Publicidade

Paola Guidobono

Home > Opiniao > Paola-guidobono
Paola Guidobono

Aromaterapia: “Um bom perfume é aquele que causa impacto”

Paola Guidobono explica como funciona a aromaterapia e apresenta um resumo das sensações que cada um dos aromas te ajuda a reduzir. Confira:

Paola Guidobono


Aromaterapia é uma técnica terapêutica que utiliza um odor agradável capaz de criar uma memória olfativa ou desbordar uma, promovendo a saúde, bem estar físico e mental. Os aromas ficam registrados em nosso cérebro como tatuagens, e você de olhos fechados é capaz de reconhecer o perfume daquela pessoa especial ou identificar a sua comida favorita. 


Isso porque o olfato é um sentido poderoso, e usamos diariamente em relações afetivas ou profissionais, criando memórias e sensações. Inclusive as primeiras lembranças criadas são os odores, e cerca de 85% das pessoas têm memórias da infância vinculadas a aromas particulares, como o cheiro da mãe, da chuva, da casa da vó, etc.

 

 

 
Foto: Divulgação

Possuímos um milhão de células especializadas em captar os aromas e enviá-los para o cérebro em uma “zona primitiva”, onde são registradas também as atividades relacionadas com outras sensações (sexo, fome, sede, etc). Essa é a razão pela qual os aromas são capazes de desencadear lembranças agradáveis ou não. As memórias olfativas costumam ser emocionalmente intensas e nos arrebatam para cenas vívidas momentaneamente. A aromaterapia faz uso das sensações, que cada um dos 10  mil aromas é capaz de manifestar.

 

Acredita-se que o ser humano percebeu os diferentes odores que exalavam das fogueiras, quando queimavam certos galhos ou folhas, e não é de se surpreender, que a palavra perfume deriva do Latim “per fumum” e significa “através da fumaça”. Hipócrates (filósofo grego) 300 a.C, era adepto das fumigações para limpeza de ambientes e banhos aromáticos no tratamento de diversas enfermidades. Porém hoje, substituímos as fumigações por difusores de ambientes refinados, usamos cremes, sais de banho, incensos e velas aromáticas, e  você ficaria surpreso em saber, que os livros de Marketing Motivacional possuem um capítulo inteiro sobre a memória olfativa e a sua inesgotável utilização para geração de sensações e lembranças.

 

Essa técnica tem muitas ramificações, e a mais associada com o termo “aromaterapia” é a que utiliza óleos essenciais de plantas 100% puros e posteriormente falaremos exclusivamente desses óleos.

 

Por hora, proponho que você experimente os benefícios dos aromas no seu dia-a-dia e recomendo que você comece por um incenso de boa qualidade ou uma vela aromática. Para te ajudar, eu fiz uma tabela resumida das sensações que cada um dos aromas te ajuda a reduzir.

 

Fica mais fácil de perceber as mudanças de humor, se você escolher apenas um aroma de cada vez. Se desejar potencializar os benefícios, faça um escalda pés com as flores ou ervas escolhidas. E acompanhe as matérias semanais para saber mais sobre os aromas, óleos e o que mais for possível, natural e terapêutico.

 

Gostou? Me segue no Instagram @paolaguidobono

 

 

Paola Guidobono – Psicoterapeuta Transpessoal – Terapeuta Holo-Sistêmica – Mestre Reiki Usui – Access Bars Practitioner – Bach Practitioner – Taróloga - Numeróloga

 

     

Aromaterapia: “Um bom perfume é aquele que causa impacto”

Paola Guidobono explica como funciona a aromaterapia e apresenta um resumo das sensações que cada um dos aromas te ajuda a reduzir. Confira:

Paola Guidobono


Aromaterapia é uma técnica terapêutica que utiliza um odor agradável capaz de criar uma memória olfativa ou desbordar uma, promovendo a saúde, bem estar físico e mental. Os aromas ficam registrados em nosso cérebro como tatuagens, e você de olhos fechados é capaz de reconhecer o perfume daquela pessoa especial ou identificar a sua comida favorita. 


Isso porque o olfato é um sentido poderoso, e usamos diariamente em relações afetivas ou profissionais, criando memórias e sensações. Inclusive as primeiras lembranças criadas são os odores, e cerca de 85% das pessoas têm memórias da infância vinculadas a aromas particulares, como o cheiro da mãe, da chuva, da casa da vó, etc.

 

 

 
Foto: Divulgação

Possuímos um milhão de células especializadas em captar os aromas e enviá-los para o cérebro em uma “zona primitiva”, onde são registradas também as atividades relacionadas com outras sensações (sexo, fome, sede, etc). Essa é a razão pela qual os aromas são capazes de desencadear lembranças agradáveis ou não. As memórias olfativas costumam ser emocionalmente intensas e nos arrebatam para cenas vívidas momentaneamente. A aromaterapia faz uso das sensações, que cada um dos 10  mil aromas é capaz de manifestar.

 

Acredita-se que o ser humano percebeu os diferentes odores que exalavam das fogueiras, quando queimavam certos galhos ou folhas, e não é de se surpreender, que a palavra perfume deriva do Latim “per fumum” e significa “através da fumaça”. Hipócrates (filósofo grego) 300 a.C, era adepto das fumigações para limpeza de ambientes e banhos aromáticos no tratamento de diversas enfermidades. Porém hoje, substituímos as fumigações por difusores de ambientes refinados, usamos cremes, sais de banho, incensos e velas aromáticas, e  você ficaria surpreso em saber, que os livros de Marketing Motivacional possuem um capítulo inteiro sobre a memória olfativa e a sua inesgotável utilização para geração de sensações e lembranças.

 

Essa técnica tem muitas ramificações, e a mais associada com o termo “aromaterapia” é a que utiliza óleos essenciais de plantas 100% puros e posteriormente falaremos exclusivamente desses óleos.

 

Por hora, proponho que você experimente os benefícios dos aromas no seu dia-a-dia e recomendo que você comece por um incenso de boa qualidade ou uma vela aromática. Para te ajudar, eu fiz uma tabela resumida das sensações que cada um dos aromas te ajuda a reduzir.

 

Timeline Dark
Infogram

Fica mais fácil de perceber as mudanças de humor, se você escolher apenas um aroma de cada vez. Se desejar potencializar os benefícios, faça um escalda pés com as flores ou ervas escolhidas. E acompanhe as matérias semanais para saber mais sobre os aromas, óleos e o que mais for possível, natural e terapêutico.

 

Gostou? Me segue no Instagram @paolaguidobono

 

 

Paola Guidobono – Psicoterapeuta Transpessoal – Terapeuta Holo-Sistêmica – Mestre Reiki Usui – Access Bars Practitioner – Bach Practitioner – Taróloga - Numeróloga

 

     

TAG aromaterapiaholismoPaola Guidobonoartigo