Manaus 30º • Nublado
Segunda, 06 Dezembro 2021

Relembre brincadeiras para fazer em casa com os filhos

Arte: Felipe Rocha/Portal AmazôniaMANAUS - Mamães e papais de primeira viagem têm dúvidas de como distrair os filhos. Optar por tecnologias pode ser uma solução, as brincadeiras infantis ainda estão em alta. Por isso, o Portal Amazônia conversou com a coordenadora pedagógica do Centro Educacional Agnus Dei, Patrícia Moraes, em busca de dicas para que o vínculo entre pais e filhos seja divertido. 
Para Patrícia, as brincadeiras 'caseiras' estão esquecidas sim. "Porque hoje vivemos em um mundo industrializado e tecnológico, onde essas brincadeiras foram substituídas por tablets, ipad, vídeogames e outras 'ocupações tecnológicas' que alguns pais encontraram para suprir a falta de tempo e a atenção que deveria ser dada por eles aos seus filhos", afirma.A coordenadora comenta que isso ocorre porque depois de um dia cansativo de trabalho 'é muito mais fácil deixar a criança brincar no telefone do que montar uma cabana e contar histórias'. EducarSegundo Patrícia, "as brincadeiras entre pais e filhos estreitam os laços afetivos, trabalham a interação e melhoram a qualidade do tempo entre os mesmos". Ela reconhece que atualmente, com a facilidade e acesso às informações é preciso estar atento ao que as crianças veem na Internet. "Na maioria das vezes, as dúvidas e orientações que deveriam ser passadas pelos pais são tiradas em sites. Parece que já não há uma troca entre filhos e pais. Os aparelhos ficam sempre no meio de tudo, é preciso pensar que é a maneira como você se relaciona com a tecnologia que vai servir de espelho para o seu filho", alerta. E a pedagoga faz outro alerta. "Se você tem que carregar seus aparelhos com muita frequência ou se sente perdido sem o tablet no carro para distrair as crianças é sinal que virou um dependente desse recurso. Algumas crianças ficam tão dependentes dessa interação digital, com redes sociais e jogos online que começam a apresentar prejuízos significativos na vida escolar, social e familiar", completa.Brincadeira é aprendizadoAs brincadeiras, além de unir, também divertem não só as crianças, que aprendem mais, mas também os pais. Assim como na creche, as atividades em casa ajudam a desenvolver habilidades de concentração, além de serem saudáveis. "Os pais devem entender que brincar é uma forma de aprender, relacionar e interagir. Devem entender que a brincadeira não é só uma distração, mas também como uma forma saudável da criança elaborar melhor seus sentimentos", destacou Patrícia. Para a pedagoga, a brincadeira é um ensaio para a vida adulta. "Quando a criança brinca de ser mãe ou de executar diferentes profissões, como professora, piloto de avião, bombeiro, etc., vai aumentando seu repertório de vivências, elaborando e tentando compreender melhor o mundo à sua volta. Quando brincamos com nossos filhos estamos mostrando que gostamos de estar com eles, de participar e principalmente ensinar valores e atitudes que levarão para a vida toda", lembrou.Não sabe que brincadeiras fazer? Então veja as dicas da pedagoga:
Agnus Dei
A proposta educacional do Centro Educacional Agnus Dei é 'brincando é que se aprende'. O projeto foi criado em fevereiro de 2006 e é destinado à Educação Infantil desde o berçário. A escola conta com programa de estimulação e cardápios personalizados, além de turmas do pré-maternal ao 3º período, pela manhã, tarde, alternativo (até às 15h) e integral (até às 17h30). Serviços de Pedagogia, Nutrição, Psicologia e Enfermagem, aulas de natação, judô, dança e capoeira são oferecidos às crianças. 
A escola está localizada na Avenida Rio Mar, n°. 38, no bairro Vieiralves. As aulas iniciaram dia 11 deste mês. Mais informações sobre matrículas e calendário escolar podem ser obtidas através dos telefones (92) 3584-5458, (92) 3584-2815 ou (92) 99493-5066/5021.

Veja mais notícias sobre Educação.

Veja também:

 

Comentários:

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Visitante
Segunda, 06 Dezembro 2021

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://portalamazonia.com/