Publicidade

Saúde

Tocantins registra dois casos suspeitos de sarampo

No ano passado, no Tocantins, a cobertura da vacina tríplice viral, utilizada para imunização contra sarampo, caxumba e rubéola


A Secretaria de Saúde do Tocantins está em alerta para a reintrodução do vírus do sarampo, erradicado no estado desde o ano 2000. Nesta quarta-feira (10), foram registrados dois casos suspeitos nas cidades de Palmas e Araguaína.


No ano passado, no Tocantins, a cobertura da vacina tríplice viral, utilizada para imunização contra sarampo, caxumba e rubéola, foi de 83,24%, não atingindo a meta de 95% do público alvo.





A Secretaria informou que o Estado está em constante contato com os municípios para reforçar a busca ativa de quem não se vacinou, principalmente crianças de um ano. Mas há a preocupação com a falta de interesse da população, que acaba ficando vulnerável ao vírus.


O sarampo é uma doença infecciosa, altamente transmissível e contagiosa e pode levar ao óbito. A transmissão ocorre de pessoa a pessoa por meio de secreções respiratórias. Os principais sintomas são manchas vermelhas na pele, febre alta e dor cabeça.


A vacina é gratuita e está disponível em todas as unidades básicas de saúde.


Saúde

Home > Noticias > null

Tocantins registra dois casos suspeitos de sarampo

No ano passado, no Tocantins, a cobertura da vacina tríplice viral, utilizada para imunização contra sarampo, caxumba e rubéola

Redação

jornalismo@portalamazonia.com


A Secretaria de Saúde do Tocantins está em alerta para a reintrodução do vírus do sarampo, erradicado no estado desde o ano 2000. Nesta quarta-feira (10), foram registrados dois casos suspeitos nas cidades de Palmas e Araguaína.


No ano passado, no Tocantins, a cobertura da vacina tríplice viral, utilizada para imunização contra sarampo, caxumba e rubéola, foi de 83,24%, não atingindo a meta de 95% do público alvo.





A Secretaria informou que o Estado está em constante contato com os municípios para reforçar a busca ativa de quem não se vacinou, principalmente crianças de um ano. Mas há a preocupação com a falta de interesse da população, que acaba ficando vulnerável ao vírus.


O sarampo é uma doença infecciosa, altamente transmissível e contagiosa e pode levar ao óbito. A transmissão ocorre de pessoa a pessoa por meio de secreções respiratórias. Os principais sintomas são manchas vermelhas na pele, febre alta e dor cabeça.


A vacina é gratuita e está disponível em todas as unidades básicas de saúde.

TAG tocantinsPalmassarampodoenca