobre a legislação que rege a atividade, em especial as regras relativas aos tamanhos de captura das principais espécies, período de defeso e piracema, acordos de pesca e colônias de pesca.

O material será distribuído prioritariamente para pescadores de Oriximiná, lideranças comunitárias e pessoas que atuam indiretamente na atividade, mas também à população em geral. Na próxima fase do projeto, as atividades serão voltadas para o público infantil, com jogos e brincadeiras para que as crianças entendam como funcionam as regras da atividade pesqueira.


Baixe gratuitamente AQUI a Cartilha de Pesca: Estimulando e Orientando a Organização Comunitária.

Veja mais notícias sobre Meio AmbienteNotíciasCidades.

Veja também:

 

Comentários:

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Visitante
Quarta, 25 Novembro 2020

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://portalamazonia.com/