Publieditorial

10 dicas para ter menos problemas na volta às aulas das crianças

Para os pais que vão deixar os filhos na escola, é um momento de transição que pode gerar desconforto


 

Foto: Portal Amazônia/Isaac Guerreiro

 

Entre janeiro e fevereiro acontece o retorno às aulas da maiorias das escolas de nível infantil e fundamental. Para os pais que vão deixar pela primeira vez os filhos na escola, é um momento de transição que pode gerar desconforto, seja por falta de hábito dos filhos, ou do sentimento de perda dos pais.

Isso foi o que aconteceu com a arquiteta e designer de interiores, Fernanda Paula Silva, que é mãe de três filhos. De acordo com a Fernanda, o primeiro dia de aula da criança é desconfortável. "Hoje eles ficam super animados com a volta às aulas, mas os primeiros dias de aula deles foi bem estressante", afirma a arquiteta.

A coordenadora pedagógica do Centro Educacional Agnus Dei, Josiléia Saraiva, afirma que a sensação de insegurança provocada pelo momento é comum. Ela faz quatro recomendações para uma volta as aulas mais tranquila:

1. Conversar


É muito importante que a criança esteja ciente de todo o processo. "As crianças precisam dos pais para explicar como funciona a escola, o que ela vai fazer na sala de aula e que tipos coisas são interessantes estão a espera dela. Ter conversas francas com seus filhos é uma boa maneira de fazer essa transição se tornar mais suave para ambos", afirma a coordenadora.

2. Participar de pequenas escolhas

Outra forma de motivar a criança é fazendo-a escolher alguns itens do material escolar. "Cada um tem o seu limite orçamentário para o material escolar. Tire ao menos alguns objetos da lista de uso individual da criança para que ela possa escolher. Dessa maneira a criança fica mais motivada de ir a escola para usar o material que ela escolheu".

3. Criar hábitos

As crianças podem estar pouco acostumadas a acordar junto com os pais pela manhã. Uma das mais formas de diminuir o estresse de acordar tão cedo é preparar a criança - com uma ou duas semanas de antecedência - para acordar no horário da escola.

4. Afastamento gradativo

Mesmo com todos esses passos é possível que a criança continue estressada com o início das aulas. Por insegurança de nunca ter passado tanto tempo longe dos pais, ou de estar num ambiente completamente novo é importante que o pai mostre segurança nessa hora. "Os pais podem acompanhar os filhos nos primeiros dias. Isso dá oportunidade a criança a se aproximar da professora e de outras crianças de maneira confortável. É importante que todos os dias o familiar vá ficando menos horas em sala de aula até que a criança não sinta falta do pai durante toda a aula", disse a coordenadora.

   

Agnus Dei

O Centro Educacional Agnus Dei criado em fevereiro de 2006 e tem como proposta educacional 'Sabedoria, Respeito e Compromisso em Educação Infantil e no Ensino Fundamental'. A escola vai desde o berçário ao ensino fundamental I, e conta com um programa de estimulação e cardápios personalizados, pela manhã, tarde, alternativo (até às 15h) e integral (até às 17h30). A escola conta com serviços de Pedagogia,Pediatra, Nutrição, Psicopedagogia e Enfermagem, aulas de natação, judô, dança e informática são oferecidos às crianças, e uma  super colônia de férias no mês de julho e dezembro que acorre todos os anos.

A escola está localizada na avenida Rio Mar, n°. 38, no bairro Vieiralves. Mais informações sobre matrículas e calendário escolar podem ser obtidas através dos telefones (92) 3584-5458, (92) 3584-2815 ou (92) 99493-5066.

 

 


Publieditorial

10 dicas para ter menos problemas na volta às aulas das crianças

Para os pais que vão deixar os filhos na escola, é um momento de transição que pode gerar desconforto

Isaac Guerreiro

isaac.guerreiro@portalamazonia.com


 

Foto: Portal Amazônia/Isaac Guerreiro

 

Entre janeiro e fevereiro acontece o retorno às aulas da maiorias das escolas de nível infantil e fundamental. Para os pais que vão deixar pela primeira vez os filhos na escola, é um momento de transição que pode gerar desconforto, seja por falta de hábito dos filhos, ou do sentimento de perda dos pais.

Isso foi o que aconteceu com a arquiteta e designer de interiores, Fernanda Paula Silva, que é mãe de três filhos. De acordo com a Fernanda, o primeiro dia de aula da criança é desconfortável. "Hoje eles ficam super animados com a volta às aulas, mas os primeiros dias de aula deles foi bem estressante", afirma a arquiteta.

A coordenadora pedagógica do Centro Educacional Agnus Dei, Josiléia Saraiva, afirma que a sensação de insegurança provocada pelo momento é comum. Ela faz quatro recomendações para uma volta as aulas mais tranquila:

1. Conversar


É muito importante que a criança esteja ciente de todo o processo. "As crianças precisam dos pais para explicar como funciona a escola, o que ela vai fazer na sala de aula e que tipos coisas são interessantes estão a espera dela. Ter conversas francas com seus filhos é uma boa maneira de fazer essa transição se tornar mais suave para ambos", afirma a coordenadora.

2. Participar de pequenas escolhas

Outra forma de motivar a criança é fazendo-a escolher alguns itens do material escolar. "Cada um tem o seu limite orçamentário para o material escolar. Tire ao menos alguns objetos da lista de uso individual da criança para que ela possa escolher. Dessa maneira a criança fica mais motivada de ir a escola para usar o material que ela escolheu".

3. Criar hábitos

As crianças podem estar pouco acostumadas a acordar junto com os pais pela manhã. Uma das mais formas de diminuir o estresse de acordar tão cedo é preparar a criança - com uma ou duas semanas de antecedência - para acordar no horário da escola.

4. Afastamento gradativo

Mesmo com todos esses passos é possível que a criança continue estressada com o início das aulas. Por insegurança de nunca ter passado tanto tempo longe dos pais, ou de estar num ambiente completamente novo é importante que o pai mostre segurança nessa hora. "Os pais podem acompanhar os filhos nos primeiros dias. Isso dá oportunidade a criança a se aproximar da professora e de outras crianças de maneira confortável. É importante que todos os dias o familiar vá ficando menos horas em sala de aula até que a criança não sinta falta do pai durante toda a aula", disse a coordenadora.

   

Agnus Dei

O Centro Educacional Agnus Dei criado em fevereiro de 2006 e tem como proposta educacional 'Sabedoria, Respeito e Compromisso em Educação Infantil e no Ensino Fundamental'. A escola vai desde o berçário ao ensino fundamental I, e conta com um programa de estimulação e cardápios personalizados, pela manhã, tarde, alternativo (até às 15h) e integral (até às 17h30). A escola conta com serviços de Pedagogia,Pediatra, Nutrição, Psicopedagogia e Enfermagem, aulas de natação, judô, dança e informática são oferecidos às crianças, e uma  super colônia de férias no mês de julho e dezembro que acorre todos os anos.

A escola está localizada na avenida Rio Mar, n°. 38, no bairro Vieiralves. Mais informações sobre matrículas e calendário escolar podem ser obtidas através dos telefones (92) 3584-5458, (92) 3584-2815 ou (92) 99493-5066.

 

 

TAG criançaseducacaoAgnus Deipublieditorial