Ciência e Tecnologia

Sua TV ainda é de tubo? Conheça as vantagens de se tornar digital

O sinal analógico será desligado nas capitais de Amazônia ainda em 2018. Em São Luiz no dia 28 de março, e em Belém e Manaus no dia 30 de maio


No últimos anos, o brasileiro tem percebido mudanças ao assistir televisão. O aparelho, que está em mais de 97% dos lares, é o meio de comunicação preferido da população e está melhorando sua qualidade com a chegada dos canais digitais e em alta definição.

Diferente dos canais analógicos - aqueles com chuviscos na imagem, com falhas e o áudio chiado -, os digitais têm qualidade de som e imagem, e já chegam aos telespectadores de todas as capitais da Amazônia, e nas principais cidades do interior.

Segundo o gerente de engenharia do Grupo Rede Amazônica, Eduardo Souza, o sinal digital proporciona uma melhor experiência ao assistir televisão.

"Com a TV digital, os telespectadores terão vários benefícios, como a ótima qualidade de imagem, um som envolvente, além das possibilidades de acessibilidade da programação, como a audiodescrição, que permite ao deficiente visual assistir a TV com a narrativa das cenas", disse. 
   
Foto: William Costa / Portal Amazônia
 
Com a implementação gradual do sinal digital, o sinal analógico vai sendo desligado para dar lugar a outros serviços de telecomunicação.

"Desligar o sinal analógico é liberar uma faixa de frequência para que as empresas de telefonia, por exemplo, possam aumentar a oferta de serviços de internet 4G. Além da redução de custos para as empresas de comunicação, pois manter o analógico no ar é muito mais caro que o digital", disse.

Na Amazônia, todas as capitais e as cidades vizinhas que recebem a mesma cobertura de sinal, terão os canais analógicos desativados ainda em 2018. São Luiz (MA) será a primeira, em 28 de março, seguida por Belém Manaus, em 30 de maio, e Boa Vista (RR), Cuiabá (MT), Macapá (AP), Palmas (TO), Rio Branco (AC), e Porto Velho (RO) que desligarão seus sinais em 28 de novembro.

Para quem ainda não assiste à programação da TV Digital, Eduardo dá as orientações para ter o sinal em casa.

"As televisões fabricadas de 2010 pra cá estão preparadas, mas é importante o espectador verificar se a televisão apresenta o símbolo DTV (Digital TV) ou se no menu de sintonia tem a opção de canais digitais, se sim é só acoplar à TV uma antena UHF externa e realizar a busca automática de canais. Caso a televisão não seja dessas mais modernas ou ainda de tubo, vai ser necessário um conversor digital e uma antena externa UHF, para que seja possível assistir a TV digital", completou.  
   
Foto: William Costa / `Portal Amazônia
 
Para que o telespectador identifique que ainda está assistindo a um canal analógico, o Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovação e Comunicação e a Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) estão orientando os telespectadores a partir de mensagens nos canais analógicos, e de um A, no canto superior direito da tela, informando ser um canal analógico.

E para quem quer assistir a programação do Amazon Sat em alta definição, com o padrão digital ativo, basta fazer uma sintonia automática de canais e a TV memorizará o Amazon Sat HD. Em Manaus (canal 44.1) e Porto Velho (canal 22.1), e ainda neste semestre entrará em Macapá, Boa Vista e Rio Branco. 


Ciência e Tecnologia

Home > Noticias > null

Sua TV ainda é de tubo? Conheça as vantagens de se tornar digital

O sinal analógico será desligado nas capitais de Amazônia ainda em 2018. Em São Luiz no dia 28 de março, e em Belém e Manaus no dia 30 de maio

William Costa

william.costa@portalamazonia.com


No últimos anos, o brasileiro tem percebido mudanças ao assistir televisão. O aparelho, que está em mais de 97% dos lares, é o meio de comunicação preferido da população e está melhorando sua qualidade com a chegada dos canais digitais e em alta definição.

Diferente dos canais analógicos - aqueles com chuviscos na imagem, com falhas e o áudio chiado -, os digitais têm qualidade de som e imagem, e já chegam aos telespectadores de todas as capitais da Amazônia, e nas principais cidades do interior.

Segundo o gerente de engenharia do Grupo Rede Amazônica, Eduardo Souza, o sinal digital proporciona uma melhor experiência ao assistir televisão.

"Com a TV digital, os telespectadores terão vários benefícios, como a ótima qualidade de imagem, um som envolvente, além das possibilidades de acessibilidade da programação, como a audiodescrição, que permite ao deficiente visual assistir a TV com a narrativa das cenas", disse. 
   
Foto: William Costa / Portal Amazônia
 
Com a implementação gradual do sinal digital, o sinal analógico vai sendo desligado para dar lugar a outros serviços de telecomunicação.

"Desligar o sinal analógico é liberar uma faixa de frequência para que as empresas de telefonia, por exemplo, possam aumentar a oferta de serviços de internet 4G. Além da redução de custos para as empresas de comunicação, pois manter o analógico no ar é muito mais caro que o digital", disse.

Na Amazônia, todas as capitais e as cidades vizinhas que recebem a mesma cobertura de sinal, terão os canais analógicos desativados ainda em 2018. São Luiz (MA) será a primeira, em 28 de março, seguida por Belém Manaus, em 30 de maio, e Boa Vista (RR), Cuiabá (MT), Macapá (AP), Palmas (TO), Rio Branco (AC), e Porto Velho (RO) que desligarão seus sinais em 28 de novembro.

Para quem ainda não assiste à programação da TV Digital, Eduardo dá as orientações para ter o sinal em casa.

"As televisões fabricadas de 2010 pra cá estão preparadas, mas é importante o espectador verificar se a televisão apresenta o símbolo DTV (Digital TV) ou se no menu de sintonia tem a opção de canais digitais, se sim é só acoplar à TV uma antena UHF externa e realizar a busca automática de canais. Caso a televisão não seja dessas mais modernas ou ainda de tubo, vai ser necessário um conversor digital e uma antena externa UHF, para que seja possível assistir a TV digital", completou.  
   
Foto: William Costa / `Portal Amazônia
 
Para que o telespectador identifique que ainda está assistindo a um canal analógico, o Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovação e Comunicação e a Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) estão orientando os telespectadores a partir de mensagens nos canais analógicos, e de um A, no canto superior direito da tela, informando ser um canal analógico.

E para quem quer assistir a programação do Amazon Sat em alta definição, com o padrão digital ativo, basta fazer uma sintonia automática de canais e a TV memorizará o Amazon Sat HD. Em Manaus (canal 44.1) e Porto Velho (canal 22.1), e ainda neste semestre entrará em Macapá, Boa Vista e Rio Branco. 

TAG sinal digitalsinal analógicoAmazon Sat

ÚLTIMAS NOTÍCIAS
VOCÊ VIU ?