Publicidade

Luciano Nogueira

Home > Opiniao > Luciano-nogueira

Nova parceria oferta produtos amazônicos em marketplace nacional

Itens são produzidos em projetos e associações ligadas à Fundação Amazonas Sustentável (FAS)

Luciano Nogueira

lucianodasilvanogueira@gmail.com


A B2W Digital lançou parceria com a Fundação Amazonas Sustentável (FAS) e já está vendendo, há pouco mais de um mês, produtos fabricados por empreendedores de comunidades ribeirinhas da Amazônia no marketplace da Americanas.com. Dentre os produtos que estão à venda, nesse primeiro momento, são os óculos escuros da oficina Poranga produzidos a partir de madeira morta encontrada em ambientes naturais.

 

Além disso, outros itens também fazem parte da aba especial no marketplace, como peças decorativas de madeira manejada, produtos de utilidades para casa feitos de fibra de bacaba, sementes de açaí e fio encerado, cestos e vasos feitos de fibra de cauaçú, entre outros.

 

Foto: Reprodução

Segundo informações divulgadas no site, a Poranga oferece um olhar diferenciado sobre materiais considerados resíduos, transformando o que seria madeira morta e descartada na floresta pelo processo natural de envelhecimento das árvores em óculos de primeira linha. Na produção são adicionados componentes naturais e atóxicos que mantém um processo sustentável durante todas as etapas, até chegar no cliente.

 

Os três modelos de óculos que estão disponíveis na Americanas.com custam R$380,00, cada, e são divididos em:

 

- Açu (“grande” em Tupi): modelo unissex, inspirado no lendário formato Aviador;

- Cunhantã (“menina” em Tupi): modelo feminino, de formato mais arredondado e com referências retrô;

- Curumim (“menino” em Tupi): modelo masculino, de formato mais quadrado e com referências do tipo “Ray Ban”;

 

Foto: Reprodução

Neide Garrido, artesã da comunidade Tumbira, no Rio Negro, e uma das produtoras locais que faz parte da parceria, acredita no impacto sociocultural que a iniciativa traz: "Nós, artesãs, buscamos usar elementos naturais nas produções, como uma forma de valorizar o que a floresta nos oferece. As peças ajudam a gerar renda e empoderam as mulheres da floresta, por meio de toda a história que construímos, sem precisar sair da comunidade”.

 

Para Virgílio Viana, superintendente geral da Fundação Amazonas Sustentável (FAS), a parceria com a Americanas.com permite que os itens da região cheguem a todos os cantos do Brasil, estimulando, com isso, o consumo cada vez maior de produtos sustentáveis e que não agridem o meio ambiente. 

   
Luciano Nogueira

Nova parceria oferta produtos amazônicos em marketplace nacional

Itens são produzidos em projetos e associações ligadas à Fundação Amazonas Sustentável (FAS)


A B2W Digital lançou parceria com a Fundação Amazonas Sustentável (FAS) e já está vendendo, há pouco mais de um mês, produtos fabricados por empreendedores de comunidades ribeirinhas da Amazônia no marketplace da Americanas.com. Dentre os produtos que estão à venda, nesse primeiro momento, são os óculos escuros da oficina Poranga produzidos a partir de madeira morta encontrada em ambientes naturais.

 

Além disso, outros itens também fazem parte da aba especial no marketplace, como peças decorativas de madeira manejada, produtos de utilidades para casa feitos de fibra de bacaba, sementes de açaí e fio encerado, cestos e vasos feitos de fibra de cauaçú, entre outros.

 

Foto: Reprodução

Segundo informações divulgadas no site, a Poranga oferece um olhar diferenciado sobre materiais considerados resíduos, transformando o que seria madeira morta e descartada na floresta pelo processo natural de envelhecimento das árvores em óculos de primeira linha. Na produção são adicionados componentes naturais e atóxicos que mantém um processo sustentável durante todas as etapas, até chegar no cliente.

 

Os três modelos de óculos que estão disponíveis na Americanas.com custam R$380,00, cada, e são divididos em:

 

- Açu (“grande” em Tupi): modelo unissex, inspirado no lendário formato Aviador;

- Cunhantã (“menina” em Tupi): modelo feminino, de formato mais arredondado e com referências retrô;

- Curumim (“menino” em Tupi): modelo masculino, de formato mais quadrado e com referências do tipo “Ray Ban”;

 

Foto: Reprodução

Neide Garrido, artesã da comunidade Tumbira, no Rio Negro, e uma das produtoras locais que faz parte da parceria, acredita no impacto sociocultural que a iniciativa traz: "Nós, artesãs, buscamos usar elementos naturais nas produções, como uma forma de valorizar o que a floresta nos oferece. As peças ajudam a gerar renda e empoderam as mulheres da floresta, por meio de toda a história que construímos, sem precisar sair da comunidade”.

 

Para Virgílio Viana, superintendente geral da Fundação Amazonas Sustentável (FAS), a parceria com a Americanas.com permite que os itens da região cheguem a todos os cantos do Brasil, estimulando, com isso, o consumo cada vez maior de produtos sustentáveis e que não agridem o meio ambiente. 


TAG Luciano Nogueiraprodutos regionais