Publicidade

Dan Holanda

Home > Opiniao > Dan-holanda
Dan Holanda

O silêncio é o remédio da alma

“Não se trata daquele silêncio de ficar calado, se não emitir sons, mas sim do silenciar da mente, aquele silêncio que nos ajuda a ouvir os anseios da alma”


Olá, buscadores!

 

Irei abordar hoje o temos que é um dos maiores desafios da humanidade – o silêncio! Mas não se trata daquele silêncio de ficar calado, se não emitir sons, mas sim do silenciar da mente, aquele silêncio que nos ajuda a ouvir os anseios da alma.

 

No mundo agitado no qual vivemos, concordam comigo que está cada vez mais difícil encontrar esse silêncio?

 

Foto: Pixabay

A falta de silêncio nos causa um dano grave. Ela nos faz perder o contato com nossa essência. 

 

Nós perdemos o hábito de estarmos em silêncio conosco mesmo e isso faz com que cada vez mais pessoas, na ausência de ruído, experimentem um vazio dentro si, quando não pânico mesmo. Estar só se tornou uma experiência ameaçadora pois tememos a solidão, talvez pelo medo do encontro conosco mesmo.

 

Sendo assim, para evitar estar a sós e em silêncio, criamos compromissos “inadiáveis” um após o outro, ligamos a TV, grudamos no celular, enfim...não queremos ter tempo para estar a sós como nossas questões.


Mas uma coisa é certa: O silêncio é essencial para se ter uma vida equilibrada.

 

Hoje a ciência já comprova que existem processos cerebrais que só podem ser realizados em silêncio.


O silêncio, em geral, leva-nos a pensar em nós mesmos e isso depura as emoções, reafirma a nossa identidade e gera autoconhecimento.

 

O silêncio reorganiza as informações que nosso cérebro recebe durante o dia e com isso nos torna mais inteligentes, criativos e seguros, também nos acalma e relaxa e isso tem efeitos muito positivos sobre os estados de angústia, ansiedade ou depressão.

 

O silêncio é o elemento principal da meditação e eu posso afirmar que experimentar o silêncio, ainda que por breves momentos ao dia, é determinante para manter a saúde do cérebro e melhorar o nosso estado emocional e cognitivo.

 

Que tal implantar em o silêncio terapêutico em sua rotina? Isso pode ser feito através das inúmeras práticas meditativas existente.

 

Hoje existem aulas, vivências e retiros inteiros voltados para o cultivo do silêncio.

 

M E D I T A Ç Ã O! 

 

Hum...agora, eu quase consigo ouvir a lamúria de muitos: “Ah, mas eu não consigo meditar...”

 

Como não, gente? A meditação é uma capacidade natural da mente humana. Todos temos essa capacidade natural, mas assim como qualquer outra habilidade, essa também precisa ser treinada, desenvolvida. 

 

Para ter braços e pernas fortes ou um bumbum durinho nós precisamos nos dedicar a desenvolver esses músculos através de exercícios físicos, não é mesmo? 

 

Então...o mesmo ocorre com a meditação.

 

Para desenvolver nossa capacidade de silêncio e meditação nós precisamos basicamente de boa vontade para integrar a meditação a sua rotina diária, disciplina e ação.

 

E vale à pena! Acredite! A prática oferece inúmeros benefícios, entre eles o desenvolvimento da atenção focada, serenidade, regulação emocional e autoconhecimento - 30 minutos diários são mais que suficientes para que você já perceba esses benefícios. 

 

Que tal pensar no assunto?

 

Falaremos mais sobre o tema no nosso próximo artigo. 

 

Quer tirar duvidas, trocar idéias ou sugerir temas para os próximos artigos? Escreva para espaçopremamanaus@gmail.com 

 

Continuamos esse assunto na próxima semana buscadores! Até lá!

 


O silêncio é o remédio da alma

“Não se trata daquele silêncio de ficar calado, se não emitir sons, mas sim do silenciar da mente, aquele silêncio que nos ajuda a ouvir os anseios da alma”

Dan Holanda

daniel_holanda@gmail.com


Olá, buscadores!

 

Irei abordar hoje o temos que é um dos maiores desafios da humanidade – o silêncio! Mas não se trata daquele silêncio de ficar calado, se não emitir sons, mas sim do silenciar da mente, aquele silêncio que nos ajuda a ouvir os anseios da alma.

 

No mundo agitado no qual vivemos, concordam comigo que está cada vez mais difícil encontrar esse silêncio?

 

Foto: Pixabay

A falta de silêncio nos causa um dano grave. Ela nos faz perder o contato com nossa essência. 

 

Nós perdemos o hábito de estarmos em silêncio conosco mesmo e isso faz com que cada vez mais pessoas, na ausência de ruído, experimentem um vazio dentro si, quando não pânico mesmo. Estar só se tornou uma experiência ameaçadora pois tememos a solidão, talvez pelo medo do encontro conosco mesmo.

 

Sendo assim, para evitar estar a sós e em silêncio, criamos compromissos “inadiáveis” um após o outro, ligamos a TV, grudamos no celular, enfim...não queremos ter tempo para estar a sós como nossas questões.


Mas uma coisa é certa: O silêncio é essencial para se ter uma vida equilibrada.

 

Hoje a ciência já comprova que existem processos cerebrais que só podem ser realizados em silêncio.


O silêncio, em geral, leva-nos a pensar em nós mesmos e isso depura as emoções, reafirma a nossa identidade e gera autoconhecimento.

 

O silêncio reorganiza as informações que nosso cérebro recebe durante o dia e com isso nos torna mais inteligentes, criativos e seguros, também nos acalma e relaxa e isso tem efeitos muito positivos sobre os estados de angústia, ansiedade ou depressão.

 

O silêncio é o elemento principal da meditação e eu posso afirmar que experimentar o silêncio, ainda que por breves momentos ao dia, é determinante para manter a saúde do cérebro e melhorar o nosso estado emocional e cognitivo.

 

Que tal implantar em o silêncio terapêutico em sua rotina? Isso pode ser feito através das inúmeras práticas meditativas existente.

 

Hoje existem aulas, vivências e retiros inteiros voltados para o cultivo do silêncio.

 

M E D I T A Ç Ã O! 

 

Hum...agora, eu quase consigo ouvir a lamúria de muitos: “Ah, mas eu não consigo meditar...”

 

Como não, gente? A meditação é uma capacidade natural da mente humana. Todos temos essa capacidade natural, mas assim como qualquer outra habilidade, essa também precisa ser treinada, desenvolvida. 

 

Para ter braços e pernas fortes ou um bumbum durinho nós precisamos nos dedicar a desenvolver esses músculos através de exercícios físicos, não é mesmo? 

 

Então...o mesmo ocorre com a meditação.

 

Para desenvolver nossa capacidade de silêncio e meditação nós precisamos basicamente de boa vontade para integrar a meditação a sua rotina diária, disciplina e ação.

 

E vale à pena! Acredite! A prática oferece inúmeros benefícios, entre eles o desenvolvimento da atenção focada, serenidade, regulação emocional e autoconhecimento - 30 minutos diários são mais que suficientes para que você já perceba esses benefícios. 

 

Que tal pensar no assunto?

 

Falaremos mais sobre o tema no nosso próximo artigo. 

 

Quer tirar duvidas, trocar idéias ou sugerir temas para os próximos artigos? Escreva para espaçopremamanaus@gmail.com 

 

Continuamos esse assunto na próxima semana buscadores! Até lá!

 

TAG meditacaosilenciosilencio da almaDan Holandaartigoautoconhecimento