Publicidade

André Torbey

Home > Opiniao > Andre-torbey
André Torbey

Conheça o seu cliente

“É necessário mergulhar e identificar o que você pode oferecer de diferente para fidelizar o seu cliente. Essa é a importância de conhecer melhor quem você vai atender”

André Torbey

torbey.andre@gmail.com


É tão legal quando você vai até um estabelecimento e é bem atendido, quando você é cumprimentado e chamado pelo nome. Melhor ainda quando esse atendimento vai além da sua expectativa.

 

Qualidade no atendimento, essa a palavra-chave de hoje.

 

Podemos dizer que os mercados são competitivos, todo dia pode surgir um novo concorrente tentando tomar os seus clientes com ofertas mais atrativas, cortando margens e oferecendo serviços diferentes do que você tem feito hoje. E é nessa hora que você deve acender um sinal de alerta.

 

Mas não bastar só ficar preocupado com a concorrência. É necessário mergulhar e identificar o que você pode oferecer de diferente para fidelizar o seu cliente. Essa é a importância de conhecer melhor quem você vai atender.

 

Por muito tempo aprendemos que a regra de ouro (com inúmeras variações) era “faça aos outros o que você gostaria que fosse feito com você”. Há muito tempo que isso mudou para “faça aos outros o que gostariam que fosse feito com eles”. Ou seja: o que você acredita ser a coisa mais importante, pode não ter a mesma percepção no seu cliente.

 

Por isso, torna-se tão essencial o conhecimento. O conhecimento é libertador! E pode ser a principal plataforma para conquistar e fidelizar clientes. “Gastar” tempo para conhecer mais os anseios e necessidades de quem você está atendendo.

 

Não que seja a coisa mais fácil, mas não é das tarefas mais complicadas, ainda mais que hoje as redes sociais atingiram um dimensão monumental. Já é possível entender os hábitos de consumo, costumes e ambições através de inúmeras plataformas. E usar isso para gerar transformação e trazer soluções é um excelente caminho para quem quer prosperar.

 

Fugir daquele questionário de nome, data de nascimento e gênero é uma possibilidade. Usar perguntas mais generalistas te deixa longe de encontrar as melhores alternativas. Obviamente que ajudam a segmentar os clientes, mas o seu foco é fornecer as melhores opções possíveis.

 

Vá além! Não precisa fazer o censo do IBGE. Mas busque as perguntas-chave que trarão o norte e como você pode atender as expectativas.

 

O que pode melhorar? O que gostaria que fizéssemos? Qual a primeira coisa que você pensa quando é bem atendido? O que poderia ser diferente?

 

Não tenha medo do feedback. É daí que surgem as melhorias. A qualidade no atendimento só aparece quando você está disposto a fugir do óbvio. E tenha certeza que isso traz resultados formidáveis. 

 

Personalize e veja os resultados disso. Esse é o jeito baré de empreender.

 

     

Conheça o seu cliente

“É necessário mergulhar e identificar o que você pode oferecer de diferente para fidelizar o seu cliente. Essa é a importância de conhecer melhor quem você vai atender”

André Torbey

torbey.andre@gmail.com


É tão legal quando você vai até um estabelecimento e é bem atendido, quando você é cumprimentado e chamado pelo nome. Melhor ainda quando esse atendimento vai além da sua expectativa.

 

Qualidade no atendimento, essa a palavra-chave de hoje.

 

Podemos dizer que os mercados são competitivos, todo dia pode surgir um novo concorrente tentando tomar os seus clientes com ofertas mais atrativas, cortando margens e oferecendo serviços diferentes do que você tem feito hoje. E é nessa hora que você deve acender um sinal de alerta.

 

Mas não bastar só ficar preocupado com a concorrência. É necessário mergulhar e identificar o que você pode oferecer de diferente para fidelizar o seu cliente. Essa é a importância de conhecer melhor quem você vai atender.

 

Por muito tempo aprendemos que a regra de ouro (com inúmeras variações) era “faça aos outros o que você gostaria que fosse feito com você”. Há muito tempo que isso mudou para “faça aos outros o que gostariam que fosse feito com eles”. Ou seja: o que você acredita ser a coisa mais importante, pode não ter a mesma percepção no seu cliente.

 

Por isso, torna-se tão essencial o conhecimento. O conhecimento é libertador! E pode ser a principal plataforma para conquistar e fidelizar clientes. “Gastar” tempo para conhecer mais os anseios e necessidades de quem você está atendendo.

 

Não que seja a coisa mais fácil, mas não é das tarefas mais complicadas, ainda mais que hoje as redes sociais atingiram um dimensão monumental. Já é possível entender os hábitos de consumo, costumes e ambições através de inúmeras plataformas. E usar isso para gerar transformação e trazer soluções é um excelente caminho para quem quer prosperar.

 

Fugir daquele questionário de nome, data de nascimento e gênero é uma possibilidade. Usar perguntas mais generalistas te deixa longe de encontrar as melhores alternativas. Obviamente que ajudam a segmentar os clientes, mas o seu foco é fornecer as melhores opções possíveis.

 

Vá além! Não precisa fazer o censo do IBGE. Mas busque as perguntas-chave que trarão o norte e como você pode atender as expectativas.

 

O que pode melhorar? O que gostaria que fizéssemos? Qual a primeira coisa que você pensa quando é bem atendido? O que poderia ser diferente?

 

Não tenha medo do feedback. É daí que surgem as melhorias. A qualidade no atendimento só aparece quando você está disposto a fugir do óbvio. E tenha certeza que isso traz resultados formidáveis. 

 

Personalize e veja os resultados disso. Esse é o jeito baré de empreender.

 

     

TAG dicas para empreenderEmpreendedorismoconhecer o clienteo jeito bare de empreenderandre torbey