Sidebar Menu

Manaus 30º • Nublado
Segunda, 21 Junho 2021

Venda de veículos novos sobe no Amazonas

Venda de veículos novos sobe no Amazonas

As vendas de veículos novos no Amazonas subiram 29,8% em novembro deste ano ante o mesmo mês do ano anterior, aponta a  Federação Nacional de Distribuição de Veículos Automotores (Fenabrave). Avaliações indicam que a estabilidade econômica, acesso ao crédito e melhores condições de pagamento são responsáveis pelo resultado. Segundo os dados, foram emplacadas 2,2 mil novas unidades no Estado, incluindo automóveis, comerciais leves, caminhões e ônibus contra 1,7 mil em 2016. O índice está acima da média nacional que chegou a 14,6%
De acordo com o presidente do  Sindicato das Concessionárias e Distribuidoras de Veículos do Amazonas (Sincodiv-AM), João dos Santos Braga Neto, a volta do acesso ao crédito é apontado como fator principal para o crescimento nas vendas em 2017. “A redução das taxas de juros tornou os bancos mais flexíveis na hora de liberar o crédito para o financiamento. E caso ele continue sendo facilitado, com certeza a  expectativa é fechar o ano com saldo positivo”, disse.
Conforme o balanço, as vendas de veículos zero terminaram o mês de novembro com alta de 29,8% frente a igual mês de 2016. Foram exatas 2.268 unidades comercializadas contra 1.757 mil, um aumento de 511 veículos. Já na comparação com outubro, as vendas caíram 23,06%, com 2.948 emplacamentos naquele período.

Ainda segundo a Fenabrave, no acumulado do ano, a venda de veículos subiu 21,9%, sobre os onze primeiros meses de 2016. Enquanto, de janeiro a novembro foram 23.061 mil veículos vendidos, no igual período de 2016 foram 18.917 mil unidades. Com isso em todo o Estado foram emplacados 4.144 carros a mais no período.
Foto: Walter Mendes/Jornal do Commercio

Para o diretor comercial da concessionária Mardisa, Ítalo Vasconcelos, o resultado positivo é reflexo da volta da confiabilidade do consumidor somada às melhores condições de pagamentos oferecidas no mercado. Segundo ele, para atrair o consumidor e aumentar o volume de venda, a concessionária tem investido em estratégias que incluem zero de juros, pagamento a longo prazo e recompra de veículos. 

“Por exemplo, hoje o cliente consegue comprar um carro zero com 30% de entrada, 20% financiados e os 50% restantes será pago depois de dois anos”, afirma Vasconcelos ao destacar que o grupo Mardisa é líder na linha premium do país e projeta crescimento de 12% nas vendas. 

Por segmento

Os segmentos de automóveis e comerciais leves, somados, apresentaram aumento de 28,37% em novembro quando comparado a igual mês de 2016. No Amazonas foram emplacadas 2.217 unidades contra 1. 727. Já em relação a outubro houve redução de 23,74%, quando foram comercializados 2.907 veículos. No Estado, o acumulado do ano desses segmentos subiu 21,58%. Foram 22.564 mil unidades comercializadas nos onze primeiros meses de 2017, contra 18.559 mil em 2016.

Na venda de caminhões e ônibus, a alta é de 24,39% em novembro comparado ao mês anterior, onde subiu de 41 para 51 unidades, segundo os dados. Já na comparação com novembro passado, houve alta de 70% na venda de automóveis pesados quando registrou 30 unidades comercializadas. No acumulado do ano, subiu 38,83% sobre igual período de 2016.

Em relação a comercialização de motos, novembro registrou queda em todos os confrontos. No Estado, foram comercializadas 1.165 unidades contra 1.232 de outubro, variação negativa de 5,44%. Em relação a novembro de 2016, as vendas caíram 4,04% e 3,75 no acumulado do ano. O Amazonas vendeu 491 motos a menos de janeiro a novembro deste ano em comparação com o ano anterior. No decorrer de 2017, foram 12.589 mil unidades vendidas e 13.080 unidades em 2016.

Os modelos de automóveis mais vendidos em novembro foram Onix (275); Gol (188); Mobi (113); Argo (95) e Prisma (94). Entre as motos aparecem CG 160 com 347 unidades; NXR 160 (167); BIZ (137);POP 110 (90) e CG 125 (42).

Mercado total

Considerando automóveis, comerciais leves, caminhões, motocicletas, ônibus, implementares rodoviários e outros, somou, em novembro, 3.458 unidades no Amazonas, alta de 15,23% sobre o mesmo mês de 2016. Já ante as vendas de outubro, houve queda de 17,96%. No acumulado do ano, a alta de todos os segmentos somados foi de 10,98%, na comparação com o mesmo período do ano passado, chegando a 35.917 mil unidades comercializadas de janeiro a novembro no Estado.

Veja mais notícias sobre Economia.

Veja também:

 

Comentários:

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Visitante
Segunda, 21 Junho 2021

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://portalamazonia.com/