Publicidade

Amazônia

Home > Noticias > null

Sistema agrícola tradicional do Rio Negro é apresentado em exposição gratuita, em Manaus

‘Aturás Mandiocas Beijus’ trata sobre o sistema milenar usado pelos povos indígenas para se alimentar e conservar o seu modo de vida

Redação

jornalismo@portalamazonia.com


A exposição ‘Aturás Mandiocas Beijus’, que apresenta o sistema agrícola tradicional do Rio Negro, foi inaugurada no Musa do Largo (Rua Costa Azevedo, 272, no Largo de São Sebastião), nessa quarta-feira (12). A exposição completa continua no Musa Jardim Botânico, no bairro Cidade de Deus, mas agora os visitantes têm essa nova opção no espaço do Centro da capital, que é gratuita e ocorre de terça-feira a sábado, de 9h às 18h.

 

A exposição Aturás Mandiocas Beijus trata sobre o sistema milenar usado pelos povos indígenas, com sucesso, para se alimentar, conservar o seu modo de vida, sua organização social e a biodiversidade da floresta e das águas da Amazônia. O Sistema Agrícola Tradicional do Rio Negro foi registrado em 2010 pelo Instituto de Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan) como Patrimônio Cultural do Brasil.

 

Foto: Divulgação

A exposição é fruto de um processo de curadoria participativa composta por cinco indígenas representantes da Associação das Comunidades Indígenas do Médio Rio Negro (ACIMRN), com sede em Santa Isabel do Rio Negro. Eles participaram de todas as fases de construção da exposição – conceituação, estruturação, coleta de objetos e montagem.

 

“Aturás Mandiocas Beijus” contou, ainda, com a curadoria da antropóloga Lúcia Hussak van Velthem, do Museu Paraense Emílio Goeldi, e consultoria da etnobotânica Laure Emperaire e das antropólogas Maria Manuela Carneiro da Cunha e Esther Katz. A exposição foi patrocinada pelas empresas Bemol e Fogás, e contou com apoio do CNPq, do Fundo Amazônia/BNDES e da Universidade do Estado do Amazonas – UEA.

 

Foto: Divulgação

Serviço

 

O que: Exposição ‘Aturás Mandiocas Beijus’

Onde: Musa do Largo (Rua Costa Azevedo 27 - Largo São Sebastião, Centro)

Horário: de terça-feira a sábado, de 9h às 18h

Informações (92) 99280-4205

 

     
Amazônia

Sistema agrícola tradicional do Rio Negro é apresentado em exposição gratuita, em Manaus

‘Aturás Mandiocas Beijus’ trata sobre o sistema milenar usado pelos povos indígenas para se alimentar e conservar o seu modo de vida


A exposição ‘Aturás Mandiocas Beijus’, que apresenta o sistema agrícola tradicional do Rio Negro, foi inaugurada no Musa do Largo (Rua Costa Azevedo, 272, no Largo de São Sebastião), nessa quarta-feira (12). A exposição completa continua no Musa Jardim Botânico, no bairro Cidade de Deus, mas agora os visitantes têm essa nova opção no espaço do Centro da capital, que é gratuita e ocorre de terça-feira a sábado, de 9h às 18h.

 

A exposição Aturás Mandiocas Beijus trata sobre o sistema milenar usado pelos povos indígenas, com sucesso, para se alimentar, conservar o seu modo de vida, sua organização social e a biodiversidade da floresta e das águas da Amazônia. O Sistema Agrícola Tradicional do Rio Negro foi registrado em 2010 pelo Instituto de Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan) como Patrimônio Cultural do Brasil.

 

Foto: Divulgação

A exposição é fruto de um processo de curadoria participativa composta por cinco indígenas representantes da Associação das Comunidades Indígenas do Médio Rio Negro (ACIMRN), com sede em Santa Isabel do Rio Negro. Eles participaram de todas as fases de construção da exposição – conceituação, estruturação, coleta de objetos e montagem.

 

“Aturás Mandiocas Beijus” contou, ainda, com a curadoria da antropóloga Lúcia Hussak van Velthem, do Museu Paraense Emílio Goeldi, e consultoria da etnobotânica Laure Emperaire e das antropólogas Maria Manuela Carneiro da Cunha e Esther Katz. A exposição foi patrocinada pelas empresas Bemol e Fogás, e contou com apoio do CNPq, do Fundo Amazônia/BNDES e da Universidade do Estado do Amazonas – UEA.

 

Foto: Divulgação

Serviço

 

O que: Exposição ‘Aturás Mandiocas Beijus’

Onde: Musa do Largo (Rua Costa Azevedo 27 - Largo São Sebastião, Centro)

Horário: de terça-feira a sábado, de 9h às 18h

Informações (92) 99280-4205

 

     

TAG rio negroexposição rio negromusatorre do musamusa do largo