Publicidade

Flavio Guimarães

Home > Opiniao > Flavio-guimaraes
Flavio Guimarães

Saiba quais cursos técnicos são melhores para o momento

“Você pensa em fazer um curso técnico para acompanhar as mudanças de cenários que temos vivenciado todos os dias?”

Flávio Guimarães

flavioguimaraesjr@hotmail.com


Muitas profissões vão acabar? Será? Ou elas vão se transformar com novos formatos de mercado e atuações? Esses questionamentos são recorrentes todos os dias em rodas de conversas, jornais, rádios, reuniões de negociações e assim por diante. Isso ocorre porque vivemos um mundo de mudanças constantes, seja tecnológicas ou mercadológicas. Estamos no século da transformação. Para isso, precisamos estar preparados para acompanharmos essa onda gigante que nos leva para um novo caminho e uma nova ordem econômica.

 

Neste artigo falaremos sobre as principais realidades e tendências que temos para o futuro próximo. Você pensa em fazer um curso técnico para acompanhar as mudanças de cenários que temos vivenciado todos os dias? Então, abaixo vou explorar algumas áreas que possuem e possuirão muitas demandas para contratações e negócios empreendedores.

 

Automação/Mecatrônica

 

Ouvimos muitos especialistas dizerem que essa é a área do futuro. Mas não é. Ela é a área do presente e que crescerá de forma significativa nos próximos anos. Vai pedir comida? Tem o aplicativo. Vai pedir transporte? Tem o aplicativo. Vai no supermercado fazer compras? Já tem caixas eletrônicos que os pagamentos são feitos diretamente na máquina, sem a presença de um(a) caixa. Vai fabricar algo? As máquinas trabalham de forma programada e com um alto nível de eficiência produtiva. A realidade é tão existente que a vemos em todos os cantos. E cada segundo, criam-se novos modelos.

 

O mercado de automação e mecatrônica serve não somente para saber como lidar com as máquinas, mas também para construí-las, realizar manutenções preventivas, corretivas e preditivas, programá-las, otimizar os seus funcionamentos e assim por diante. Com essa evolução teremos, num futuro próximo, muitas profissões que deixarão de existir. Porém, por outro lado, o(a) caixa de um supermercado, por exemplo, poderá migrar para, ao invés de receber pagamentos de produtos, montar e cuidar de máquinas e softwares financeiros. As atividades se transformarão.

 

No momento econômico (de quase pós-crise) que estamos passando existem muitas empresas com a esperança de retomarem os seus projetos: alguns parados e outros ainda nem iniciados pela insegurança jurídica e econômica que estamos atravessando. Com isso, muitos setores e máquinas que estavam paradas sem funcionamento, terão de ser reativadas e otimizadas para atenderem as demandas de mercado de consumo atual. Assim, se criará, nos próximos meses, uma grande demanda de profissionais que consigam desenvolver essas atividades. Por isso, o conhecimento do assunto é fundamental para a reestruturação da geração de empregos no país.

 

Além disso, também temos as empresas que estão transformando os seus modelos de negócios: do físico para o tecnológico. Das tantas marcas que antes tinham lojas e que agora estão quase integralmente no e-commerce. Das tantas empresas que reduzirão processos internos com as digitalizações ou usos de máquinas e softwares. Essa nova modalidade de negócio diminui custos com estruturas e aumenta a lucratividade.

 

Transportes especiais

 

Eles normalmente são confundidos com os transportes públicos. Os transportes especiais são aqueles que usam vans para pegarem e deixarem funcionários em suas casas ou similares. Com a tendência de aumento de empregos diretos em empresas, temos a expectativa de que esse setor também cresça. A fórmula é simples: uma indústria que tem o seu negócio aquecido precisa contratar mais pessoas. Com as novas contratações, é necessário mais transportes para esses profissionais irem e virem. Com essa demanda, as contratações dessas prestadoras de serviços são realidade. Assim, cria-se a necessidade de contratações de motoristas, que serão os condutores, de mecânicos, que cuidarão dos automóveis, de recepcionistas e telefonistas, que ficarão nos escritórios dessas empresas e etc.

 

Essa possibilidade de crescimento é tão interessante que não gerará empregos somente dessa forma, mas também de contratações de novas empresas prestadoras de serviços. Uma empresa de transportes especiais que será contratada por uma indústria também precisará de manutenções de informática, elétricas, escritórios de contabilidade, serviços de limpeza e facilities, e assim vai. Ou seja, se trata uma roda econômica que se movimenta com base nas gerações de empregos diretos e indiretos.

 

Segurança da Informação

 

Atualmente as empresas que concorrem entre si buscam suas disputas com panfletagens, divulgações, preços mais baixos, comodidade para o cliente, vendas diretas e outros tipos de negociações. Em todos os momentos, um está monitorando a ação do outro. É a forma que sempre existiu. No entanto, com o avanço da tecnologia, estamos entrando no período da informação. Assim, em curto espaço de tempo, as disputas por fatias de mercado serão com base em gestão de informações. Por isso, cria-se alguns perigos iminentes de uma empresa querer pegar informações da outra. Isso poderá ser realizado de diversas formas: ataques de hackers, compras clandestinas de informações e contratações de profissionais da outra empresa. Para se prevenir a isso, as organizações precisarão investir pesado na segurança da informação: a forma estratégica que não permitirá que um concorrente possa ter acesso aos dados sigilosos e pesquisas de mercado que se tem.

 

Muitas empresas estão migrando suas informações para datacenters, que são estruturas físicas que guardam arquivos, documentos, dados e afins. Além da geração de emprego e renda para profissionais que montarão e programarão essas máquinas, também haverá o crescimento de contratações de profissionais que criarão mecanismos para que essas mesmas informações não vazem. Informação vale e valerá ouro.

 

Transportes Escolares

 

Em tempos que os preços de combustíveis estão muito altos, famílias estão optando por contratarem serviços terceirizados para levarem seus filhos à escola. Dessa forma, se economiza com os gastos com automóveis ou outros tipos de locomoções. É uma tendência real, pois levará a alternativa de economia de finanças familiares.

 

Motoristas Carreteiros

 

Esse é outro tipo de curso interessante para o momento. Com o previsto aumento do setor industrial e comercial, as distribuições de produtos tendem a aumentarem. Com esse aumento, haverá demandas de entregas internas (na cidade) ou externas (em outros Estados ou até mesmo países). Assim, também aumentará a demanda de contratações por profissionais que tenham a CNH E. Hoje, sem que o mercado esteja aquecido como falamos acima, já existe uma grande escassez. Com esse aumento, teremos ainda mais escassez.

 

Flávio Guimarães é diretor da Guimarães Consultoria, Administrador de Empresas, Especializado em Negócios, Comportamento e Recursos Humanos, Articulista dos Jornais Bom Dia Amazônia e Jornal do Amazonas 1ª Edição, CBN Amazônia, Portal Amazônia e Consultor em Avaliação e Reelaboração Curricular.

 


Saiba quais cursos técnicos são melhores para o momento

“Você pensa em fazer um curso técnico para acompanhar as mudanças de cenários que temos vivenciado todos os dias?”

Flávio Guimarães

flavioguimaraesjr@hotmail.com


Muitas profissões vão acabar? Será? Ou elas vão se transformar com novos formatos de mercado e atuações? Esses questionamentos são recorrentes todos os dias em rodas de conversas, jornais, rádios, reuniões de negociações e assim por diante. Isso ocorre porque vivemos um mundo de mudanças constantes, seja tecnológicas ou mercadológicas. Estamos no século da transformação. Para isso, precisamos estar preparados para acompanharmos essa onda gigante que nos leva para um novo caminho e uma nova ordem econômica.

 

Neste artigo falaremos sobre as principais realidades e tendências que temos para o futuro próximo. Você pensa em fazer um curso técnico para acompanhar as mudanças de cenários que temos vivenciado todos os dias? Então, abaixo vou explorar algumas áreas que possuem e possuirão muitas demandas para contratações e negócios empreendedores.

 

Automação/Mecatrônica

 

Ouvimos muitos especialistas dizerem que essa é a área do futuro. Mas não é. Ela é a área do presente e que crescerá de forma significativa nos próximos anos. Vai pedir comida? Tem o aplicativo. Vai pedir transporte? Tem o aplicativo. Vai no supermercado fazer compras? Já tem caixas eletrônicos que os pagamentos são feitos diretamente na máquina, sem a presença de um(a) caixa. Vai fabricar algo? As máquinas trabalham de forma programada e com um alto nível de eficiência produtiva. A realidade é tão existente que a vemos em todos os cantos. E cada segundo, criam-se novos modelos.

 

O mercado de automação e mecatrônica serve não somente para saber como lidar com as máquinas, mas também para construí-las, realizar manutenções preventivas, corretivas e preditivas, programá-las, otimizar os seus funcionamentos e assim por diante. Com essa evolução teremos, num futuro próximo, muitas profissões que deixarão de existir. Porém, por outro lado, o(a) caixa de um supermercado, por exemplo, poderá migrar para, ao invés de receber pagamentos de produtos, montar e cuidar de máquinas e softwares financeiros. As atividades se transformarão.

 

No momento econômico (de quase pós-crise) que estamos passando existem muitas empresas com a esperança de retomarem os seus projetos: alguns parados e outros ainda nem iniciados pela insegurança jurídica e econômica que estamos atravessando. Com isso, muitos setores e máquinas que estavam paradas sem funcionamento, terão de ser reativadas e otimizadas para atenderem as demandas de mercado de consumo atual. Assim, se criará, nos próximos meses, uma grande demanda de profissionais que consigam desenvolver essas atividades. Por isso, o conhecimento do assunto é fundamental para a reestruturação da geração de empregos no país.

 

Além disso, também temos as empresas que estão transformando os seus modelos de negócios: do físico para o tecnológico. Das tantas marcas que antes tinham lojas e que agora estão quase integralmente no e-commerce. Das tantas empresas que reduzirão processos internos com as digitalizações ou usos de máquinas e softwares. Essa nova modalidade de negócio diminui custos com estruturas e aumenta a lucratividade.

 

Transportes especiais

 

Eles normalmente são confundidos com os transportes públicos. Os transportes especiais são aqueles que usam vans para pegarem e deixarem funcionários em suas casas ou similares. Com a tendência de aumento de empregos diretos em empresas, temos a expectativa de que esse setor também cresça. A fórmula é simples: uma indústria que tem o seu negócio aquecido precisa contratar mais pessoas. Com as novas contratações, é necessário mais transportes para esses profissionais irem e virem. Com essa demanda, as contratações dessas prestadoras de serviços são realidade. Assim, cria-se a necessidade de contratações de motoristas, que serão os condutores, de mecânicos, que cuidarão dos automóveis, de recepcionistas e telefonistas, que ficarão nos escritórios dessas empresas e etc.

 

Essa possibilidade de crescimento é tão interessante que não gerará empregos somente dessa forma, mas também de contratações de novas empresas prestadoras de serviços. Uma empresa de transportes especiais que será contratada por uma indústria também precisará de manutenções de informática, elétricas, escritórios de contabilidade, serviços de limpeza e facilities, e assim vai. Ou seja, se trata uma roda econômica que se movimenta com base nas gerações de empregos diretos e indiretos.

 

Segurança da Informação

 

Atualmente as empresas que concorrem entre si buscam suas disputas com panfletagens, divulgações, preços mais baixos, comodidade para o cliente, vendas diretas e outros tipos de negociações. Em todos os momentos, um está monitorando a ação do outro. É a forma que sempre existiu. No entanto, com o avanço da tecnologia, estamos entrando no período da informação. Assim, em curto espaço de tempo, as disputas por fatias de mercado serão com base em gestão de informações. Por isso, cria-se alguns perigos iminentes de uma empresa querer pegar informações da outra. Isso poderá ser realizado de diversas formas: ataques de hackers, compras clandestinas de informações e contratações de profissionais da outra empresa. Para se prevenir a isso, as organizações precisarão investir pesado na segurança da informação: a forma estratégica que não permitirá que um concorrente possa ter acesso aos dados sigilosos e pesquisas de mercado que se tem.

 

Muitas empresas estão migrando suas informações para datacenters, que são estruturas físicas que guardam arquivos, documentos, dados e afins. Além da geração de emprego e renda para profissionais que montarão e programarão essas máquinas, também haverá o crescimento de contratações de profissionais que criarão mecanismos para que essas mesmas informações não vazem. Informação vale e valerá ouro.

 

Transportes Escolares

 

Em tempos que os preços de combustíveis estão muito altos, famílias estão optando por contratarem serviços terceirizados para levarem seus filhos à escola. Dessa forma, se economiza com os gastos com automóveis ou outros tipos de locomoções. É uma tendência real, pois levará a alternativa de economia de finanças familiares.

 

Motoristas Carreteiros

 

Esse é outro tipo de curso interessante para o momento. Com o previsto aumento do setor industrial e comercial, as distribuições de produtos tendem a aumentarem. Com esse aumento, haverá demandas de entregas internas (na cidade) ou externas (em outros Estados ou até mesmo países). Assim, também aumentará a demanda de contratações por profissionais que tenham a CNH E. Hoje, sem que o mercado esteja aquecido como falamos acima, já existe uma grande escassez. Com esse aumento, teremos ainda mais escassez.

 

Flávio Guimarães é diretor da Guimarães Consultoria, Administrador de Empresas, Especializado em Negócios, Comportamento e Recursos Humanos, Articulista dos Jornais Bom Dia Amazônia e Jornal do Amazonas 1ª Edição, CBN Amazônia, Portal Amazônia e Consultor em Avaliação e Reelaboração Curricular.

 

TAG cursos técnicosempregovaga de empregocarreira