Manaus 30º • Nublado
Sexta, 22 Outubro 2021

Saiba como votaram os deputados da Amazônia na reforma trabalhista

Saiba como votaram os deputados da Amazônia na reforma trabalhista
Foto: Antonio Cruz/Agência Brasil
Depois de mais de 10 horas de discussões, o texto base da reforma trabalhista (PL 6787/16, do Poder Executivo) foi aprovado nesta quarta-feira (26) pela Câmara dos Deputados. No total, 296 deputados federais votaram a favor da reforma com aprovação do texto base e 177 foram contra. Mais 16 destaques apresentados pelos partidos serão analisados junto ao texto principal. O relatório é do deputado Rogério Marinho (PSDB-RN).

Confira como votaram os deputados da Amazônia:

A FAVOR

Acre

Flaviano Melo (PMDB)
Jéssica Sales (PMDB)
Alan Rick (PRB)

Amapá

Cabuçu Borges (PMDB)
André Abdon (PP)
Vinicius Gurgel (PR)
Marcos Reategui (PSD)
Jozi Araújo (PTN)

Amazonas

Pauderney Avelino (DEM)
Alfredo Nascimento (PR)
Silas Câmara (PRB)
Átila Lins (PSD)
Arthur Virgílio Bisneto (PSDB)

Maranhão

Juscelino Filho (DEM)
Junior Marreca (PEN)
Alberto Filho (PMDB)
Hildo Rocha (PMDB)
João Marcelo Souza (PMDB)
André Fufuca (PP)
Waldir Maranhão (PP)
Cleber Verde (PRB)
José Reinaldo (PSB)
Victor Mendes (PSD)
Pedro Fernandes (PTB)
Aluisio Mendes (PTN)

Mato Grosso

Carlos Bezerra (PMDB)
Valtenir Pereira (PMDB)
Ezequiel Fonseca (PP)
Fabio Garcia (PSB)
Professor Victório Galli (PSC)
Nilson Leitão (PSDB)

Pará

Hélio Leite (DEM)
Elcione Barbalho (PMDB)
José Priante (PMDB)
Lúcio Vale (PR)
Delegado Éder Mauro (PSD)
Joaquim Passarinho (PSD)
Nilson Pinto (PSDB)
Josué Bengtson (PTB)
Francisco Chapadinha (PTN)
Wladimir Costa  (Solidaried)

Rondônia

Marcos Rogério (DEM)
Lucio Mosquini (PMDB)
Marinha Raupp (PMDB)
Luiz Cláudio (PR)
Lindomar Garçon (PRB)
Mariana Carvalho (PSDB)
Nilton Capixaba (PTB)

Roraima

Abel Mesquita Jr. (DEM)
Hiran Gonçalves (PP)
Edio Lopes (PR)
Remídio Monai (PR)
Maria Helena (PSB)
Shéridan (PSDB)

Tocantins

Professora Dorinha Seabra Rezende (DEM)
Josi Nunes (PMDB)
Lázaro Botelho (PP)
Vicentinho Júnior (PR)
César Halum (PRB)
Irajá Abreu (PSD)
Carlos Henrique Gaguim (PTN)
CONTRA

Acre

Angelim (PT)
Leo de Brito (PT)

Amapá

Professora Marcivania (PCdoB)
Janete Capiberibe (PSB)

Amazonas

Hissa Abrahão (PDT)
Conceição Sampaio (PP)
Sabino Castelo Branco (PTB)

Maranhão

Rubens Pereira Júnior (PCdoB)
Deoclides Macedo (PDT)
Weverton Rocha (PDT)
Eliziane Gama (PPS)
Luana Costa (PSB)
Zé Carlos (PT)

Mato Grosso

Ságuas Moraes (PT)

Pará

Simone Morgado (PMDB)
Beto Salame (PP)
Arnaldo Jordy (PPS)
Júlia Marinho (PSC)
Edmilson Rodrigues (PSOL)
Beto Faro (PT)
Zé Geraldo (PT)

Rondônia

Expedito Netto (PSD)

Roraima

Carlos Andrade (PHS)

Mudanças

Mesmo com um número alto de aprovações, o governo não atingiu o número necessário de votos para sinalizar a aprovação  da emenda: 308. Entre outras medidas, a proposta estabelece que a convenção coletiva e o acordo coletivo de trabalho prevalecerão sobre a lei em 16 pontos diferentes, como jornada de trabalho, banco de horas anual, intervalo mínimo de alimentação de meia hora, teletrabalho, regime de sobreaviso e trabalho intermitente. 

Poderão ser negociados ainda o enquadramento do grau de insalubridade e a prorrogação de jornada em ambientes insalubres, sem licença prévia do Ministério do Trabalho. A reforma segue para votação no Senado. Confira a íntegra da proposta.

Veja mais notícias sobre Cidades.

Veja também:

 

Comentários:

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Visitante
Sexta, 22 Outubro 2021

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://portalamazonia.com/