Publicidade

Dan Holanda

Home > Opiniao > Dan-holanda
Dan Holanda

Ah....eu acho que tenho o dedo podre para relacionamentos

“Uma das ferramentas que nos ajuda nesse processo, e trabalha nossos impulsos inconscientes de escolha, baseados nas crenças que carregamos, é o Thetahealing”


Certamente você já se pegou em algum ciclo de repetição de determinado padrão que você conscientemente deseja não mais manifestar na sua vida.

 

Sabe aquelas situações que sempre se repetem em sua vida? As vezes muda somente os personagens, mas de fundo a situação é a mesma, não é verdade?

 

No campo dos relacionamentos afetivos isso é de certa forma frequente.

 

Conscientemente você deseja um relacionamento harmonioso, de parceria, de apoio mútuo, onde o amor e a verdade sejam a única ponte de ligação entre o casal. Mas acaba se envolvendo em relacionamentos abusivos - seja este abuso de natureza sexual, psicológica, financeira, etc., muitas vezes baseados em mentiras e traições.

 

No momento que você observa tudo isso você para e pensa: “Ah, eu tenho o dedo podre pra escolher meus relacionamentos”.

 

Mas esteja atento pois quando você faz essa afirmação, pode, inconscientemente estar se colocando em um lugar de vítima, de pobre coitado da situação. Essa estratégia de vitimização, porém, não passa de um instrumento para suprir suas próprias necessidades e sua própria carência afetiva, fazendo com que o outro se sinta culpado pela sua infelicidade.

 

Perceba que, na verdade, quando você assume esse papel de vítima, você está abrindo mão de ser o Mestre da sua própria vida e entregando esse poder ao outro. Você está procrastinando uma mudança de padrão que só depende de você.

 

Se existe uma situação negativa se repetindo na sua vida, isso indica que, por alguma razão (na maioria das vezes inconsciente) você mesmo está atraindo isso.

 

Então que tal sair do lugar de vítima para o lugar de protagonista da sua própria história? Como seria se livrar de todo o remorso e arrependimento que você guarda pelas escolhas que você fez no passado e substituir por um sentimento de autocompaixão, ficando somente com os aprendizados daquelas experiências? Que tal sair de um lugar de culpa para um lugar de responsabilidade?

 

Uma das ferramentas mais poderosas que eu conheço, que nos ajuda nesse processo, e trabalha nossos impulsos inconscientes de escolha, baseados nas crenças que carregamos, é o Thetahealing.

 

Terapeuta e instrutora oficial de Thetahealing, Talita Leite. Foto: Divulgação

Falei sobre o assunto com a Terapeuta e instrutora oficial de Thetahealing Talita Leite que nos diz : “ O Thetahealing é uma ferramenta fantástica de cura que te traz a consciência sobre Autorresponsabilidade e te coloca em um lugar de cocriador da sua realidade a partir de um olhar sincero e profundo sobre suas emoções, necessidades e crenças”.

 

“De modo prático, isso acontece porque a técnica trabalha a partir da onda cerebral Theta, que cientificamente já foi comprovado que é a frequência que nos conecta ao nosso Subconsciente, onde estão armazenados nossas emoções mais profundas, crenças, medos e bloqueios.”

 

“Assim, é possível limpar do seu subconsciente todos os traumas, bloqueios, culpas pelos relacionamentos passados, liberando espaço para atrair pessoas e relações alinhadas com aquilo que você realmente deseja viver em um relacionamento amoroso.”

 

Falando aqui sobre o assunto de relacionamentos pensei que pode ser interessante falar também sobre os cabos energéticos que criamos quando nos relacionamos com outra pessoa e também como esses cabos muitas vezes permanecem ativos depois do termino da relação, sendo algumas vezes, realmente necessário fazer um Divórcio energético. 

 

Bom, mas divórcio energético será assunto para ser abordado em uma próxima vez. Você pode me escrever para deixar comentários, dúvidas ou sugestões de assuntos: espacopremamanaus@gmail.com.

 

   

Ah....eu acho que tenho o dedo podre para relacionamentos

“Uma das ferramentas que nos ajuda nesse processo, e trabalha nossos impulsos inconscientes de escolha, baseados nas crenças que carregamos, é o Thetahealing”

Dan Holanda

daniel_holanda@hotmail.com


Certamente você já se pegou em algum ciclo de repetição de determinado padrão que você conscientemente deseja não mais manifestar na sua vida.

 

Sabe aquelas situações que sempre se repetem em sua vida? As vezes muda somente os personagens, mas de fundo a situação é a mesma, não é verdade?

 

No campo dos relacionamentos afetivos isso é de certa forma frequente.

 

Conscientemente você deseja um relacionamento harmonioso, de parceria, de apoio mútuo, onde o amor e a verdade sejam a única ponte de ligação entre o casal. Mas acaba se envolvendo em relacionamentos abusivos - seja este abuso de natureza sexual, psicológica, financeira, etc., muitas vezes baseados em mentiras e traições.

 

No momento que você observa tudo isso você para e pensa: “Ah, eu tenho o dedo podre pra escolher meus relacionamentos”.

 

Mas esteja atento pois quando você faz essa afirmação, pode, inconscientemente estar se colocando em um lugar de vítima, de pobre coitado da situação. Essa estratégia de vitimização, porém, não passa de um instrumento para suprir suas próprias necessidades e sua própria carência afetiva, fazendo com que o outro se sinta culpado pela sua infelicidade.

 

Perceba que, na verdade, quando você assume esse papel de vítima, você está abrindo mão de ser o Mestre da sua própria vida e entregando esse poder ao outro. Você está procrastinando uma mudança de padrão que só depende de você.

 

Se existe uma situação negativa se repetindo na sua vida, isso indica que, por alguma razão (na maioria das vezes inconsciente) você mesmo está atraindo isso.

 

Então que tal sair do lugar de vítima para o lugar de protagonista da sua própria história? Como seria se livrar de todo o remorso e arrependimento que você guarda pelas escolhas que você fez no passado e substituir por um sentimento de autocompaixão, ficando somente com os aprendizados daquelas experiências? Que tal sair de um lugar de culpa para um lugar de responsabilidade?

 

Uma das ferramentas mais poderosas que eu conheço, que nos ajuda nesse processo, e trabalha nossos impulsos inconscientes de escolha, baseados nas crenças que carregamos, é o Thetahealing.

 

Terapeuta e instrutora oficial de Thetahealing, Talita Leite. Foto: Divulgação

Falei sobre o assunto com a Terapeuta e instrutora oficial de Thetahealing Talita Leite que nos diz : “ O Thetahealing é uma ferramenta fantástica de cura que te traz a consciência sobre Autorresponsabilidade e te coloca em um lugar de cocriador da sua realidade a partir de um olhar sincero e profundo sobre suas emoções, necessidades e crenças”.

 

“De modo prático, isso acontece porque a técnica trabalha a partir da onda cerebral Theta, que cientificamente já foi comprovado que é a frequência que nos conecta ao nosso Subconsciente, onde estão armazenados nossas emoções mais profundas, crenças, medos e bloqueios.”

 

“Assim, é possível limpar do seu subconsciente todos os traumas, bloqueios, culpas pelos relacionamentos passados, liberando espaço para atrair pessoas e relações alinhadas com aquilo que você realmente deseja viver em um relacionamento amoroso.”

 

Falando aqui sobre o assunto de relacionamentos pensei que pode ser interessante falar também sobre os cabos energéticos que criamos quando nos relacionamos com outra pessoa e também como esses cabos muitas vezes permanecem ativos depois do termino da relação, sendo algumas vezes, realmente necessário fazer um Divórcio energético. 

 

Bom, mas divórcio energético será assunto para ser abordado em uma próxima vez. Você pode me escrever para deixar comentários, dúvidas ou sugestões de assuntos: espacopremamanaus@gmail.com.

 

   

TAG thetahealingautoconhecimentorelacionamentoDan Holandaartigo