Publicidade

Ciência e Tecnologia

Home > Noticias > null

Único planetário fixo da Amazônia está localizado em Belém; conheça

O Planetário Sebastião Sodré da Gama foi inaugurado no dia 30 de setembro de 1999, por uma iniciativa do Governo do Estado do Pará

Diego Oliveira

jornalismo@portalamazonia.com


Quem nunca se pegou em um dia estrelado, olhando para o céu e imaginando as maravilhas que estão acima de nós? Para conhecer mais sobre esse universo, as pessoas podem recorrer aos planetários, lugares que projetam um céu artificial. Segundo dados da Associação Brasileira de Planetários (ABP), o país conta com 41 planetários fixos, desse total, apenas um na Amazônia, em Belém, o Centro de Ciências e Planetário do Pará (CCPP).

O Portal Amazônia entrevistou a diretora do CCPP, Sinaida Vasconcelos, que falou sobre a criação do local e a importância dele para a divulgação científica.
 
Foto: Divulgação
 
   
O Planetário Sebastião Sodré da Gama foi inaugurado no dia 30 de setembro de 1999, por uma iniciativa do Governo do Estado do Pará. Na época, Belém recebeu um evento para a observação de um eclipse, para o momento, foram convidados astrônomos de várias regiões do país. As autoridades perceberam o interesse dos paraenses pela Astronomia. O prédio do planetário ficou sob os cuidados da Universidade Estadual do Pará (UEPA). E, desde 2012, além da cúpula principal, o espaço ganhou o Museu de Ciência.

Visita ilustre e reconhecimento

Em 2017, o atual ministro de Ciência e Tecnologia, o astronauta Marcos Pontes, visitou o CCPP e conheceu mais sobre o trabalho desenvolvido no Pará. Na ocasião, ele palestrou para 80 crianças de escolas públicas e ficou emocionado com o trabalho realizado no local.

Recentemente, o CCPP recebeu o Selo de Qualidade de Conteúdo da Sociedade Astronômica Brasileira (SAB). Segundo a instituição, é um reconhecimento ao trabalho de divulgação de informações astronômicas de bom nível e valor científico.
 
Foto: Divulgação
 
Para educação

De acordo com Sinaida Vasconcelos, o planetário é uma escola informal, que busca sempre agregar valor e conhecimento na vida dos visitantes. "É um espaço lúdico de aprendizado, e que tem um dialogo muito próximo das escolas, mas que não tem uma formatação tão formal. As crianças e jovens aprendem de uma maneira diferenciada, principalmente, quando mostramos as projeções do céu, das estrelas e planetas", destacou.

A demanda é tanta, que muitas vezes, a equipe do Planetário precisa se preparar para receber os visitantes.  “Muitas vezes não conseguimos atender todo mundo, por esse motivo, sempre aconselho as escolas a ligarem com antecedência. Acho que toda cidade deveria ter, pelo menos, um planetário, o público gosta, eles tem curiosidade sobre o tema”, afirmou Sinaida.

Planetário ou observatório?

Um dos grandes erros das pessoas é achar que planetário e observatório desenvolvem o mesmo trabalho. Segundo o site do ABP, os planetários, assim como os observatórios, se caracterizam exatamente pela cúpula, mas a do planetário não se abre para o céu, e objetos como o telescópio não está inserido entre os equipamentos. Toda a demonstração acontece de forma interna, por meio de projeções e explicações. Já o observatório é usado para observações e estudos de eventos celestes.

Ficou interessado?

O Planetário do Pará Sebastião Sodré da Gama atende de terça-feira a sexta-feira, das 9h às 12h e de 14h às 17h30, no Centro de Ciências e Planetário do Pará, localizado na Av. Augusto Montenegro, em Belém. Mais informações pelo telefone (91) 3216-6303. Os agendamentos podem ser feito pelo email agenda.planetario@uepa.br.
Ciência e Tecnologia

Único planetário fixo da Amazônia está localizado em Belém; conheça

O Planetário Sebastião Sodré da Gama foi inaugurado no dia 30 de setembro de 1999, por uma iniciativa do Governo do Estado do Pará


Quem nunca se pegou em um dia estrelado, olhando para o céu e imaginando as maravilhas que estão acima de nós? Para conhecer mais sobre esse universo, as pessoas podem recorrer aos planetários, lugares que projetam um céu artificial. Segundo dados da Associação Brasileira de Planetários (ABP), o país conta com 41 planetários fixos, desse total, apenas um na Amazônia, em Belém, o Centro de Ciências e Planetário do Pará (CCPP).

O Portal Amazônia entrevistou a diretora do CCPP, Sinaida Vasconcelos, que falou sobre a criação do local e a importância dele para a divulgação científica.
 
Foto: Divulgação
 
   
O Planetário Sebastião Sodré da Gama foi inaugurado no dia 30 de setembro de 1999, por uma iniciativa do Governo do Estado do Pará. Na época, Belém recebeu um evento para a observação de um eclipse, para o momento, foram convidados astrônomos de várias regiões do país. As autoridades perceberam o interesse dos paraenses pela Astronomia. O prédio do planetário ficou sob os cuidados da Universidade Estadual do Pará (UEPA). E, desde 2012, além da cúpula principal, o espaço ganhou o Museu de Ciência.

Visita ilustre e reconhecimento

Em 2017, o atual ministro de Ciência e Tecnologia, o astronauta Marcos Pontes, visitou o CCPP e conheceu mais sobre o trabalho desenvolvido no Pará. Na ocasião, ele palestrou para 80 crianças de escolas públicas e ficou emocionado com o trabalho realizado no local.

Recentemente, o CCPP recebeu o Selo de Qualidade de Conteúdo da Sociedade Astronômica Brasileira (SAB). Segundo a instituição, é um reconhecimento ao trabalho de divulgação de informações astronômicas de bom nível e valor científico.
 
Foto: Divulgação
 
Para educação

De acordo com Sinaida Vasconcelos, o planetário é uma escola informal, que busca sempre agregar valor e conhecimento na vida dos visitantes. "É um espaço lúdico de aprendizado, e que tem um dialogo muito próximo das escolas, mas que não tem uma formatação tão formal. As crianças e jovens aprendem de uma maneira diferenciada, principalmente, quando mostramos as projeções do céu, das estrelas e planetas", destacou.

A demanda é tanta, que muitas vezes, a equipe do Planetário precisa se preparar para receber os visitantes.  “Muitas vezes não conseguimos atender todo mundo, por esse motivo, sempre aconselho as escolas a ligarem com antecedência. Acho que toda cidade deveria ter, pelo menos, um planetário, o público gosta, eles tem curiosidade sobre o tema”, afirmou Sinaida.

Planetário ou observatório?

Um dos grandes erros das pessoas é achar que planetário e observatório desenvolvem o mesmo trabalho. Segundo o site do ABP, os planetários, assim como os observatórios, se caracterizam exatamente pela cúpula, mas a do planetário não se abre para o céu, e objetos como o telescópio não está inserido entre os equipamentos. Toda a demonstração acontece de forma interna, por meio de projeções e explicações. Já o observatório é usado para observações e estudos de eventos celestes.

Ficou interessado?

O Planetário do Pará Sebastião Sodré da Gama atende de terça-feira a sexta-feira, das 9h às 12h e de 14h às 17h30, no Centro de Ciências e Planetário do Pará, localizado na Av. Augusto Montenegro, em Belém. Mais informações pelo telefone (91) 3216-6303. Os agendamentos podem ser feito pelo email agenda.planetario@uepa.br.

TAG belemparaplanetarioAstronomia