Publicidade

Rafael Froner

10 cantores do pop brasileiro que você precisa ouvir

"Resolvi separar alguns dos artistas brasileiros que estão contando uma nova história, misturando elementos internacionais com ritmos tipicamente brasileiros"

Rafael Froner

rafafroner@gmail.com


Na estreia do Café com Rafa aqui no Portal Amazônia, quero compartilhar com vocês o meu amor e eterna busca por música e entretenimento de qualidade, diferente e arrepiante. O "Café" é um projeto muito querido meu, que nasceu em 2015 no YouTube e agora também marca presença por aqui.

Penso que nem todo mundo tem tempo de ficar caçando as novidades musicais – afinal, todo dia tem um novo clipe, disco ou single subindo nas plataformas de streaming. E as “paradas de sucesso” tocam apenas aquela música de uma dupla que você não consegue decorar o nome de nenhum dos dois. Estou errado?

Resolvi, então, separar alguns dos artistas brasileiros que estão contando uma nova história, misturando elementos internacionais com ritmos tipicamente brasileiros.

As Bahias e a Cozinha Mineira

A dupla de vozes poderosas é um projeto que nasceu na faculdade de História, em São Paulo. A banda tem como inspiração Gal Costa e Clube da Esquina, e fala de temas que vão das características de fauna e flora brasileira ao sentimento de ser mulher. A dupla já lançou dois discos que esbanjam beleza também na direção de arte.
 


Banda Saturno

A banda amazonense me surpreendeu durante uma performance no ano passado. Além de excelente técnica sonora e visual, a banda mistura ritmos e tem uma pegada rock que não deixa a desejar a nenhuma banda internacional.
 

Duda Beat

A recifense conseguiu transformar sofrência, dramas pessoais e a cultura pernambucana em música pop, com letras que falam de experiências pessoais com ritmos Brega, RnB, Reggae e música eletrônica. Vale conferir também o cover de Lana Del Rey “High on the beach” que virou o hilário brega “Chapadinha na praia”.
 

IZA

A carioca Isabela Cristina esbanja beleza e sorriso em todas as imagens que aparecem na internet, ela surgiu há quatro anos no YouTube com covers de Nina Simone a Rihanna, e conquistou um lugar nas paradas brasileiras com o disco “Dona de Mim”. O álbum tem inspiração em RnB, Hip Hop, Samba e até tambores típicos de Umbanda.
 

Jaloo

O paraense tem mistura o típico tecnobrega de origem com letras que falam de segredos, inquietações e poesia. O segundo disco, “Céu Azul”, deverá chegar este ano e promete músicas interessantes e um visual de brilhar os olhos – afinal, esse é um dos pontos altos da carreira dele.
 

Jão

O paulista traz em seu primeiro disco “Lobos” uma versatilidade pop, com letras impactantes, divertidas e que se tornam facilmente “hinos” da nova geração. O cantor esteve em Manaus em 2018 e foi um sucesso de público, o que prova que ele terá ainda muito sucesso pela frente.
 

Liniker e os Caramelows

Liniker é uma das vozes mais poderosas da geração. Acha que estou exagerando? Ao conferir suas faixas que vão de soul ao samba, sua voz nos abraça com calmaria e beleza. A banda paulista faz poesia e manifesto por meio da música. Fico imaginando como seria conferir um shows deles. Deve ser incrível.
 

Letrux

A multifacetada Letícia Pinheiro é carioca e oferece no seu primeiro disco solo - “Letrux Em Noite de Climão” - uma das experiências auditivas mais deliciosas que já tive. Com temática sensual, as faixas misturam Eletro e rock, com letras que falam sem tabu sobre sexualidade, empoderamento e arte contemporânea.
 

Pabllo Vittar

A drag queen mais famosa do país - quiçá uma das maiores do mundo - mistura diversos ritmos populares do país. Por conta de sua experiência ao morar no Pará, Maranhão e São Paulo, Pabllo une ritmos como forró, funk, swingueira e até a cúmbia no segundo disco, “Não Para Não”. A voz potente e adocicada é uma das mais marcantes da nova geração.
 

República Popular

A banda amazonense tem carisma e desenvoltura de um grupo internacional. Seu show é contagiante e mistura ritmos regionais, carnavalescos e até psicodélicos. O segundo disco tem uma pegada de MPB e música eletrônica. A identidade visual da banda (clipes, artes e foto) são inspiradoras.
 

Nessa singela lista não deu para colocar todas as novidades, porém listo aqui mais alguns nomes, caso queiram correr atrás e se atualizar da nova face pop-brasileira: Ana Canãs, Mahmundi, Xênia França, MC Tha, AnaVitória, Johnny Hooker, Dan Stump, Linn da Quebrada, O Terno e muito mais.

Foi um prazer dar início a essa coluna no Portal Amazônia! Se quiser ficar mais próximo do mundo pop, siga-me nas redes sociais e do canal no Youtube:

instagram.com/cafecomrafa

twitter.com/cafecomrafa

youtube.com/c/cafecomrafa1

Rafael Froner

Home > Opiniao > Rafael-froner

10 cantores do pop brasileiro que você precisa ouvir

"Resolvi separar alguns dos artistas brasileiros que estão contando uma nova história, misturando elementos internacionais com ritmos tipicamente brasileiros"

Rafael Froner

rafafroner@gmail.com


Na estreia do Café com Rafa aqui no Portal Amazônia, quero compartilhar com vocês o meu amor e eterna busca por música e entretenimento de qualidade, diferente e arrepiante. O "Café" é um projeto muito querido meu, que nasceu em 2015 no YouTube e agora também marca presença por aqui.

Penso que nem todo mundo tem tempo de ficar caçando as novidades musicais – afinal, todo dia tem um novo clipe, disco ou single subindo nas plataformas de streaming. E as “paradas de sucesso” tocam apenas aquela música de uma dupla que você não consegue decorar o nome de nenhum dos dois. Estou errado?

Resolvi, então, separar alguns dos artistas brasileiros que estão contando uma nova história, misturando elementos internacionais com ritmos tipicamente brasileiros.

As Bahias e a Cozinha Mineira

A dupla de vozes poderosas é um projeto que nasceu na faculdade de História, em São Paulo. A banda tem como inspiração Gal Costa e Clube da Esquina, e fala de temas que vão das características de fauna e flora brasileira ao sentimento de ser mulher. A dupla já lançou dois discos que esbanjam beleza também na direção de arte.
 


Banda Saturno

A banda amazonense me surpreendeu durante uma performance no ano passado. Além de excelente técnica sonora e visual, a banda mistura ritmos e tem uma pegada rock que não deixa a desejar a nenhuma banda internacional.
 

Duda Beat

A recifense conseguiu transformar sofrência, dramas pessoais e a cultura pernambucana em música pop, com letras que falam de experiências pessoais com ritmos Brega, RnB, Reggae e música eletrônica. Vale conferir também o cover de Lana Del Rey “High on the beach” que virou o hilário brega “Chapadinha na praia”.
 

IZA

A carioca Isabela Cristina esbanja beleza e sorriso em todas as imagens que aparecem na internet, ela surgiu há quatro anos no YouTube com covers de Nina Simone a Rihanna, e conquistou um lugar nas paradas brasileiras com o disco “Dona de Mim”. O álbum tem inspiração em RnB, Hip Hop, Samba e até tambores típicos de Umbanda.
 

Jaloo

O paraense tem mistura o típico tecnobrega de origem com letras que falam de segredos, inquietações e poesia. O segundo disco, “Céu Azul”, deverá chegar este ano e promete músicas interessantes e um visual de brilhar os olhos – afinal, esse é um dos pontos altos da carreira dele.
 

Jão

O paulista traz em seu primeiro disco “Lobos” uma versatilidade pop, com letras impactantes, divertidas e que se tornam facilmente “hinos” da nova geração. O cantor esteve em Manaus em 2018 e foi um sucesso de público, o que prova que ele terá ainda muito sucesso pela frente.
 

Liniker e os Caramelows

Liniker é uma das vozes mais poderosas da geração. Acha que estou exagerando? Ao conferir suas faixas que vão de soul ao samba, sua voz nos abraça com calmaria e beleza. A banda paulista faz poesia e manifesto por meio da música. Fico imaginando como seria conferir um shows deles. Deve ser incrível.
 

Letrux

A multifacetada Letícia Pinheiro é carioca e oferece no seu primeiro disco solo - “Letrux Em Noite de Climão” - uma das experiências auditivas mais deliciosas que já tive. Com temática sensual, as faixas misturam Eletro e rock, com letras que falam sem tabu sobre sexualidade, empoderamento e arte contemporânea.
 

Pabllo Vittar

A drag queen mais famosa do país - quiçá uma das maiores do mundo - mistura diversos ritmos populares do país. Por conta de sua experiência ao morar no Pará, Maranhão e São Paulo, Pabllo une ritmos como forró, funk, swingueira e até a cúmbia no segundo disco, “Não Para Não”. A voz potente e adocicada é uma das mais marcantes da nova geração.
 

República Popular

A banda amazonense tem carisma e desenvoltura de um grupo internacional. Seu show é contagiante e mistura ritmos regionais, carnavalescos e até psicodélicos. O segundo disco tem uma pegada de MPB e música eletrônica. A identidade visual da banda (clipes, artes e foto) são inspiradoras.
 

Nessa singela lista não deu para colocar todas as novidades, porém listo aqui mais alguns nomes, caso queiram correr atrás e se atualizar da nova face pop-brasileira: Ana Canãs, Mahmundi, Xênia França, MC Tha, AnaVitória, Johnny Hooker, Dan Stump, Linn da Quebrada, O Terno e muito mais.

Foi um prazer dar início a essa coluna no Portal Amazônia! Se quiser ficar mais próximo do mundo pop, siga-me nas redes sociais e do canal no Youtube:

instagram.com/cafecomrafa

twitter.com/cafecomrafa

TAG cultura popCafe com Rafamusica