Sidebar Menu

Manaus 30º • Nublado
Sábado, 15 Agosto 2020

Ribeirinha comemora aprovação no vestibular em rabeta e viraliza na web

Ribeirinha comemora aprovação no vestibular em rabeta e viraliza na web
Passar no vestibular de uma universidade pública federal é sem dúvida um dos momentos mais felizes para quem se dedicou, estudou e buscou a chance de cursar o ensino superior gratuito.

Maria Luane de Souza da Silva, de 18 anos é uma das novas calouras da Universidade Federal do Pará (UFPA). Em uma disputa de 109.907 candidatos para 5.908 vagas, Luane teve o acesso garantido ao curso de Licenciatura em Química.

Tradicionalmente, a comemoração de quem é aprovado no vestibular de uma universidade pública no Pará é ao som da clássica 'Marcha do Vestibular', de Pinduca, banhado a trigo, ovo, urucum, meninos com a cabeça raspada e meninas com laços de jornal e plaquinhas de 'burro', além dos desfiles em carros a céu aberto que percorrem as ruas de Belém anunciando um novo calouro.  
Foto: Maria Luane / Acervo Pessoal
Luane ganhou repercussão quando usou uma rabeta (canoa) para comemorar a aprovação, e o desfile: pelos rios da Amazônia.

Nascida na comunidade Anaraí em Cachoeira do Arari, ilha do Marajó, Pará, Luane deixou a comunidade para estudar em Belém e poder viver uma realidade de vida diferente da ribeirinha, mas voltou para a comemoração ao esforço obtido.

"Ela é filha de marajoaras ribeirinhos, deixou a comunidade para estudar. E quando soubemos da aprovação trouxemos ela de volta para comemorarmos esse momento, de forma simples, e organizando tudo muito rápido, resolvemos passear de rabeta pelo rio da comunidade, e para nossa surpresa, uma amiga fez as imagens e postou nas redes sociais, daí não imaginávamos a repercussão", contou Delma Silva, mãe de Luane.

Para Luane, a aprovação é um momento de gratidão. "É muito, muito mesmo gratificante. Agradeço aos meus professores por terem contribuído com minha aprovação, além dos meus familiares e todos que me ajudaram nessa conquista", disse.

Além do curso de Licenciatura em Química, Luane também foi aprovada em Química industrial, mas o desejo de retornar à Comunidade Aranaí para ensinar, a fez decidir pela Licenciatura, que cursará no campus Guamá, em Belém.

Veja mais notícias sobre Educação.

Veja também:

 

Comentários:

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Visitante
Sábado, 15 Agosto 2020

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://portalamazonia.com/

No Internet Connection