Publicidade

Ciência e Tecnologia

Home > Noticias > null

Tecnologia para smartphone quer medir consumo de energia no Amazonas

Projeto desenvolvido em Manaus vai gerenciar, via celular ou computador, dispositivos elétricos na sua casa

Portal Amazônia, com informações da Fapeam



Foto: Reprodução/ShuttestockMANAUS - A partir do mês de fevereiro a conta de luz vem 40% mais alta no Estado do Amazonas. E se fosse possível ter mais controle sobre os aparelhos eletroeletrônicos e saber exatamente qual é o seu consumo de energia? Até 2017, o Amazonas contará com uma solução exatamente assim.
Segundo o coordenador do projeto de pesquisa desenvolvido com o apoio da Fundação de Amparo à Pesquisa do Amazonas (Fapeam), o engenheiro elétrico Allan Roberto Amorim, o funcionamento da ferramenta é simples e se dá por meio de uma central controlada remotamente por computador ou celular. O projeto 'Mashina' tem o intuito de possibilitar que os consumidores gerenciem e monitorem, via smartphones e computadores, o consumo elétrico dos dispositivos eletroeletrônicos das residências. Um protótipo deve ser concluído em seis meses.A central fará o gerenciamento dos dispositivos na residência, monitorando o consumo energético para otimizar o uso dos equipamentos, gerando uma redução no consumo de energia. “O processo é bastante prático. O usuário poderá ligar ou desligar determinados equipamentos em sua residência com um simples toque na interface do seu smartphone. Para isso, bastará que ele tenha uma conexão com a internet. Indicadores de consumo e estimativas serão apresentados ao usuário, permitindo a tomada de decisões no sentido de economizar energia”, disse o Amorim.De acordo com Allan Amorim, o termo “Mashina” é russo que significa máquina, motor, e foi proposto por um designer que atuou com a equipe no início do projeto. “Mashina é algo que transforma uma fonte de combustível em movimento útil. Nós transformamos conhecimento técnico em produtos”, disse o engenheiro.Além de transformar o conhecimento técnico em produtos, em tempos de crise energética e aumento das tarifas no País, a ferramenta auxiliará os consumidores a, de forma simples e prática, reduzir o consumo nas residências e, consequentemente, o valor pago a concessionária pelos serviços.
Ciência e Tecnologia

Tecnologia para smartphone quer medir consumo de energia no Amazonas

Projeto desenvolvido em Manaus vai gerenciar, via celular ou computador, dispositivos elétricos na sua casa

Portal Amazônia, com informações da Fapeam



Foto: Reprodução/ShuttestockMANAUS - A partir do mês de fevereiro a conta de luz vem 40% mais alta no Estado do Amazonas. E se fosse possível ter mais controle sobre os aparelhos eletroeletrônicos e saber exatamente qual é o seu consumo de energia? Até 2017, o Amazonas contará com uma solução exatamente assim.
Segundo o coordenador do projeto de pesquisa desenvolvido com o apoio da Fundação de Amparo à Pesquisa do Amazonas (Fapeam), o engenheiro elétrico Allan Roberto Amorim, o funcionamento da ferramenta é simples e se dá por meio de uma central controlada remotamente por computador ou celular. O projeto 'Mashina' tem o intuito de possibilitar que os consumidores gerenciem e monitorem, via smartphones e computadores, o consumo elétrico dos dispositivos eletroeletrônicos das residências. Um protótipo deve ser concluído em seis meses.A central fará o gerenciamento dos dispositivos na residência, monitorando o consumo energético para otimizar o uso dos equipamentos, gerando uma redução no consumo de energia. “O processo é bastante prático. O usuário poderá ligar ou desligar determinados equipamentos em sua residência com um simples toque na interface do seu smartphone. Para isso, bastará que ele tenha uma conexão com a internet. Indicadores de consumo e estimativas serão apresentados ao usuário, permitindo a tomada de decisões no sentido de economizar energia”, disse o Amorim.De acordo com Allan Amorim, o termo “Mashina” é russo que significa máquina, motor, e foi proposto por um designer que atuou com a equipe no início do projeto. “Mashina é algo que transforma uma fonte de combustível em movimento útil. Nós transformamos conhecimento técnico em produtos”, disse o engenheiro.Além de transformar o conhecimento técnico em produtos, em tempos de crise energética e aumento das tarifas no País, a ferramenta auxiliará os consumidores a, de forma simples e prática, reduzir o consumo nas residências e, consequentemente, o valor pago a concessionária pelos serviços.

TAG