Publicidade

Dan Holanda

Home > Opiniao > Dan-holanda
Dan Holanda

Que tal entender mais sobre o Yoga e seus benefícios curativos?

O Yoga aparece, entre tantos caminhos medicinais que podemos trilhar, como mais um poderoso recurso que pode ser utilizado para combater esses males da alma


“Yoga é em essência um estado da mente, é um estado meditativo” (Patanjali).

E eu diria que é também um meio para se alcançar este estado de consciência. Na verdade, Yoga é uma filosofia de vida.

Observe que, nós da raça humana, estamos sofrendo cada vez mais com o chamado vazio existencial. Aparentemente temos tudo, mas no fundo nos falta o essencial.  E “isso”, esse “essencial” que nos falta, vai nos correndo pouco a pouco até formar um buraco em nossa alma. 

 
Foto: Pixabay

Pronto! É nesse momento que chega a depressão e as crises de ansiedade e de pânico.

O Yoga aparece, entre tantos caminhos medicinais que podemos trilhar, como mais um poderoso recurso que pode ser utilizado para combater esses males da alma. O Yoga é  um caminho espiritual, uma filosofia de vida, um outro jeito de ser e de viver. Serge para preencher o vazio da existência humana e nos mostrar qual o real sentido da vida. 

“A palavra Yoga significa união. Unir diversos aspectos da vida e estar envolvido completamente com o que se está fazendo é Yoga. É uma prática de autodesenvolvimento e de comprometimento com as atitudes que você acredita.” - Gisele Biem

Gisele Biem é instrutora de Hatha Yoga e Pesquisadora Postdoc (INPA) e hoje colabora com esse tema nos falando um pouco mais sobre o Hatha Yoga. “O Hatha Yoga é de origem antiga na Índia, os primeiros tratados datam de 10 mil anos. ‘Ha’ significa sol e ‘tha’ significa lua, entende-se que através da união dos opostos chegaremos ao equilíbrio.”

 
Foto: Pixabay

Gisele esclarece ainda que muitas pessoas acham que praticar Yoga trata-se apenas de executar as posturas, mas não é bem assim. Vivenciar o Yoga é algo muito mais completo. O primeiro tratado sistemático do Hatha Yoga foi compilado por Patanjali, os chamados Yoga Sutras, que descrevem a prática em oito partes: yamas (preceitos éticos), niyamas (práticas de autocontrole), asanas (práticas físicas), pranayamas (práticas de controle da respiração), pratyahara (retenção dos nossos sentidos), dharana (práticas de concentração), dhyana (estado meditativo) e samadhi (grande iluminação). Segundo Patanjali, no estado meditativo nós nos identificamos com a verdadeira natureza do nosso ser.

“O Hatha Yoga é a yoga do corpo. Independentemente das variações e dos diferentes nomes utilizados no ocidente, toda prática de yoga que utiliza o corpo é Hatha Yoga. Os asanas e os pranayamas são as atividades mais difundidas no ocidente, apesar de representarem uma pequena parte da prática. Deve-se entender que o Hatha Yoga não é uma prática para o corpo, mas sim uma prática através do corpo.  As atividades físicas (asanas) e respiratórias (pranayamas) são as primeiras práticas a serem desenvolvidas no Yoga pois são fundamentais para a concentração. Permanecer em uma postura imóvel, que é necessária para a meditação, não é possível quando começamos a sentir desconfortos físicos, como câimbra, dor nas costas, formigamento, etc. Uma vez que temos um corpo saudável, podemos reter nossos sentidos, nos concentrar e então chegar a estados meditativos. Além disso, a permanência prolongada em cada postura, típica do Hatha Yoga, traz a mente pra o momento presente e nos faz perceber os sentimentos e desconfortos que estamos sentindo” - diz Gisele. 

 
Foto: Pixabay

O certo é que a prática do yoga pode trazer benefícios para a saúde física, bem como para a saúde emocional e mental. O Yoga pode proporcionar uma maior sensação de bem-estar e mais qualidade de vida. Aumenta a sensação de relaxamento, reduzindo o estresse e ajudando na concentração. Como já dito, a prática também é um caminho de autoconhecimento e, portanto, pode ajudar a lidar com processos de auto aceitação e superação de dores emocionais. 

É importante entender que Yoga não é apenas uma atividade física, mas sim um caminho de florescimento íntimo, de cura e desenvolvimento pessoal que acontece através da expressão corporal.

 
Foto: Pixabay

Yoga é uma filosofia que nos torna uma pessoa melhor. Quando respiramos mais, nos tornamos menos reativos, escolhemos melhor nossos pensamentos e atitudes, e ficamos mais presentes. Viver o Yoga é diariamente viver atitudes de consciência.

Então? Curtiu o assunto? Vou deixar nossas redes sociais para o caso de dúvidas ou sugestões: INSTAGRAM; @mestredanholanda, @giselebiem

Sobre 

Gisele Biem Mori é bióloga e pesquisadora postdoc no Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia – INPA. Instrutora de Hatha Yoga com formação pelo  Instituto de Ensino e Pesquisas em Yoga (IEPY), Surya Ceqvida – Limeira/SP.  


Que tal entender mais sobre o Yoga e seus benefícios curativos?

O Yoga aparece, entre tantos caminhos medicinais que podemos trilhar, como mais um poderoso recurso que pode ser utilizado para combater esses males da alma

Dan Holanda

daniel_holanda@hotmail.com


“Yoga é em essência um estado da mente, é um estado meditativo” (Patanjali).

E eu diria que é também um meio para se alcançar este estado de consciência. Na verdade, Yoga é uma filosofia de vida.

Observe que, nós da raça humana, estamos sofrendo cada vez mais com o chamado vazio existencial. Aparentemente temos tudo, mas no fundo nos falta o essencial.  E “isso”, esse “essencial” que nos falta, vai nos correndo pouco a pouco até formar um buraco em nossa alma. 

 
Foto: Pixabay

Pronto! É nesse momento que chega a depressão e as crises de ansiedade e de pânico.

O Yoga aparece, entre tantos caminhos medicinais que podemos trilhar, como mais um poderoso recurso que pode ser utilizado para combater esses males da alma. O Yoga é  um caminho espiritual, uma filosofia de vida, um outro jeito de ser e de viver. Serge para preencher o vazio da existência humana e nos mostrar qual o real sentido da vida. 

“A palavra Yoga significa união. Unir diversos aspectos da vida e estar envolvido completamente com o que se está fazendo é Yoga. É uma prática de autodesenvolvimento e de comprometimento com as atitudes que você acredita.” - Gisele Biem

Gisele Biem é instrutora de Hatha Yoga e Pesquisadora Postdoc (INPA) e hoje colabora com esse tema nos falando um pouco mais sobre o Hatha Yoga. “O Hatha Yoga é de origem antiga na Índia, os primeiros tratados datam de 10 mil anos. ‘Ha’ significa sol e ‘tha’ significa lua, entende-se que através da união dos opostos chegaremos ao equilíbrio.”

 
Foto: Pixabay

Gisele esclarece ainda que muitas pessoas acham que praticar Yoga trata-se apenas de executar as posturas, mas não é bem assim. Vivenciar o Yoga é algo muito mais completo. O primeiro tratado sistemático do Hatha Yoga foi compilado por Patanjali, os chamados Yoga Sutras, que descrevem a prática em oito partes: yamas (preceitos éticos), niyamas (práticas de autocontrole), asanas (práticas físicas), pranayamas (práticas de controle da respiração), pratyahara (retenção dos nossos sentidos), dharana (práticas de concentração), dhyana (estado meditativo) e samadhi (grande iluminação). Segundo Patanjali, no estado meditativo nós nos identificamos com a verdadeira natureza do nosso ser.

“O Hatha Yoga é a yoga do corpo. Independentemente das variações e dos diferentes nomes utilizados no ocidente, toda prática de yoga que utiliza o corpo é Hatha Yoga. Os asanas e os pranayamas são as atividades mais difundidas no ocidente, apesar de representarem uma pequena parte da prática. Deve-se entender que o Hatha Yoga não é uma prática para o corpo, mas sim uma prática através do corpo.  As atividades físicas (asanas) e respiratórias (pranayamas) são as primeiras práticas a serem desenvolvidas no Yoga pois são fundamentais para a concentração. Permanecer em uma postura imóvel, que é necessária para a meditação, não é possível quando começamos a sentir desconfortos físicos, como câimbra, dor nas costas, formigamento, etc. Uma vez que temos um corpo saudável, podemos reter nossos sentidos, nos concentrar e então chegar a estados meditativos. Além disso, a permanência prolongada em cada postura, típica do Hatha Yoga, traz a mente pra o momento presente e nos faz perceber os sentimentos e desconfortos que estamos sentindo” - diz Gisele. 

 
Foto: Pixabay

O certo é que a prática do yoga pode trazer benefícios para a saúde física, bem como para a saúde emocional e mental. O Yoga pode proporcionar uma maior sensação de bem-estar e mais qualidade de vida. Aumenta a sensação de relaxamento, reduzindo o estresse e ajudando na concentração. Como já dito, a prática também é um caminho de autoconhecimento e, portanto, pode ajudar a lidar com processos de auto aceitação e superação de dores emocionais. 

É importante entender que Yoga não é apenas uma atividade física, mas sim um caminho de florescimento íntimo, de cura e desenvolvimento pessoal que acontece através da expressão corporal.

 
Foto: Pixabay

Yoga é uma filosofia que nos torna uma pessoa melhor. Quando respiramos mais, nos tornamos menos reativos, escolhemos melhor nossos pensamentos e atitudes, e ficamos mais presentes. Viver o Yoga é diariamente viver atitudes de consciência.

Então? Curtiu o assunto? Vou deixar nossas redes sociais para o caso de dúvidas ou sugestões: INSTAGRAM; @mestredanholanda, @giselebiem

Sobre 

Gisele Biem Mori é bióloga e pesquisadora postdoc no Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia – INPA. Instrutora de Hatha Yoga com formação pelo  Instituto de Ensino e Pesquisas em Yoga (IEPY), Surya Ceqvida – Limeira/SP.  

TAG yogayoga manausDan Holandaautoconhecimento