Saúde

Yoga ao ar livre leva manauaras a buscarem equilíbrio e bem-estar

A capital amazonense pode se considerar privilegiada por possuir espaços abertos que permitem a prática de Yoga mais próxima à natureza

Diego Oliveira e Sidney Sousa


O Yoga é uma terapia oriental baseada em conceitos milenares, cujas posturas foram criadas a partir de estudos da observação de animais e de outros elementos da natureza. As posturas do cachorro, gafanhoto, camelo, palmeira, e saudação ao sol são exemplos de exercícios da atividade, que tem atraído muitos adeptos em Manaus. Mas uma modalidade que tem crescido na cidade é a do Yoga ao ar livre.

A capital amazonense pode se considerar privilegiada por possuir espaços abertos que permitem uma prática mais próxima à natureza, conexão essa que aumenta o número de benefícios já existentes da execução do Yoga.

   
Foto: Arquivo Pessoal
 

Diversos praticantes combinam reuniões em grupos pelos parques de Manaus e trocam os belos estúdios pelas sombras das árvores e ar fresco para praticar o Yoga ao ar livre. Conversamos com Guilherme Bento, que é instrutor de Yoga e tem um grupo que se encontra na Ponta Negra todos os domingos.

Segundo Bento, depois que voltou de uma viagem à Índia, muitas pessoas o procuraram para fazer aulas de Yoga, e assim, ele criou grupos em redes sociais, o que aumentou o alcance de seu trabalho. A dedicação dos alunos é algo notável. “Já são 32 domingos de práticas de Yoga na Ponta Negra, desde maio do ano passado e seguimos firme”, afirmou.

Se encontrando

Com uma aula que envolve meditação, respiração e autoconhecimento, Guilherme revela que o Yoga promove a sintonia das pessoas com seu próprio “eu”, além de promover uma resolução de conflitos internos, dissolução de traumas e maior qualidade de vida. “Pessoas me procuram para superar encerramentos de ciclos, que buscam um novo sentido na vida, inspirações e novas formas de entrar em contato consigo mesmas”, conta.

Mesmo praticando o Yoga em vários lugares do Brasil e do mundo, o facilitador destaca a importância do contato com a natureza durante a atividade: “a abundância de energia emanente da Amazônia faz dela um ambiente propício para a cura energética, é um ambiente místico para a transformação das emoções somente por se conectar com a natureza, porque os seres humanos também são parte dela”, explica Guilherme.

   
Foto: Arquivo Pessoal
 

Essa modalidade tem sua importância justamente por fazer com que o praticante se desligue da agitação do dia-a-dia. Guilherme ressalta que o Yoga ao ar livre proporciona “uma atmosfera menos lógica e mais intuitiva, ampliando essa conexão do nosso corpo com o meio natural e atingindo os objetivos do praticante, sejam eles físicos ou emocionais”.

O grupo de Guilherme Bento se reúne para a prática do Yoga todos os domingos, às 8h, atrás do primeiro ponto de ônibus da Ponta Negra, em uma região de gramado. Para entrar em contato com ele, você pode acessar o seu site: www.yoguibento.com ou mandar um direct em seu Instagram: @yoguibento.

Mais locais para praticar Yoga ao ar livre

O parque da Ponta Negra não é o único local ideal para se reunir um grupo de Yoga. Outros lugares em meio à urbanizada capital também permitem um contato puro com a natureza para gerar toda a transformação interior que você busca. Chega de ambientes fechados, ar condicionado, carro, escritório, shopping… Venha sentir o ar puro e pegar um pouco de vitamina D!

1. Parque Cultural Ponta Negra. Endereço: Avenida Cel. Teixeira, S/N.

2. Parque Municipal dos Bilhares. Endereço: Avenida Constantino Nery, S/N - São Geraldo.

3. Parque do Mindu. Endereço: Rua Dom João, 400 - Parque Dez de Novembro 

4. Parque Senador Jefferson Péres. Endereço: Rua Marquês de Santa Cruz, 1 - Centro

5. CSU - Parque Dez. Endereço: Rua São Pedro, 205 - Parque Dez de Novembro

Dica: Leve seu tapetinho, canga, toalha, água, protetor solar e pratique o Yoga!

Saúde

Home > Noticias > null

Yoga ao ar livre leva manauaras a buscarem equilíbrio e bem-estar

A capital amazonense pode se considerar privilegiada por possuir espaços abertos que permitem a prática de Yoga mais próxima à natureza

Diego Oliveira e Sidney Sousa


O Yoga é uma terapia oriental baseada em conceitos milenares, cujas posturas foram criadas a partir de estudos da observação de animais e de outros elementos da natureza. As posturas do cachorro, gafanhoto, camelo, palmeira, e saudação ao sol são exemplos de exercícios da atividade, que tem atraído muitos adeptos em Manaus. Mas uma modalidade que tem crescido na cidade é a do Yoga ao ar livre.

A capital amazonense pode se considerar privilegiada por possuir espaços abertos que permitem uma prática mais próxima à natureza, conexão essa que aumenta o número de benefícios já existentes da execução do Yoga.

   
Foto: Arquivo Pessoal
 

Diversos praticantes combinam reuniões em grupos pelos parques de Manaus e trocam os belos estúdios pelas sombras das árvores e ar fresco para praticar o Yoga ao ar livre. Conversamos com Guilherme Bento, que é instrutor de Yoga e tem um grupo que se encontra na Ponta Negra todos os domingos.

Segundo Bento, depois que voltou de uma viagem à Índia, muitas pessoas o procuraram para fazer aulas de Yoga, e assim, ele criou grupos em redes sociais, o que aumentou o alcance de seu trabalho. A dedicação dos alunos é algo notável. “Já são 32 domingos de práticas de Yoga na Ponta Negra, desde maio do ano passado e seguimos firme”, afirmou.

Se encontrando

Com uma aula que envolve meditação, respiração e autoconhecimento, Guilherme revela que o Yoga promove a sintonia das pessoas com seu próprio “eu”, além de promover uma resolução de conflitos internos, dissolução de traumas e maior qualidade de vida. “Pessoas me procuram para superar encerramentos de ciclos, que buscam um novo sentido na vida, inspirações e novas formas de entrar em contato consigo mesmas”, conta.

Mesmo praticando o Yoga em vários lugares do Brasil e do mundo, o facilitador destaca a importância do contato com a natureza durante a atividade: “a abundância de energia emanente da Amazônia faz dela um ambiente propício para a cura energética, é um ambiente místico para a transformação das emoções somente por se conectar com a natureza, porque os seres humanos também são parte dela”, explica Guilherme.

   
Foto: Arquivo Pessoal
 

Essa modalidade tem sua importância justamente por fazer com que o praticante se desligue da agitação do dia-a-dia. Guilherme ressalta que o Yoga ao ar livre proporciona “uma atmosfera menos lógica e mais intuitiva, ampliando essa conexão do nosso corpo com o meio natural e atingindo os objetivos do praticante, sejam eles físicos ou emocionais”.

O grupo de Guilherme Bento se reúne para a prática do Yoga todos os domingos, às 8h, atrás do primeiro ponto de ônibus da Ponta Negra, em uma região de gramado. Para entrar em contato com ele, você pode acessar o seu site: www.yoguibento.com ou mandar um direct em seu Instagram: @yoguibento.

Mais locais para praticar Yoga ao ar livre

O parque da Ponta Negra não é o único local ideal para se reunir um grupo de Yoga. Outros lugares em meio à urbanizada capital também permitem um contato puro com a natureza para gerar toda a transformação interior que você busca. Chega de ambientes fechados, ar condicionado, carro, escritório, shopping… Venha sentir o ar puro e pegar um pouco de vitamina D!

1. Parque Cultural Ponta Negra. Endereço: Avenida Cel. Teixeira, S/N.

2. Parque Municipal dos Bilhares. Endereço: Avenida Constantino Nery, S/N - São Geraldo.

3. Parque do Mindu. Endereço: Rua Dom João, 400 - Parque Dez de Novembro 

4. Parque Senador Jefferson Péres. Endereço: Rua Marquês de Santa Cruz, 1 - Centro

5. CSU - Parque Dez. Endereço: Rua São Pedro, 205 - Parque Dez de Novembro

Dica: Leve seu tapetinho, canga, toalha, água, protetor solar e pratique o Yoga!

TAG manausamazonasyogayoga manaussaude