Publicidade

Saúde

Home > Noticias > null

Sesacre oferece diagnóstico e tratamento para sífilis

Sífilis é uma infecção sexualmente transmissível (IST) causada pela bactéria treponema pallidum, transmitida por meio de relação sexual

Redação

jornalismo@portalamazonia.com


A Secretaria de Estado de Saúde (Sesacre), por meio das Unidades Básicas de Saúde (UBS) oferta diagnóstico de infecções sexualmente transmissíveis (IST). O teste rápido é realizado principalmente em grávidas. O objetivo é evitar a transmissão ao bebê.


“Hoje o Ministério da Saúde disponibiliza a benzetacil para o tratamento. O Estado recebe e realiza a distribuição para os 22 municípios acreanos, com isso garantimos todo o tratamento”, afirma Maria do Carmo Guimarães, gerente da divisão de infecções sexualmente transmissíveis.

 

     
Foto: Reprodução/Shutterstock
 

A cada cinco pessoas infectadas pela doença, quatro são homens de 15 a 29 anos. Isso equivale a 80% do total de casos no Acre. A Organização Mundial de Saúde (OMS) estima que sejam descobertos 6 milhões de novos casos a cada ano no Brasil.

“Nós realizamos um levantamento de 2015 a 2019 em relação a sífilis adquirida, e foram cerca de 1.190 novos casos registrados em todo Acre nesse período”, destaca Guimarães.

A prevenção é feita com o uso de preservativos, que  podem ser adquiridos de forma gratuita em todas as unidades de saúde do Acre.


Sífilis




É uma infecção sexualmente transmissível (IST) causada pela bactéria treponema pallidum, transmitida por meio de relação sexual. A doença ainda pode ser transmitida para a criança durante a gestação ou o parto. Pode se apresentar das mais variadas formas clínicas e é classificada em diferentes estágios: sífilis primária, secundária, latente e terciária.

 

 

     
Saúde

Sesacre oferece diagnóstico e tratamento para sífilis

Sífilis é uma infecção sexualmente transmissível (IST) causada pela bactéria treponema pallidum, transmitida por meio de relação sexual


A Secretaria de Estado de Saúde (Sesacre), por meio das Unidades Básicas de Saúde (UBS) oferta diagnóstico de infecções sexualmente transmissíveis (IST). O teste rápido é realizado principalmente em grávidas. O objetivo é evitar a transmissão ao bebê.


“Hoje o Ministério da Saúde disponibiliza a benzetacil para o tratamento. O Estado recebe e realiza a distribuição para os 22 municípios acreanos, com isso garantimos todo o tratamento”, afirma Maria do Carmo Guimarães, gerente da divisão de infecções sexualmente transmissíveis.

 

     
Foto: Reprodução/Shutterstock
 

A cada cinco pessoas infectadas pela doença, quatro são homens de 15 a 29 anos. Isso equivale a 80% do total de casos no Acre. A Organização Mundial de Saúde (OMS) estima que sejam descobertos 6 milhões de novos casos a cada ano no Brasil.

“Nós realizamos um levantamento de 2015 a 2019 em relação a sífilis adquirida, e foram cerca de 1.190 novos casos registrados em todo Acre nesse período”, destaca Guimarães.

A prevenção é feita com o uso de preservativos, que  podem ser adquiridos de forma gratuita em todas as unidades de saúde do Acre.


Sífilis




É uma infecção sexualmente transmissível (IST) causada pela bactéria treponema pallidum, transmitida por meio de relação sexual. A doença ainda pode ser transmitida para a criança durante a gestação ou o parto. Pode se apresentar das mais variadas formas clínicas e é classificada em diferentes estágios: sífilis primária, secundária, latente e terciária.

 

 

     

TAG acrerio brancosifilisprevencao