Publicidade

Ana Cecília Marques

Home > Opiniao > Ana-cecilia-marques
Ana Cecília Marques

A consciência fonológica e o processo de leitura e escrita

Essa consciência envolve a compreensão de que a palavra é formada por uma sequência de sons, a reflexão sobre a estrutura sonora da fala e o trabalho com seus componentes estruturais

Ana Cecília Marques

anaceciliamqs@gmail.com


O domínio da leitura e da escrita é fundamental para uma participação efetiva do ser humano na vida em sociedade. A consciência fonológica é muito importante para a aprendizagem da leitura e da escrita. Essa consciência envolve a compreensão de que a palavra é formada por uma sequência de sons (composta por componentes menores), a reflexão sobre a estrutura sonora da fala e o trabalho com seus componentes estruturais, a saber: a sentença em palavra, a palavra em sílaba e a sílaba em fonema. 

Considerando o processo de alfabetização (aquisição da leitura e escrita) como um todo, temos a prerrogativa de analisar os vocábulos em sob dois aspectos: letras e formas; sons e regras de correspondências. A partir disso, podemos afirmar que a estrutura fonológica da linguagem oral serve de base para o desenvolvimento da consciência fonológica. 

Foto: Reprodução

É importante destacar que, desde quando começam a falar, as crianças possuem a capacidade de analisar a linguagem oral e de organizar os segmentos da fala para se comunicar, o que faz da aprendizagem da leitura e da escrita um processo que depende da compreensão de como funciona a estrutura da língua. 

Algumas pesquisas mostram que crianças que receberam um bom estímulo para o desenvolvimento da consciência fonológica demonstram um melhor desempenho na leitura e na escrita. Como essa consciência não surge espontaneamente nas crianças, é necessário que ela seja aguçada durante o processo de alfabetização. Sendo assim, a consciência fonológica na alfabetização deve ocorrer por meio de estímulos. 

Esse exercício se dá através do desenvolvimento de habilidades como a reflexão, a identificação e a manipulação dos sons presentes em nossa língua. Os educadores devem apostar no caráter lúdico das atividades, pois somente dessa maneira os pequenos podem aprimorar essas habilidades.

Existem algumas estratégias utilizadas para desenvolver essas habilidades fonológicas, pois promovem a compreensão das linguagens oral e escrita. Algumas das estratégias básicas é o trabalho com rimas e aliterações a partir de músicas, cantigas de roda, parlendas, trava-línguas, jogos orais, etc. Assim, o professor estimulará o desenvolvimento da consciência fonológica, que levará a criança a perceber as diferenças e semelhanças entre os sons e a compreender a segmentação fonética da palavra. 

Acredito que um trabalho bem realizado de desenvolvimento da consciência fonológica com as crianças contribuirá significativamente para o aprendizado delas em toda a sua vida.

 


A consciência fonológica e o processo de leitura e escrita

Essa consciência envolve a compreensão de que a palavra é formada por uma sequência de sons, a reflexão sobre a estrutura sonora da fala e o trabalho com seus componentes estruturais

Ana Cecília Marques

anaceciliamqs@gmail.com


O domínio da leitura e da escrita é fundamental para uma participação efetiva do ser humano na vida em sociedade. A consciência fonológica é muito importante para a aprendizagem da leitura e da escrita. Essa consciência envolve a compreensão de que a palavra é formada por uma sequência de sons (composta por componentes menores), a reflexão sobre a estrutura sonora da fala e o trabalho com seus componentes estruturais, a saber: a sentença em palavra, a palavra em sílaba e a sílaba em fonema. 

Considerando o processo de alfabetização (aquisição da leitura e escrita) como um todo, temos a prerrogativa de analisar os vocábulos em sob dois aspectos: letras e formas; sons e regras de correspondências. A partir disso, podemos afirmar que a estrutura fonológica da linguagem oral serve de base para o desenvolvimento da consciência fonológica. 

Foto: Reprodução

É importante destacar que, desde quando começam a falar, as crianças possuem a capacidade de analisar a linguagem oral e de organizar os segmentos da fala para se comunicar, o que faz da aprendizagem da leitura e da escrita um processo que depende da compreensão de como funciona a estrutura da língua. 

Algumas pesquisas mostram que crianças que receberam um bom estímulo para o desenvolvimento da consciência fonológica demonstram um melhor desempenho na leitura e na escrita. Como essa consciência não surge espontaneamente nas crianças, é necessário que ela seja aguçada durante o processo de alfabetização. Sendo assim, a consciência fonológica na alfabetização deve ocorrer por meio de estímulos. 

Esse exercício se dá através do desenvolvimento de habilidades como a reflexão, a identificação e a manipulação dos sons presentes em nossa língua. Os educadores devem apostar no caráter lúdico das atividades, pois somente dessa maneira os pequenos podem aprimorar essas habilidades.

Existem algumas estratégias utilizadas para desenvolver essas habilidades fonológicas, pois promovem a compreensão das linguagens oral e escrita. Algumas das estratégias básicas é o trabalho com rimas e aliterações a partir de músicas, cantigas de roda, parlendas, trava-línguas, jogos orais, etc. Assim, o professor estimulará o desenvolvimento da consciência fonológica, que levará a criança a perceber as diferenças e semelhanças entre os sons e a compreender a segmentação fonética da palavra. 

Acredito que um trabalho bem realizado de desenvolvimento da consciência fonológica com as crianças contribuirá significativamente para o aprendizado delas em toda a sua vida.

 

TAG dicas para leituraincentivo a leituraleitura nas escolasconsciencia fonologicafonologiaAna Cecilia Marquesartigo