Sidebar Menu

Manaus 30º • Nublado
Domingo, 18 Abril 2021

Mais nove casos da nova variante de covid-19 é confirmado no Pará

A Secretaria de Saúde Pública do Estado confirma mais nove casos da nova variante de Covid-19, em Santarém, Óbidos e Monte Alegre. O Laboratório Central do Estado do Pará, (LACEN-PA) firmou uma parceria com a Fundação Oswaldo Cruz (FIOCRUZ), no Rio de Janeiro, para realizar o sequenciamento genético das amostras.

No dia 29 de janeiro, o governador Helder Barbalho, informou por meio de suas redes sociais, que duas pessoas foram detectadas com a nova variante, no estado do Pará. Um homem de 58 anos e uma mulher de 26 anos, ambos residentes em Santarém, no oeste paraense. Ao todo o estado do Pará tem 11 casos confirmados da nova variante.

Segundo informa o diretor geral LACEN-PA, Alberto Jorge Junior, o laboratório paraense enviou 25 amostras positivas para COVID19 para sequenciamento genético na Fundação Oswaldo Cruz (FIOCRUZ), no Rio de Janeiro.

Foto: Marco Santos

"Estamos fazendo uma parceria com a FIOCRUZ para o sequenciamento genético de amostras positiva de Covid-19, para identificar casos da nova variante da doença. Enviamos no dia 25 de janeiro, 25 amostras de pacientes do Oeste do Pará e de Manaus, deste total, nove amostras foram identificadas com a variante P1, mesma variante encontrada no estado do Amazonas".

As nove amostras confirmadas com a variante P1, são de quatro homens e cinco mulheres, com idade entre 26 e 75 anos. Uma paciente do sexo feminino teve a coleta da amostra após óbito.

A Sespa realiza o monitoramento dos casos confirmados com a nova variante de Covid-19, através do Centro de Informações Estratégicas em Vigilância em Saúde (CIEVS) e a Vigilância Epidemiológica do Estado e dos municípios. A Sespa já iniciou um processo de investigação para entender onde surgiu essa contaminação e entender o mecanismo de transmissão e a magnitude da variante, no sentido de gravidade da doença, transmissibilidade, e como isso ocorre na nossa região.

Para o secretário de saúde, Rômulo Rodovalho, é importante entender como está acontecendo essa transmissão para o Governo do Pará tomar as medidas necessárias.

"Com o monitoramento desses pacientes poderemos avaliar quais providências devem ser tomadas, sejam elas barreiras sanitárias entre municípios ou medidas restritivas. O grande perigo é que essas pessoas infectadas com essa nova variante, circulem pelo estado, transmitindo a doença", avalia o secretário.

As 25 amostras foram testadas por RT PCR. 22 amostras são de pacientes dos municípios que compõem o oeste do Pará (Santarém, Óbidos e Monte Alegre) e três amostras de investigação clínico epidemiológica de pacientes procedentes de Manaus (AM), internados no Hospital de Campanha do Hangar, em Belém.

"A Seção de Vírus Respiratórios do LACEN-PA, verificou o alto índice de positividade, bem como a alta carga viral e ciclo de detecção baixo dos pacientes, desta forma obedecendo os critérios estabelecidos para amostras passíveis de sequenciamento. Segundo a resposta das análises que recebemos da FIOCRUZ, de acordo com a carga viral foi possível recuperar o genoma completo de 18 amostras, nove apresentaram mutações condizentes com a linhagem P.1 e as três amostras de pacientes procedentes de Manaus-AM, não foram possíveis sequenciar ", explica Alberto.

A Secretaria de Estado de Saúde Pública (Sespa) reforça a necessidade de que todos continuem mantendo o uso de máscara e o distanciamento social, e higienizando as mãos com água e sabão e álcool em gel para evitar a contaminação e o consequente aumento de casos da doença.

Veja mais notícias sobre ParáSaúde.

Veja também:

 

Comentários:

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Visitante
Segunda, 19 Abril 2021

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://portalamazonia.com/