Publicidade

Cidades

Home > Noticias > null

Secretário não resiste à crise no sistema penitenciário do Amazonas e é exonerado

Governo já anunciou o susbstituto de Pedro Florêncio à frente da pasta

Redação

jornalismo@portalamazonia.com


Pedro Florêncio deixou o comando da Secretaria de Administração Penitenciária do Amazonas (Seap-AM) na manhã desta sexta-feira (13). Em seu lugar, assume o tenente-coronel da Polícia Militar, Cleitman Rabelo Coelho. Florêncio sai da secretaria durante a maior crise do sistema penitenciário do Brasil, que teve início com o massacre de 60 presos em Manaus (AM), nos dois primeiros dias de 2017.

Nesta sexta-feira (13), a Seap revisou de 184 para 225 o número de foragidos do Complexo Penitenciário Anísio Jobim (Compaj) e do Instituto Penal Antônio Trindade (Ipat), entre os dias 1º e 2 de janeiro. No último dia 8, outros quatro detentos, transferidos do Compaj para a Cadeia Pública Raimundo Vidal Pessoa, reativada para conter a crise no Amazonas, foram mortos.

Em entrevista à rádio CBN Amazônia Manaus, o tenente-coronel Cleitman disse que o governador José Melo lhe deu "carta branca" para realizar todas as mudanças que julgar necessárias, inclusive romper contrato com a Umanizzare. "Há um contrato em vigência e a área jurídica está avaliando a situação", disse. "Estamos assumindo em um momento delicado, mas temos confiança no apoio e na confiança depositada pelo Governo do Estado", acrescentou. "E temos que dar resposta à população", completou.

O novo secretário também disse que ainda não tem conhecimento sobre a real situação do sistema penitenciário do Amazonas, mas que traçará uma estratégia de resposta após reunião, prevista para a tarde desta sexta-feira (13), com o secretário de segurança pública, Sérgio Fontes.

Pedro Florêncio é agente da Polícia Federal e estava na coordenação da secretaria desde outubro de 2015, quando substituiu o coronel da Polícia Militar Louismar Bonates.

O tenente-coronel Cleitman Rabelo era o comandante do Policiamento Especializado. Formado na academia de Polícia do Ceará, Rabelo tem pós-graduação em gestão e direito de trânsito, especialização em choque, policiamento comunitário e tiro tático. O tenente-coronel também já coordenou os comandos de Policiamento de Área Norte (CPA-Norte) e Leste (CPA-Leste) e foi diretor de trânsito do Manaustrans entre 2009 e 2012 na gestão do prefeito Amazonino Mendes.
Cidades

Secretário não resiste à crise no sistema penitenciário do Amazonas e é exonerado

Governo já anunciou o susbstituto de Pedro Florêncio à frente da pasta


Pedro Florêncio deixou o comando da Secretaria de Administração Penitenciária do Amazonas (Seap-AM) na manhã desta sexta-feira (13). Em seu lugar, assume o tenente-coronel da Polícia Militar, Cleitman Rabelo Coelho. Florêncio sai da secretaria durante a maior crise do sistema penitenciário do Brasil, que teve início com o massacre de 60 presos em Manaus (AM), nos dois primeiros dias de 2017.

Nesta sexta-feira (13), a Seap revisou de 184 para 225 o número de foragidos do Complexo Penitenciário Anísio Jobim (Compaj) e do Instituto Penal Antônio Trindade (Ipat), entre os dias 1º e 2 de janeiro. No último dia 8, outros quatro detentos, transferidos do Compaj para a Cadeia Pública Raimundo Vidal Pessoa, reativada para conter a crise no Amazonas, foram mortos.

Em entrevista à rádio CBN Amazônia Manaus, o tenente-coronel Cleitman disse que o governador José Melo lhe deu "carta branca" para realizar todas as mudanças que julgar necessárias, inclusive romper contrato com a Umanizzare. "Há um contrato em vigência e a área jurídica está avaliando a situação", disse. "Estamos assumindo em um momento delicado, mas temos confiança no apoio e na confiança depositada pelo Governo do Estado", acrescentou. "E temos que dar resposta à população", completou.

O novo secretário também disse que ainda não tem conhecimento sobre a real situação do sistema penitenciário do Amazonas, mas que traçará uma estratégia de resposta após reunião, prevista para a tarde desta sexta-feira (13), com o secretário de segurança pública, Sérgio Fontes.

Pedro Florêncio é agente da Polícia Federal e estava na coordenação da secretaria desde outubro de 2015, quando substituiu o coronel da Polícia Militar Louismar Bonates.

O tenente-coronel Cleitman Rabelo era o comandante do Policiamento Especializado. Formado na academia de Polícia do Ceará, Rabelo tem pós-graduação em gestão e direito de trânsito, especialização em choque, policiamento comunitário e tiro tático. O tenente-coronel também já coordenou os comandos de Policiamento de Área Norte (CPA-Norte) e Leste (CPA-Leste) e foi diretor de trânsito do Manaustrans entre 2009 e 2012 na gestão do prefeito Amazonino Mendes.

TAG