Publicidade

Flavio Guimarães

Home > Opiniao > Flavio-guimaraes
Flavio Guimarães

Áreas com maiores tendências de contratações em 2020 na Amazônia

Para quem está em busca de recolocação profissional, as tendências de contratações são muito boas, principalmente para a área de Serviços. Confira!

Flávio Guimarães

flavioguimaraesjr@hotmail.com


2020 já começou e vem trazendo muitas Boas Novas !!!

Para quem está em busca de recolocação profissional, as tendências de contratações são muito boas, principalmente para a área de Serviços, que é a que mais tem crescido desde 2018. Mas além disso vem surgindo novas frentes de trabalhos como a Ciência de Dados, Desenvolvimento e outros.

O mês de Janeiro começou com a tendência para a área Comercial e provavelmente será assim nos próximos primeiros meses do ano. Porém, isso não significa que as outras não crescerão. Proporcionalmente, a área Comercial é a que vai despontar nesse período.
Abaixo listei alguns destaques interessantes que já têm ocorrido como contratações:

Vendedores Técnicos

Esse profissional é diferente do vendedor de loja ou externo. Ele tem algumas características diferentes das vendas ditas convencionais, requerendo alguns conhecimentos técnicos específicos, principalmente para a área Industrial e de Serviços.

As atividades exercidas por esse tipo de profissional são negociações de pequeno, médio e grande porte, dos mais diversos tipos de produtos que podemos pensar.

Um exemplo? Um vendedor de uma indústria de máquinas e equipamentos é um vendedor técnico devido ser o negociador e junto a isso conhecer a parte técnica do produto, como documentações legais, regulatórias (quando há) e trâmites burocráticos de órgãos públicos.

Para quem está em busca de recolocação não necessariamente precisa já ter tido experiência nesse tipo de função. Nem todas as empresas se limitam a isso. Você que atuou na área de Compras, por exemplo, deve conhecer muito de negociações e requisitos técnicos. Com isso, o perfil profissional fica bem alinhado a esse tipo de função.

Além disso, também cria-se a oportunidade para quem sempre trabalhou na área Técnica. Por exemplo: um profissional que sempre atuou como Engenheiro Técnico de Produção pode tentar migrar para esse tipo de função, se houver o desejo de atuar na área comercial. Com o conhecimento técnico que possui pode unir às vendas. Inclusive, esse perfil de Engenharia e Comercial é bem raro no mercado.

Especialista de Produtos

Esse tipo de função também vai crescer devido o momento ser fértil para isso. 2018 e 2019 foram anos que as empresas tentaram se recuperar financeiramente. Muitas delas conseguiram. E essas mesmas empresas estão buscando formas de aumentarem os seus faturamentos. Para isso ocorrer é necessário desenvolver novos produtos, sejam tecnológicos ou convencionais. Além disso, os projetos focados nessa área são sempre direcionados para processos enxutos com o menor nível de custos possível unido à Qualidade.

A tendência para esse tipo de atuação é para os segmentos da Indústria e Serviços. A Indústria com a linha de produção de bens materiais diversos, dos bens de consumos em geral até equipamentos para outras indústrias. Normalmente quem tem perfil de economia de recursos se dá muito bem nesse tipo de função. Para os Serviços há a tendência de contratações para desenvolvimento de softwares, soluções tecnológicas e práticas para o mercado como um todo, desde a comodidade para o consumidor final do varejo até soluções industriais de grande porte.

Gestores de Contas

Com a busca das empresas pelo aumento de vendas, a gestão dessas carteiras de clientes terá que ser realizada de forma apurada. Porém, o profissional de Contas tem um perfil um pouco diferente do Vendedor Direto, que negocia o fechamento inicial para que o cliente venha para a base da empresa.

A gestão de contas vem logo após o cliente entrar depois da primeira negociação de fechamento de venda do produto ou serviço. Assim, esse profissional tem o perfil de soluções de problemas, conflitos, vendas agregadas e outras negociações, de acordo com a demanda do cliente. E além disso, tem o desafio ponto-chave desse tipo de atuação: manter o cliente como comprador. Com a grande quantidade de empresas concorrendo entre si, a fidelização de clientes fica cada vez mais difícil, pois a disputa é de quem oferece mais benefícios ou preços melhores. Assim, esse profissional de Contas se torna essencial para esse momento.

Cientista de Dados

Esse tipo de função já é uma realidade. Ouvimos muito falarem que a gestão de dados é a tendência do futuro, porém ela está em todos os cantos ao nosso redor. A cada dia que passa, a empresa que mais lucra é a que controla mais dados e informações. E com isso, surge a demanda de contratações de profissionais especialistas para acharem esses dados exatos, que darão embasamento para as decisões de planejamento estratégico de inteligência de mercado e comercial. Sem esse pilar, dificilmente alguma empresa sobreviverá nessa nova década.

O profissional de Ciência de Dados não necessariamente precisa ser um engenheiro, ou um especialista em Marketing ou um especialista em Estatísticas, mas sim alguém que consiga captar dados importantes que mostrem as tendências de mercado de consumo, mudanças de comportamentos organizacionais e também a gestão de informações já obtidas, que é tão importante quanto a captação delas.

Em outros eixos do Brasil esse tipo de profissional tem faixa salarial entre R$ 12.000,00 a R$ 21.000,00. É bom, não?

Técnico Comercial de Desenvolvimento

Quando ouvimos falar de setor comercial projetamos a nossa interpretação para vendedores. E está correto. Porém, do outro lado das vendas diretas existe também a parte administrativa comercial. A precificação de um produto ou serviço é um exemplo disso. Sem ela, a organização não terá ideia nem projeção de quanto terá de lucro em cada venda. Já imaginou o desastre, não?

Além do mais, o profissional Técnico Comercial de Desenvolvimento é quem vai estudar a viabilidade de projetos inovadores, sejam tecnológicos ou convencionais. O controle de custos administrativos comerciais também será a sua responsabilidade.

Assim, a necessidade de empresas em contratarem esse profissional será de pessoas com o perfil administrativo mesclado com o conhecimento de inteligência de mercado (que não é comercial). A inteligência de mercado estuda o cenário, faz o planejamento e diz onde estão os clientes. O comercial vai lá e fecha. 

É claro que as funções acima não são as únicas que crescerão nesse novo ano, mas proporcionalmente são as que possuem maiores tendências, considerando o acompanhamento da evolução tecnológica que temos vivido.

O que hoje, dentro da sua atuação função ou área de atuação, pode ser adaptado para esses trabalhos?

Flávio Guimarães é diretor da Guimarães Consultoria, Administrador de Empresas, Especializado em Negócios, Comportamento e Recursos Humanos, Articulista de Carreira, Emprego e Oportunidade dos Jornais Bom Dia Amazônia e Jornal do Amazonas 1ª Edição, CBN Amazônia, Portal Amazônia e Consultor em Avaliação/Reelaboração Curricular.  


Áreas com maiores tendências de contratações em 2020 na Amazônia

Para quem está em busca de recolocação profissional, as tendências de contratações são muito boas, principalmente para a área de Serviços. Confira!

Flávio Guimarães

flavioguimaraesjr@hotmail.com


2020 já começou e vem trazendo muitas Boas Novas !!!

Para quem está em busca de recolocação profissional, as tendências de contratações são muito boas, principalmente para a área de Serviços, que é a que mais tem crescido desde 2018. Mas além disso vem surgindo novas frentes de trabalhos como a Ciência de Dados, Desenvolvimento e outros.

O mês de Janeiro começou com a tendência para a área Comercial e provavelmente será assim nos próximos primeiros meses do ano. Porém, isso não significa que as outras não crescerão. Proporcionalmente, a área Comercial é a que vai despontar nesse período.
Abaixo listei alguns destaques interessantes que já têm ocorrido como contratações:

Vendedores Técnicos

Esse profissional é diferente do vendedor de loja ou externo. Ele tem algumas características diferentes das vendas ditas convencionais, requerendo alguns conhecimentos técnicos específicos, principalmente para a área Industrial e de Serviços.

As atividades exercidas por esse tipo de profissional são negociações de pequeno, médio e grande porte, dos mais diversos tipos de produtos que podemos pensar.

Um exemplo? Um vendedor de uma indústria de máquinas e equipamentos é um vendedor técnico devido ser o negociador e junto a isso conhecer a parte técnica do produto, como documentações legais, regulatórias (quando há) e trâmites burocráticos de órgãos públicos.

Para quem está em busca de recolocação não necessariamente precisa já ter tido experiência nesse tipo de função. Nem todas as empresas se limitam a isso. Você que atuou na área de Compras, por exemplo, deve conhecer muito de negociações e requisitos técnicos. Com isso, o perfil profissional fica bem alinhado a esse tipo de função.

Além disso, também cria-se a oportunidade para quem sempre trabalhou na área Técnica. Por exemplo: um profissional que sempre atuou como Engenheiro Técnico de Produção pode tentar migrar para esse tipo de função, se houver o desejo de atuar na área comercial. Com o conhecimento técnico que possui pode unir às vendas. Inclusive, esse perfil de Engenharia e Comercial é bem raro no mercado.

Especialista de Produtos

Esse tipo de função também vai crescer devido o momento ser fértil para isso. 2018 e 2019 foram anos que as empresas tentaram se recuperar financeiramente. Muitas delas conseguiram. E essas mesmas empresas estão buscando formas de aumentarem os seus faturamentos. Para isso ocorrer é necessário desenvolver novos produtos, sejam tecnológicos ou convencionais. Além disso, os projetos focados nessa área são sempre direcionados para processos enxutos com o menor nível de custos possível unido à Qualidade.

A tendência para esse tipo de atuação é para os segmentos da Indústria e Serviços. A Indústria com a linha de produção de bens materiais diversos, dos bens de consumos em geral até equipamentos para outras indústrias. Normalmente quem tem perfil de economia de recursos se dá muito bem nesse tipo de função. Para os Serviços há a tendência de contratações para desenvolvimento de softwares, soluções tecnológicas e práticas para o mercado como um todo, desde a comodidade para o consumidor final do varejo até soluções industriais de grande porte.

Gestores de Contas

Com a busca das empresas pelo aumento de vendas, a gestão dessas carteiras de clientes terá que ser realizada de forma apurada. Porém, o profissional de Contas tem um perfil um pouco diferente do Vendedor Direto, que negocia o fechamento inicial para que o cliente venha para a base da empresa.

A gestão de contas vem logo após o cliente entrar depois da primeira negociação de fechamento de venda do produto ou serviço. Assim, esse profissional tem o perfil de soluções de problemas, conflitos, vendas agregadas e outras negociações, de acordo com a demanda do cliente. E além disso, tem o desafio ponto-chave desse tipo de atuação: manter o cliente como comprador. Com a grande quantidade de empresas concorrendo entre si, a fidelização de clientes fica cada vez mais difícil, pois a disputa é de quem oferece mais benefícios ou preços melhores. Assim, esse profissional de Contas se torna essencial para esse momento.

Cientista de Dados

Esse tipo de função já é uma realidade. Ouvimos muito falarem que a gestão de dados é a tendência do futuro, porém ela está em todos os cantos ao nosso redor. A cada dia que passa, a empresa que mais lucra é a que controla mais dados e informações. E com isso, surge a demanda de contratações de profissionais especialistas para acharem esses dados exatos, que darão embasamento para as decisões de planejamento estratégico de inteligência de mercado e comercial. Sem esse pilar, dificilmente alguma empresa sobreviverá nessa nova década.

O profissional de Ciência de Dados não necessariamente precisa ser um engenheiro, ou um especialista em Marketing ou um especialista em Estatísticas, mas sim alguém que consiga captar dados importantes que mostrem as tendências de mercado de consumo, mudanças de comportamentos organizacionais e também a gestão de informações já obtidas, que é tão importante quanto a captação delas.

Em outros eixos do Brasil esse tipo de profissional tem faixa salarial entre R$ 12.000,00 a R$ 21.000,00. É bom, não?

Técnico Comercial de Desenvolvimento

Quando ouvimos falar de setor comercial projetamos a nossa interpretação para vendedores. E está correto. Porém, do outro lado das vendas diretas existe também a parte administrativa comercial. A precificação de um produto ou serviço é um exemplo disso. Sem ela, a organização não terá ideia nem projeção de quanto terá de lucro em cada venda. Já imaginou o desastre, não?

Além do mais, o profissional Técnico Comercial de Desenvolvimento é quem vai estudar a viabilidade de projetos inovadores, sejam tecnológicos ou convencionais. O controle de custos administrativos comerciais também será a sua responsabilidade.

Assim, a necessidade de empresas em contratarem esse profissional será de pessoas com o perfil administrativo mesclado com o conhecimento de inteligência de mercado (que não é comercial). A inteligência de mercado estuda o cenário, faz o planejamento e diz onde estão os clientes. O comercial vai lá e fecha. 

É claro que as funções acima não são as únicas que crescerão nesse novo ano, mas proporcionalmente são as que possuem maiores tendências, considerando o acompanhamento da evolução tecnológica que temos vivido.

O que hoje, dentro da sua atuação função ou área de atuação, pode ser adaptado para esses trabalhos?

Flávio Guimarães é diretor da Guimarães Consultoria, Administrador de Empresas, Especializado em Negócios, Comportamento e Recursos Humanos, Articulista de Carreira, Emprego e Oportunidade dos Jornais Bom Dia Amazônia e Jornal do Amazonas 1ª Edição, CBN Amazônia, Portal Amazônia e Consultor em Avaliação/Reelaboração Curricular.  

TAG empregovaga de empregoentrevista de emprego desemprego