Publicidade

André Torbey

Home > Opiniao > Andre-torbey
André Torbey

Os tipos de negócios mais procurados no Brasil

“Muitos brasileiros pesquisam na internet quais são as melhores alternativas para começar um negócio, mesmo estando em boas condições de emprego e renda”

André Torbey

torbey.andre@gmail.com


Como já sabemos, existem inúmeros motivos que levam os brasileiros ao empreendedorismo: a necessidade é um dos maiores. Ainda assim, muitos brasileiros pesquisam na internet quais são as melhores alternativas para começar um negócio, mesmo estando em boas condições de emprego e renda.

 

Afinal de contas, a internet tem sido um dos veículos de informação mais democráticos no mundo. É possível encontrar diferentes opiniões e estudos de negócios que podem servir de guia para quem quer entender melhor sobre um nicho de mercado.

 

Abrir um negócio demanda tempo, dinheiro e afinidade com alguma área. Acredito que seja  melhor empreender em algo que você entenda do que arriscar a sua sanidade mental para começar algo totalmente diferente da sua área de expertise e no meio do caminho perceber que não tem nenhuma aptidão na área. Eu já fiz isso e acabei jogando uma boa parte das minhas reservas fora.

 

Conforme um estudo da Global Entrepreneurship Monitor (GEM), o nosso país tem mais de 52 milhões de pessoas com negócios próprios. O que representa 38% dos brasileiros com idade entre 18 e 64 anos. Muita gente, não é mesmo? 

 

Mas, quais são os negócios que mais tem chamado a atenção do brasileiro? 

 

Um levantamento feito com dados de mais de 230 mil pesquisas na internet apontou que os negócios mais procurados foram: marmitas, farmácias, massagens, lanchonetes e transportadoras. 

 

Olha que interessante. Pelo menos na minha visão. O número tem relação direta com uma necessidade e uma solução. 

 

Para quem não sabe, os gastos com alimentação fora tem crescido vertiginosa nos últimos períodos e cada vez mais pesam no orçamento das famílias. Encontrar alternativas mais acessíveis de alimentação tem sido um dos maiores desafios do trabalhador brasileiro. 

 

E tem também aqueles que estão em busca de uma alimentação mais equilibrada e com qualidade.

 

Vale lembrar que a alimentação costuma ser uma das áreas mais "baratas” para empreender. É possível testar bem alguns ingredientes e produtos antes de entrar de cabeça na área. É claro que saber cozinhar bem já se torna uma mão-na-roda para quem quer começar. 

 

Como você faz para pesquisar e encontrar oportunidades para empreender? 

 

Esse é o jeito baré de empreender.

 

     

Os tipos de negócios mais procurados no Brasil

“Muitos brasileiros pesquisam na internet quais são as melhores alternativas para começar um negócio, mesmo estando em boas condições de emprego e renda”

André Torbey

torbey.andre@gmail.com


Como já sabemos, existem inúmeros motivos que levam os brasileiros ao empreendedorismo: a necessidade é um dos maiores. Ainda assim, muitos brasileiros pesquisam na internet quais são as melhores alternativas para começar um negócio, mesmo estando em boas condições de emprego e renda.

 

Afinal de contas, a internet tem sido um dos veículos de informação mais democráticos no mundo. É possível encontrar diferentes opiniões e estudos de negócios que podem servir de guia para quem quer entender melhor sobre um nicho de mercado.

 

Abrir um negócio demanda tempo, dinheiro e afinidade com alguma área. Acredito que seja  melhor empreender em algo que você entenda do que arriscar a sua sanidade mental para começar algo totalmente diferente da sua área de expertise e no meio do caminho perceber que não tem nenhuma aptidão na área. Eu já fiz isso e acabei jogando uma boa parte das minhas reservas fora.

 

Conforme um estudo da Global Entrepreneurship Monitor (GEM), o nosso país tem mais de 52 milhões de pessoas com negócios próprios. O que representa 38% dos brasileiros com idade entre 18 e 64 anos. Muita gente, não é mesmo? 

 

Mas, quais são os negócios que mais tem chamado a atenção do brasileiro? 

 

Um levantamento feito com dados de mais de 230 mil pesquisas na internet apontou que os negócios mais procurados foram: marmitas, farmácias, massagens, lanchonetes e transportadoras. 

 

Olha que interessante. Pelo menos na minha visão. O número tem relação direta com uma necessidade e uma solução. 

 

Para quem não sabe, os gastos com alimentação fora tem crescido vertiginosa nos últimos períodos e cada vez mais pesam no orçamento das famílias. Encontrar alternativas mais acessíveis de alimentação tem sido um dos maiores desafios do trabalhador brasileiro. 

 

E tem também aqueles que estão em busca de uma alimentação mais equilibrada e com qualidade.

 

Vale lembrar que a alimentação costuma ser uma das áreas mais "baratas” para empreender. É possível testar bem alguns ingredientes e produtos antes de entrar de cabeça na área. É claro que saber cozinhar bem já se torna uma mão-na-roda para quem quer começar. 

 

Como você faz para pesquisar e encontrar oportunidades para empreender? 

 

Esse é o jeito baré de empreender.

 

     

TAG negociosdicas para empreenderEmpreendedorismoo jeito bare de empreenderandre torbey