Publicidade

Cidades

Terremoto volta a atingir a cidade de Tarauacá no Acre

Sismo foi registrado pelo Observatório Geológico dos Estados Unidos a 600 km de profundidade

Izabel Santos



Imagem: Reprodução/USGS

MANAUS - A cidade de Tarauacá, no Acre, voltou a registrar abalos sísmicos na madrugada desta quinta-feira (26). De acordo com o Observatório de Geologia dos Estados Unidos (USGS), um terremoto de magnitude 6,7 atingiu o município às 00h45 (3h45 em Brasília), a 604 quilômetros de profundidade. Não há informações sobre danos ou vítimas.InstabilidadeNesta quarta-feira (25) o Observatório Sismológico da Universidade de Brasília (Obsis) registrou outros sete terremotos na região compreendida entre o Peru e o Acre. Em território peruano, os sismos foram registrados na província de Tohuamanu, com intensidade entre 5.3 e 5.4 graus e a mais de 600 km de profundidade. Os tremores aconteceram após os sismos de 7.1 e 7.4 na Escala Richter registrados na cidade peruana de Iberia, na terça-feira (24), entre 17h45 e 17h53 (hora local).Os abalos foram réplicas do tremor peruano, causado pelo impacto entre as placas tectônicas Nazca e Sul-americana. O professor do Obsis, George Sanches, explica que os sismos registrados nas cidades acreanas têm origem no sismo de grande magnitude de Iberia.

Cidades

Home > Noticias > null

Terremoto volta a atingir a cidade de Tarauacá no Acre

Sismo foi registrado pelo Observatório Geológico dos Estados Unidos a 600 km de profundidade

Izabel Santos



Imagem: Reprodução/USGS

MANAUS - A cidade de Tarauacá, no Acre, voltou a registrar abalos sísmicos na madrugada desta quinta-feira (26). De acordo com o Observatório de Geologia dos Estados Unidos (USGS), um terremoto de magnitude 6,7 atingiu o município às 00h45 (3h45 em Brasília), a 604 quilômetros de profundidade. Não há informações sobre danos ou vítimas.InstabilidadeNesta quarta-feira (25) o Observatório Sismológico da Universidade de Brasília (Obsis) registrou outros sete terremotos na região compreendida entre o Peru e o Acre. Em território peruano, os sismos foram registrados na província de Tohuamanu, com intensidade entre 5.3 e 5.4 graus e a mais de 600 km de profundidade. Os tremores aconteceram após os sismos de 7.1 e 7.4 na Escala Richter registrados na cidade peruana de Iberia, na terça-feira (24), entre 17h45 e 17h53 (hora local).Os abalos foram réplicas do tremor peruano, causado pelo impacto entre as placas tectônicas Nazca e Sul-americana. O professor do Obsis, George Sanches, explica que os sismos registrados nas cidades acreanas têm origem no sismo de grande magnitude de Iberia.

TAG