Sidebar Menu

Manaus 30º • Nublado
Segunda, 14 Junho 2021

Operação Crátons combate exploração de diamantes em Rondônia, Mato Grosso e Pará

BRASÍLIA - Como parte da Operação Lava Jato, a Polícia Federal iniciou nesta terça-feira (8), a 'Operação Crátons', em combate à exploração e comercialização ilegal de diamantes das terras dos índios cinta-larga, em Rondônia. Cerca de 220 policiais federais dão cumprimento a 90 mandados judiciais, sendo 11 de prisão preventiva, 41 de busca e apreensão, 35 de conduções coercitivas, além de 3 intimações para comparecimento a oitivas. Os mandados são cumpridos em Mato Grosso e Pará, além do Distrito Federal e nos estados de São Paulo, Rio de Janeiro, Minas Gerais, Paraná, Rio Grande do Sul e Bahia. A Justiça Federal também determinou o sequestro de um imóvel, bem como do dinheiro encontrado nas contas dos principais investigados para o ressarcimento dos danos ambientais praticados.
Colaboração 
A investigação apurou que uma organização criminosa, formada por empresários, advogados, comerciantes, garimpeiros e até indígenas, era responsável por financiar, gerir e promover a exploração de diamantes no chamado “Garimpo Lage”, localizado no interior da Reserva Indígena Parque do Aripuanã e de usufruto dos indígenas da etnia Cinta Larga.Indígenas da etnia Cinta Larga colaboravam com a extração e comércio das pedra. Foto: Reprodução/Shutterstock
A PF também identificou a participação de uma cooperativa e de uma associação indígena na extração ilegal dos diamantes. Os investigados responderão, na medida de suas responsabilidades, pelos crimes de extração de recursos minerais sem autorização do órgão competente, dano a unidade de conservação, usurpação de bem da união, receptação, organização criminosa, associação criminosa e lavagem de dinheiro.
O nome dado à operação faz referência às estruturas geológicas que dão origem à formação dos diamantes, chamadas de “crátons”.
Confira a lista de discriminação dos mandados:
Rondônia: nas cidades de Porto Velho (1 Condução e 1 busca), Ariquemes (1 condução e 1 intimação), Ouro Preto do Oeste (1 condução e 1 busca), Machadinho do Oeste (1 condução), Espigão do Oeste (8 prisões, 3 conduções, 15 buscas e 1 intimação) e Cacoal (3 prisões, 6 conduções, 8 buscas e 1 intimação)Mato Grosso: nas cidades de Juína (1 Condução e 1 busca) e Jaciara (1 Condução e 1 busca)
Pará: nas cidades de Tucumã (1 Condução e 1 busca) e Santarém (1 Condução e 1 busca)
Distrito Federal: 9 conduções e 9 buscas
São Paulo: na cidade de Piracicaba (1 condução)
Rio de Janeiro: na cidade do Rio de Janeiro (2 Conduções)
Minas Gerais: nas cidades de Belo Horizonte (1 condução e 1 busca), Francisco Sá (1 condução e 1 busca) e Araxá (1 Condução)
Paraná: na cidade de São José dos Pinhais (1 Condução)
Rio Grande do Sul: na cidade de Rio Grande (1 intimação)
Bahia: na cidade de Lauro de Freitas (1 condução e 1 busca)

Veja mais notícias sobre Cidades.

Veja também:

 

Comentários:

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Visitante
Segunda, 14 Junho 2021

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://portalamazonia.com/