Publicidade

Saúde

Home > Noticias > null

Segunda etapa de vacinação contra HPV deve imunizar 5 mil meninas em Boa Vista

A infecção pelo HPV é a principal responsável pelo câncer do colo de útero; a vacina é a principal forma de prevenção

Redação


BOA VISTA - Segue até o dia 30 de outubro a campanha de vacinação contra o Papilomavírus Humano (HPV) na capital roraimense. A meta é imunizar pelo menos 5.430 meninas na faixa etária de 9 a 13 anos. Todas as unidades básicas de saúde disponibilizam da segunda dose da vacina.A segunda etapa da campanha de vacinação contra o HPV teve início no dia 1° de setembro. As meninas que já completaram 14 anos e receberam a primeira dose precisam da segunda para concluir o esquema vacinal, que protege contra o HPV, um dos vírus que causa o câncer do colo do útero."É importante que os pais e responsáveis se conscientizem sobre a importância da vacina, pois é uma forma de prevenir as meninas contra essa doença que vem matando centenas de mulheres em todo o mundo, sendo o Brasil a terceira causa de morte entre a população feminina", destacou Josianne Maia, coordenadora de imunização municipal. 
Saúde

Segunda etapa de vacinação contra HPV deve imunizar 5 mil meninas em Boa Vista

A infecção pelo HPV é a principal responsável pelo câncer do colo de útero; a vacina é a principal forma de prevenção

Redação


BOA VISTA - Segue até o dia 30 de outubro a campanha de vacinação contra o Papilomavírus Humano (HPV) na capital roraimense. A meta é imunizar pelo menos 5.430 meninas na faixa etária de 9 a 13 anos. Todas as unidades básicas de saúde disponibilizam da segunda dose da vacina.A segunda etapa da campanha de vacinação contra o HPV teve início no dia 1° de setembro. As meninas que já completaram 14 anos e receberam a primeira dose precisam da segunda para concluir o esquema vacinal, que protege contra o HPV, um dos vírus que causa o câncer do colo do útero."É importante que os pais e responsáveis se conscientizem sobre a importância da vacina, pois é uma forma de prevenir as meninas contra essa doença que vem matando centenas de mulheres em todo o mundo, sendo o Brasil a terceira causa de morte entre a população feminina", destacou Josianne Maia, coordenadora de imunização municipal. 

TAG