Sidebar Menu

Manaus 30º • Nublado
Quarta, 30 Setembro 2020

Aproximar Muda Tudo apoia o Dia Nacional da Alegria com ação para crianças, em Manaus

Aproximar Muda Tudo apoia o Dia Nacional da Alegria com ação para crianças, em Manaus
O Projeto Aproximar Muda Tudo, da Fundação Rede Amazônica, esteve presente no Dia Nacional da Alegria, realizado pelo Fun Park, na última quarta-feira (10), na zona norte de Manaus. Para celebrar a data, o parque abriu suas portas de forma gratuita para mais de 300 crianças de instituições sociais da capital.

Foram beneficiadas crianças das seguintes instituições: Instituto Casa de Mamãe, Instituto Ágape, Centro Social Caminho Seguro, Nacer, Instituto Mãos que Criam Artes e Jannel Doyle. Elas puderam aproveitar uma tarde de muito entretenimento e diversão.
Foto: Divulgação
Como acontece todos os anos, a Associação de Empresas de Parques de Diversões (Adibra), que instituiu a data desde 2008, mobiliza seus associados a fazer a ação social em prol da diversão da criançada em todo o Brasil. Essa é a décima segunda edição do evento, que, este ano, espera quebrar um marco e receber mais de 100 mil crianças em parques de todo o Brasil.

“O FunPark, por meio do Dia Nacional da Alegria, cumpre o seu papel social. Na verdade estamos sempre de portas abertas durante todo o ano para realizar um dia de lazer totalmente gratuito para as instituições que cuidam de crianças carentes. A responsabilidade social do FunPark é o ano inteiro, basta as instituições entrarem em contato com a gente e para agendar um Dia da Comunidade”, informa o diretor do FunPark, Alberto Alcântara.

Como braço social da Fundação Rede Amazônica, o Aproximar Muda Tudo esse ano atua diretamente com a 'Proteção a Criança e ao Adolescente'. "A tarde de quarta-feira marcou para essas crianças a preservação de um direito muito importante, o direito ao entretenimento saudável, são crianças que já passaram ou passam por situações muito adversas na vida e hoje elas puderam ser livres e aproveitar uma das melhores fases da vida que é a infância, com certeza, isso vai ficar na memória e no coração de cada uma delas", disse a coordenadora do projeto, Rafaelle Nascimento.
Foto: Divulgação

Veja mais notícias sobre Atualidades.

Veja também:

 

Comentários:

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Visitante
Quarta, 30 Setembro 2020

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://portalamazonia.com/