Sidebar Menu

Manaus 30º • Nublado
Sábado, 12 Junho 2021

‘Salva-vidas’ - Poeta do Amapá, Thiago Soeiro lança primeiro livro impresso de poemas

O poeta amapaense Thiago Soeiro vai lançar em uma "live" poética a primeira obra impressa dele, no dia 11 de junho às 20h30. "Salva-Vidas" é um livro que reúne 36 poemas escritos desde 2013, que falam principalmente sobre o mar.

Integrante do grupo lítero-musical Poetas Azuis, Thiago Soeiro busca usar a poesia para "salvar" o leitor afogado na dor, na saudade, no amor ou em problemas pessoais.

Na obra de leitura leve, o autor conversa com a poesia cotidiana e expõe a relação afetiva que tem com o mar, de água salgada e doce também. Para o poeta, o livro é a concretização de um sonho. "'Salva-vidas' fala muito de mim como poeta e como pessoa, e carrega muitos sentimentos bonitos construídos nestes anos que me dedico à literatura", descreveu.
Foto: Divulgação

A obra também terá conteúdo digital. Um áudio book será disponibilizado nas principais plataformas de áudio, a partir do dia 18 de junho. Serão 14 poemas interpretados pelo próprio Thiago Soeiro.

A "live" de lançamento da obra será pelo Instagram @duastelasproducoesap e terá como convidados os poetas Aline Monteiro, Carla Nobre, Pedro Stkls, e ainda Joãozinho Gomes, Aquila Emanuelle e Janete Lacerda.

"Salva-vidas" foi publicado através da Lei Aldir Blanc, por meio do edital Carlos Lima "Seu Portuga", da Secretaria de Estado da Cultura do Amapá (Secult), com realização de Duas Telas Produções.

Sobre o autor

De sangue e vivência nortista, Thiago Soeiro nasceu em Belém (PA) em 1989 e mora em Macapá (AP) desde 2008. Ele é jornalista e poeta que busca popularizar a literatura através dos poemas escritos e falados. Os primeiros escritos começaram a ser publicados em 2009, através do blog Amor Cafona, onde manteve atualizado quase que diariamente até 2012, com cartas e poemas de amor.

Da web para os palcos, em 2011, Soeiro passou a atuar como "dizedor de poesia", ao fundar o grupo lítero-musical Poetas Azuis. Com a poesia falada, ele já se apresentou em feiras e festas literárias no Amapá, Pará, Alagoas, Bahia e Rio de Janeiro.

Já teve oportunidade de integrar a exposição "Poesia Agora", do Museu da Língua Portuguesa em 2015. Além disso, em 2020 lançou o projeto "Livro dos Ipês" que contou com áudio book, e-book e ainda tradução em vídeo para a Língua Brasileira de Sinais. 

Veja mais notícias sobre EducaçãoAmapá.

Veja também:

 

Comentários:

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Visitante
Sábado, 12 Junho 2021

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://portalamazonia.com/