Cidades

Superintendência do Dnit é criada no Acre

Para Tião Viana, uma superintendência própria do Dnit no Estado, assegura uma melhor execução dos trabalhos que terão seus processos agilizados

Portal Amazônia, com informações da Agência Acre

jornalismo@portalamazonia.com


O decreto nº. 8.990/2017, publicado nesta quinta-feira (16) no Diário Oficial da União (DOU), instituiu oficialmente a primeira Superintendência do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit) no Acre. Uma luta que iniciou pelas mãos do governador Tião Viana desde que entregou ao órgão, a responsabilidade pela manutenção e tráfego da rodovia BR-364, no final de 2014.

Após isso, várias reuniões foram realizadas entre o governo e o Dnit Regional Rondônia/Acre e diversas vezes Tião Viana foi a Brasília tratar do assunto com a diretoria geral do órgão e o Ministério dos Transportes. 
 

Foto: Divulgação/Secom
O pedido de criação da superintendência do Dnit no Acre se deu no âmbito do Ministério do Planejamento, antes do afastamento da presidente Dilma Rousseff. Posteriormente, o governo federal decidiu seguir com a implantação da unidade.

Para Tião Viana, uma superintendência própria do Dnit no estado, assegura uma melhor execução dos trabalhos que terão seus processos agilizados, principalmente em relação à conservação das rodovias federais BR-364, que vai até Cruzeiro do Sul, e BR-317, a Rodovia Interoceânica, que liga o Acre ao Peru.

A luta pela integração dos municípios do Acre sempre foi uma marca da gestão do governador Tião Viana. Foi pelas suas mãos que, cinco anos atrás, pela primeira vez, a BR-364 esteve aberta de inverno a verão, a partir de 2011.

Em 2015, quando o Acre sofreu os efeitos do mais rigoroso inverno amazônico da sua história recente, o governador conseguiu junto à então presidenta Dilma Rousseff R$ 78 milhões para a recuperação emergencial dos trechos mais críticos da rodovia.

Em maio de 2016, Tião também garantiu junto ao governo federal a liberação de mais R$ 230 milhões, pela União, por meio do Programa de Contratação, Restauração e Manutenção por Resultados (Crema), do Dnit, também para a recuperação da rodovia. 


Cidades

Superintendência do Dnit é criada no Acre

Para Tião Viana, uma superintendência própria do Dnit no Estado, assegura uma melhor execução dos trabalhos que terão seus processos agilizados

Portal Amazônia, com informações da Agência Acre

jornalismo@portalamazonia.com


O decreto nº. 8.990/2017, publicado nesta quinta-feira (16) no Diário Oficial da União (DOU), instituiu oficialmente a primeira Superintendência do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit) no Acre. Uma luta que iniciou pelas mãos do governador Tião Viana desde que entregou ao órgão, a responsabilidade pela manutenção e tráfego da rodovia BR-364, no final de 2014.

Após isso, várias reuniões foram realizadas entre o governo e o Dnit Regional Rondônia/Acre e diversas vezes Tião Viana foi a Brasília tratar do assunto com a diretoria geral do órgão e o Ministério dos Transportes. 
 

Foto: Divulgação/Secom
O pedido de criação da superintendência do Dnit no Acre se deu no âmbito do Ministério do Planejamento, antes do afastamento da presidente Dilma Rousseff. Posteriormente, o governo federal decidiu seguir com a implantação da unidade.

Para Tião Viana, uma superintendência própria do Dnit no estado, assegura uma melhor execução dos trabalhos que terão seus processos agilizados, principalmente em relação à conservação das rodovias federais BR-364, que vai até Cruzeiro do Sul, e BR-317, a Rodovia Interoceânica, que liga o Acre ao Peru.

A luta pela integração dos municípios do Acre sempre foi uma marca da gestão do governador Tião Viana. Foi pelas suas mãos que, cinco anos atrás, pela primeira vez, a BR-364 esteve aberta de inverno a verão, a partir de 2011.

Em 2015, quando o Acre sofreu os efeitos do mais rigoroso inverno amazônico da sua história recente, o governador conseguiu junto à então presidenta Dilma Rousseff R$ 78 milhões para a recuperação emergencial dos trechos mais críticos da rodovia.

Em maio de 2016, Tião também garantiu junto ao governo federal a liberação de mais R$ 230 milhões, pela União, por meio do Programa de Contratação, Restauração e Manutenção por Resultados (Crema), do Dnit, também para a recuperação da rodovia. 

TAG AcreRio Brancocriacaodnit