Manaus 30º • Nublado
Quinta, 26 Mai 2022

Manaus adota sistema de controle para distribuição de merenda escolar


Itens da merenda escolar ficam armazenados em um galpão da Semed na Zona Norte. Foto: Kátia Vieira/SemedMANAUS - O novo sistema foi adotado para evitar o desperdício de merenda nas 502 escolas da rede municipal na capital do Amazonas. "Ele vai integrar o controle do estoque e o controle das escolas", explica a titular da Secretaria de Educação de Manaus (Semed), Kátia Schweickardt. A implantação do Programa de Alimentação Escolar foi anunciado nesta sexta-feira (5), na sede da Subsecretaria de Infraestrutura e Logística da Semed."Ano passado nós tivemos problemas na distribuição da merenda, mas não porquê os itens estavam indisponíveis, mas porque eles estavam chegando de maneira descontrolada nas escolas", acrescenta a secretária. Através da Internet, as escolas e a Divisão de Alimentação Escolar manterão contato direto sobre o consumo dos itens da merenda.A comunicação mais direta e objetiva deve facilitar a reposição de itens nos estoques das escolas para que não falte merenda para os alunos. "É um compromisso de toda a administração de que não vai faltar merenda nas escolas este ano", garante Schweickardt. Em 2016 serão investidos R$ 42 milhões na compra de merenda escolar. "Esperamos R$ 21 milhões do Governo Federal através do Programa Nacional de Alimentação Escolar e mais R$ 21 milhões do Tesouro Municipal", diz a secretária.Itens da merenda escolar ficam armazenados em um galpão da Semed na Zona Norte. Foto: Kátia Vieira/Semed"Já tínhamos o sistema pronto, só precisamos de uma otimização para a nossa necessidade, e isso foi feito em parceria com a Semad [Secretaria Municipal de Administração]", destaca o chefe da Divisão, Leís Batista."Com esse sistema vamos poder dar uma resposta muito mais rápidas às escolas que precisam repor o estoque e evitar a falta de alguns itens", explica. Por mês, as escolas de Manaus recebem 250 toneladas de alimentos em itens básicos como arroz, feijão e açúcar. Os itens da agricultura familiar chegam a 100 toneladas e são fornecidos semanalmente."As escolas de ensino básico e creches fornecem de uma a quatro refeições por dia", acrescenta Batista.O sistema de controle foi criado por força de um decreto instituído pela Prefeitura de Manaus em 28 de dezembro de 2015. O texto determina a integração dos estoque da Divisão de Alimentação Escolar com as escolas. A partir deste ano, as ações de distribuição da merenda escolar também passam a ser acompanhadas por 14 assessores de alimentação escolar e mais 100 assessores de gestão.O galpão onde os itens da merenda ficam armazenados, possui mais de cinco mil metros quadrados e tem capacidade para guardar 4,5 mil toneladas de produtos. Com o novo sistema, as escolas vão poder acompanhar de forma informatizada a quantidade de merenda em estoque, e evitar desperdício de alimento e garantir a alimentação em todas as escolas da rede.
Itens da merenda escolar ficam armazenados em um galpão da Semed na Zona Norte. Foto: Kátia Vieira/Semed

A rede municipal de educação em Manaus atende mais 200 mil alunos. Este ano existe a expectativa de aumento em 5% no número de estudantes. As aulas da rede municipal iniciarão no dia 11 de fevereiro, mas o novo sistema de distribuição e controle de estoque começará a vigorar a partir do dia 15 para evitar desperdício de alimentos perecíveis durante o final de semana. Entretanto, todas as escolas da rede já estão abastecidas para o início do calendário escolar.

Veja mais notícias sobre Educação.

Veja também:

 

Comentários:

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Visitante
Sexta, 27 Mai 2022

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://portalamazonia.com/