Publicidade

Márcya Lira

Home > Opiniao > Marcya-lira
Márcya Lira

Onde estão os pais das Cinderelas?

Assim como nos contos de fada, toda filha vê na figura paterna um príncipe que sempre estará pronto para dançar a sua primeira valsa


Durante este mês de agosto quero escrever para os pais, afinal, este mês é dedicado a eles. E hoje vamos falar sobre a importância da figura paterna para o desenvolvimento das meninas. 

 

Quero começar compartilhando com vocês a história da pequena Maria Sue Chapman. Sou muito fã de seu pai, Steven Chapman Curtis, um cantor americano cristão, que escreveu várias músicas, sendo uma delas escolhida para compor a trilha sonora de Crônicas de Nárnia.

 

Marie Sue é uma das três crianças chinesas adotadas por Steven e sua esposa Mary Beth, que posteriormente fundaram um instituto social para tratar do tema adoção.

 

Steven e Mary Beth tinham outros filhos e, certo dia, enquanto a menina Marie Sue brincava na garagem de casa, um dos filhos entrou com o carro e, sem vê-la, acabou atropelando. A menina não resistiu aos ferimentos e morreu naquele mesmo dia.

 

Foto: Reprodução

Steven demorou bastante para se recuperar do trauma, mas ele escreveu uma canção que falava justamente sobre a importância de aproveitar todos os momentos com a sua Cinderela, pois o tempo passa e não há como voltar atrás.

 

A música fala que é preciso sempre estar pronto pra dançar a última dança, pois à meia noite o relógio toca e é preciso deixá-las ir.

 

Imagino o quão difícil foi para Steven viver este turbilhão de sentimentos mas a sua fé o fez superar tudo isso e o fez também enxergar com clareza a importância de aproveitar cada minuto, pois eles não voltam atrás.

 

Uma menina em fase de desenvolvimento buscará no pai referências que impactarão no futuro. Não é possível desenvolver um manual para esta convivência, mas os pais precisam perceber o quanto a sua influência impactará na auto estima de suas filhas e na forma como se relacionarão com as pessoas no futuro. 

 

Algumas vezes este relacionamento pode estar quebrado por algum motivo, mas ainda há tempo para resolver a questão. Pai, pergunte-se sobre o porquê desta relação estar assim e qual pode ter sido a sua contribuição para esta situação. Se você não conseguir responder a estes questionamentos, dialogue com sua filha, peça perdão por algo que tenha feito de errado e esteja pronto para perdoar se ela também errou. Demonstre interesse por tudo que ela faz, mostre-se disposto a ajudá-la naquilo que ela precisa. Isto trará saúde para o relacionamento de vocês.

 

Listo aqui algumas dicas especiais para o desenvolvimento de relacionamentos saudáveis entre pais e filhas. Não quero dizer que são dicas infalíveis, mas, certamente, seguir algumas delas pode ajudar muito a transformar seu lar em um ambiente de muita admiração, respeito e pronto reconhecimento amoroso.


Veja as dicas:


1. Demonstre respeito pela mãe dela


 

As vezes a realidade pode ser bem difícil pois nem sempre pai e mãe estão juntos, mas a filha precisa ver que um homem pode respeitar uma mulher e trata-la com dignidade e respeito.


Geralmente as mães são modelo numero 1 para as filhas. Se você demonstra respeito pela mãe de sua filha, seja casado ou não com ela, sua filha passará a amar e respeitar mais você. Se fizer o contrário a menina fatalmente se distanciará de você.

 

Foto: Pixabay

2. Saiba quem são as amigas de sua filha

 

As amigas de sua filha devem ser importantes para você, pois será para elas que sua filha contará os maiores segredos. Neste aspecto é importante ter essas amigas como suas aliadas também. Promova algumas atividades para conhece-las melhor, demonstre interesse por estar perto delas. Isso ajudará sua filha a desenvolver laços fortes de amizade, sem deixar a família em segundo plano.

 

3. Aprenda a arte da escuta reflexiva

 

Todos dizem que mulheres falam demais, mas na verdade gostamos de ser ouvidas, sem críticas. Tente ouvir sua filha sem jugar e guarde aqueles bons conselhos para momentos oportunos. Se não estiver entendendo muito bem o que ela está sentindo, fale do quanto está se esforçando para isso. Certamente ela vai admirá-lo pelo esforço de sua escuta reflexiva.

 

4. Passe tempo junto com sua filha

 

As melhores memórias são construídas a partir da experiência do conviver. Ainda que não morem na mesma casa ou que seja muito ocupado, para elas valerá muito a qualidade do tempo que passarem juntos, ainda que sejam apenas algumas poucas horas.

 

Foto: Pixabay

5. Tenha encontros com ela

 

A menina sempre sonha em ter um príncipe encantado e esse dia chegará, mas enquanto não chega, a menina vai amar ser cortejada pelo próprio pai. Leve sua filha para encontros especiais. Pode ser um jantar, um cinema, um passeio a dois. 

 

Aconselho todos os pais a assistirem o filme Corajosos, em especial uma das cenas mais emocionantes quando, durante um jantar com sua filha, o pai a presenteia com um anel, fala de seu grande amor por ela, pede que ela confie nele e em tudo que tem para lhe ensinar. Certamente a obra de ficção deve nos inspirar a fazer momentos simples se tornarem memoráveis. 

 

6. Ensine

 

Sabe aquela hora terrível que você chega do trabalho cansado, querendo apenas se jogar no sofá pra assistir o jornal? Pois é, para sua menina pode ser exatamente a hora de fazer o dever de casa. Deixar de fazer algo que você gosta para ajuda-la em sua tarefa de casa faz com que a menina enxergue o valor que você dá à educação. Não precisa ser todos os dias, mas se puder separar um momento pra estar junto a ela ajudando a realizar a tarefa, isso fará muita diferença na vida dela.

 

7. Nos momentos mais importantes esteja lá!

 

Não deixe de estar presente nos aniversários, nas comemorações da escola, na formatura. São momentos que marcam a memória da criança e sempre que ela lembrar você estará presente neles.

 

8. Contato físico é importante

 

Abraçar carinhosamente sua filha, ainda que ela seja adulta, é uma forma de ensiná-la também a ser carinhosa. As vezes eles não querem mais o chamego em publico, mas se você tiver a oportunidade de manifestar carinho, não deixe de fazê-lo e diga para ela o quanto é importante estar perto e como se sente feliz em poder demonstrar seu amor através do toque físico.


9. Cumpra aquilo que prometeu

 

Na relação entre pai e filha, é muito importante a confiança. Para isso é fundamental que sejam feitos os acordos e cumpridos os prometidos. Caso haja algum problema e não consiga cumprir, seja transparente e chame para conversar.  Quando ela vê o pai cumprindo a palavra ela buscará relacionamentos futuros fortes e confiáveis.


10. Seja participativo

 

Se interesse por tudo que ela gosta e faz. Estude sua filha para entender seu universo e aquilo que realmente importa para ela. Ela vai perceber que é possível ter pessoas a sua volta que se preocupam com ela, demonstram interesse e que estão dispostos a serem seus verdadeiros amigos.

 

Foto: Divulgação

A vida sempre é melhor para uma menina quando ela vê um pai, que nem sempre é o de sangue, mas que executa o papel primordial do protetor e cuidador dela.


A todos os pais encorajo que aceitem o desafio de serem os pais que deixam as marcas mais importantes na memória de suas filhas.

 


Onde estão os pais das Cinderelas?

Assim como nos contos de fada, toda filha vê na figura paterna um príncipe que sempre estará pronto para dançar a sua primeira valsa

Márcya Lira

marcya.lira@redeamazonica.com.br


Durante este mês de agosto quero escrever para os pais, afinal, este mês é dedicado a eles. E hoje vamos falar sobre a importância da figura paterna para o desenvolvimento das meninas. 

 

Quero começar compartilhando com vocês a história da pequena Maria Sue Chapman. Sou muito fã de seu pai, Steven Chapman Curtis, um cantor americano cristão, que escreveu várias músicas, sendo uma delas escolhida para compor a trilha sonora de Crônicas de Nárnia.

 

Marie Sue é uma das três crianças chinesas adotadas por Steven e sua esposa Mary Beth, que posteriormente fundaram um instituto social para tratar do tema adoção.

 

Steven e Mary Beth tinham outros filhos e, certo dia, enquanto a menina Marie Sue brincava na garagem de casa, um dos filhos entrou com o carro e, sem vê-la, acabou atropelando. A menina não resistiu aos ferimentos e morreu naquele mesmo dia.

 

Foto: Reprodução

Steven demorou bastante para se recuperar do trauma, mas ele escreveu uma canção que falava justamente sobre a importância de aproveitar todos os momentos com a sua Cinderela, pois o tempo passa e não há como voltar atrás.

 

A música fala que é preciso sempre estar pronto pra dançar a última dança, pois à meia noite o relógio toca e é preciso deixá-las ir.

 

Imagino o quão difícil foi para Steven viver este turbilhão de sentimentos mas a sua fé o fez superar tudo isso e o fez também enxergar com clareza a importância de aproveitar cada minuto, pois eles não voltam atrás.

 

Uma menina em fase de desenvolvimento buscará no pai referências que impactarão no futuro. Não é possível desenvolver um manual para esta convivência, mas os pais precisam perceber o quanto a sua influência impactará na auto estima de suas filhas e na forma como se relacionarão com as pessoas no futuro. 

 

Algumas vezes este relacionamento pode estar quebrado por algum motivo, mas ainda há tempo para resolver a questão. Pai, pergunte-se sobre o porquê desta relação estar assim e qual pode ter sido a sua contribuição para esta situação. Se você não conseguir responder a estes questionamentos, dialogue com sua filha, peça perdão por algo que tenha feito de errado e esteja pronto para perdoar se ela também errou. Demonstre interesse por tudo que ela faz, mostre-se disposto a ajudá-la naquilo que ela precisa. Isto trará saúde para o relacionamento de vocês.

 

Listo aqui algumas dicas especiais para o desenvolvimento de relacionamentos saudáveis entre pais e filhas. Não quero dizer que são dicas infalíveis, mas, certamente, seguir algumas delas pode ajudar muito a transformar seu lar em um ambiente de muita admiração, respeito e pronto reconhecimento amoroso.


Veja as dicas:


1. Demonstre respeito pela mãe dela


 

As vezes a realidade pode ser bem difícil pois nem sempre pai e mãe estão juntos, mas a filha precisa ver que um homem pode respeitar uma mulher e trata-la com dignidade e respeito.


Geralmente as mães são modelo numero 1 para as filhas. Se você demonstra respeito pela mãe de sua filha, seja casado ou não com ela, sua filha passará a amar e respeitar mais você. Se fizer o contrário a menina fatalmente se distanciará de você.

 

Foto: Pixabay

2. Saiba quem são as amigas de sua filha

 

As amigas de sua filha devem ser importantes para você, pois será para elas que sua filha contará os maiores segredos. Neste aspecto é importante ter essas amigas como suas aliadas também. Promova algumas atividades para conhece-las melhor, demonstre interesse por estar perto delas. Isso ajudará sua filha a desenvolver laços fortes de amizade, sem deixar a família em segundo plano.

 

3. Aprenda a arte da escuta reflexiva

 

Todos dizem que mulheres falam demais, mas na verdade gostamos de ser ouvidas, sem críticas. Tente ouvir sua filha sem jugar e guarde aqueles bons conselhos para momentos oportunos. Se não estiver entendendo muito bem o que ela está sentindo, fale do quanto está se esforçando para isso. Certamente ela vai admirá-lo pelo esforço de sua escuta reflexiva.

 

4. Passe tempo junto com sua filha

 

As melhores memórias são construídas a partir da experiência do conviver. Ainda que não morem na mesma casa ou que seja muito ocupado, para elas valerá muito a qualidade do tempo que passarem juntos, ainda que sejam apenas algumas poucas horas.

 

Foto: Pixabay

5. Tenha encontros com ela

 

A menina sempre sonha em ter um príncipe encantado e esse dia chegará, mas enquanto não chega, a menina vai amar ser cortejada pelo próprio pai. Leve sua filha para encontros especiais. Pode ser um jantar, um cinema, um passeio a dois. 

 

Aconselho todos os pais a assistirem o filme Corajosos, em especial uma das cenas mais emocionantes quando, durante um jantar com sua filha, o pai a presenteia com um anel, fala de seu grande amor por ela, pede que ela confie nele e em tudo que tem para lhe ensinar. Certamente a obra de ficção deve nos inspirar a fazer momentos simples se tornarem memoráveis. 

 

6. Ensine

 

Sabe aquela hora terrível que você chega do trabalho cansado, querendo apenas se jogar no sofá pra assistir o jornal? Pois é, para sua menina pode ser exatamente a hora de fazer o dever de casa. Deixar de fazer algo que você gosta para ajuda-la em sua tarefa de casa faz com que a menina enxergue o valor que você dá à educação. Não precisa ser todos os dias, mas se puder separar um momento pra estar junto a ela ajudando a realizar a tarefa, isso fará muita diferença na vida dela.

 

7. Nos momentos mais importantes esteja lá!

 

Não deixe de estar presente nos aniversários, nas comemorações da escola, na formatura. São momentos que marcam a memória da criança e sempre que ela lembrar você estará presente neles.

 

8. Contato físico é importante

 

Abraçar carinhosamente sua filha, ainda que ela seja adulta, é uma forma de ensiná-la também a ser carinhosa. As vezes eles não querem mais o chamego em publico, mas se você tiver a oportunidade de manifestar carinho, não deixe de fazê-lo e diga para ela o quanto é importante estar perto e como se sente feliz em poder demonstrar seu amor através do toque físico.


9. Cumpra aquilo que prometeu

 

Na relação entre pai e filha, é muito importante a confiança. Para isso é fundamental que sejam feitos os acordos e cumpridos os prometidos. Caso haja algum problema e não consiga cumprir, seja transparente e chame para conversar.  Quando ela vê o pai cumprindo a palavra ela buscará relacionamentos futuros fortes e confiáveis.


10. Seja participativo

 

Se interesse por tudo que ela gosta e faz. Estude sua filha para entender seu universo e aquilo que realmente importa para ela. Ela vai perceber que é possível ter pessoas a sua volta que se preocupam com ela, demonstram interesse e que estão dispostos a serem seus verdadeiros amigos.

 

Foto: Divulgação

A vida sempre é melhor para uma menina quando ela vê um pai, que nem sempre é o de sangue, mas que executa o papel primordial do protetor e cuidador dela.


A todos os pais encorajo que aceitem o desafio de serem os pais que deixam as marcas mais importantes na memória de suas filhas.

 

TAG Dia dos paispai e filhopai e filhafamiliaMarcya Lira