Sidebar Menu

Manaus 30º • Nublado
Sexta, 03 Abril 2020

Em última viagem como presidente dos EUA, Obama irá ao Peru para reunião da Apec

Em última viagem como presidente dos EUA, Obama irá ao Peru para reunião da Apec
O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, fará em novembro a sua última viagem internacional antes de deixar a Casa Branca e depois das eleições presidenciais do país, que acontecerão no próximo dia 8. O democrata participará no dia 19 de novembro o Fórum de Cooperação Econômica Ásia-Pacífico (Apec), em Lima, no Peru.
Pedro Pablo Kuczynski, presidente do Peru. Foto: Reprodução/Fotos Públicas
Obama se reunirá com o presidente do país da Amazônia Internacional, Pedro Pablo Kuczynski, e com líderes de nações que fazem parte do acordo Parceria Transpacífica (TPP), como México, Chile, Canadá, Austrália, Japão, Cingapura e Vietnã. Mas antes, o presidente americano começará o seu último tour internacional pela Europa no dia 15 de novembro em Atenas, onde ficará até o dia 16.

Na capital grega, Obama se encontrará com o presidente do país, Prokópis Pavlópoulos, e com o seu primeiro-ministro, Alexis Tsipras, e os três discutirão duas importantes questões: a da crise econômica que o país ainda enfrenta e a dos refugiados. Já entre os dias 17 e 18, o presidente norte-americano irá para Berlim e tratará de assuntos como o Brexit e as suas consequências e a austeridade na economia europeia com a chanceler alemã, Angela Merkel, o presidente francês, François Hollande, o primeiro-ministro italiano, Matteo Renzi, e a premier britânica, Theresa May.

O objetivo da reunião deverá ser o de um criar um confronto franco e direto entre os principais líderes ocidentais para reforçar a aliança entre os dois lados do Atlântico em um momento de grande incerteza para essa relação, que foi colocada à prova pelo referendo feito no Reino Unido que decidiu que o país deixará a União Europeia e pelo contraste das medidas econômicas adotadas pelas nações anos depois da crise.

Os líderes também devem conversar sobre os temas da guerra na Síria e na Ucrânia. A decisão de Obama de fazer esta última viagem depois das eleições presidenciais nos EUA indica a importância estratégica que a Europa tem atualmente para os Estados Unidos e a necessidade de não perder tempo para discutir questões determinantes para o continente.
    

Veja mais notícias sobre Internacional.

Veja também:

 

Comentários:

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Já Registrado? Acesse sua conta
Visitante
Sexta, 03 Abril 2020