Sidebar Menu

Manaus 30º • Nublado
Domingo, 20 Junho 2021

Currículo acreano do novo ensino médio será avaliado pelo Conselho Estadual de Educação

A elaboração oficial do currículo e a arquitetura dessa etapa de ensino estabelece uma organização curricular que deverá contemplar a Base Nacional Comum Curricular (BNCC) e a oferta de diferentes itinerários formativos, com foco nas áreas de conhecimento e na formação técnica profissional.

De acordo com a diretora de Ensino da SEE, Denise dos Santos, a primeira etapa da construção do documento foi elaborada por uma equipe composta por diversos servidores. "A proposta do currículo do novo ensino médio possibilita autonomia aos estudantes na escolha de percurso de aprendizagem e amplia seu universo de conhecimento, no âmbito escolar, para que ele possa construir um projeto de vida", salientou a diretora durante a reunião.

A consulta virtual do documento contou com a participação de gestores, professores, equipe técnica da Secretaria de Educação, representantes do Concelho Estadual de Educação e da União Nacional dos Dirigentes Municipais de Educação (Undime/AC), entre outros.

O processo de construção da proposta curricular começou a ser formulado em 2019. Foto: Jorge William/ SEE

Segundo a presidente do Concelho de Educação, Iris Célia Cabanelas, o processo agora entra na segunda etapa, quando serão analisadas as definições da proposta, pelos membros do CEE, para então ser homologada. "A educação do Acre vive um momento ímpar de transformação, sobretudo no fazer pedagógico do Ensino Médio. Essa construção coletiva do currículo foi graças à parceria dos servidores da educação de forma geral", pontuou a presidente.

O processo de construção da proposta curricular começou a ser formulado em 2019. Desde então, gestores, professores e supervisores participam de encontros formativos, promovidos pela Secretaria Estadual de Educação. Durante a primeira etapa, o documento foi submetido à consulta pública online para contribuições metodológicas adequadas à flexibilização curricular. 

Foto: Jorge William/ SEE

A proposta do novo ensino médio faz parte das mudanças na lei nº 13. 425, de 2017, que alterou a lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional (LDBEN), ampliando a carga horária mínima anual do ensino médio, no prazo de cinco anos. "Essas mudanças na legislação educacional correspondem ao quinto itinerário formativo no qual o currículo do ensino médio passa a ser composto pela BNCC e pelos itinerários formativos específicos", explicou a chefe da Divisão Curricular da SEE, Carmen Braga.

A previsão é que a proposta seja implementada até 2022 em todas a unidades de ensino médio do Estado. " O sentimento é de gratidão à todos que trabalharam para que a entrega desse documento fosse concluída dentro do prazo estabelecido. A nossa missão é sempre trazer o melhor aos alunos, e a proposta curricular do ensino médio contemplará isso", externou o secretário de Educação, Mauro Sérgio Cruz, que também esteve presente durante o encontro. 

Veja mais notícias sobre EducaçãoAcre.

Veja também:

 

Comentários:

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Visitante
Domingo, 20 Junho 2021

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://portalamazonia.com/