Internacional

Repórteres são sequestrados na fronteira entre Equador e Colômbia

Ministro disse que governo não irá poupar esforços no resgate

Portal Amazônia, com informações da ANSA

jornalismo@portalamazonia.com


Dois jornalistas e um motorista do jornal equatoriano "El Comercio" foram sequestrados nesta terça-feira (27) na fronteira com a Colômbia, informou o ministro do Interior do Equador, Cesar Navas. As informações são da ANSA.  
 
Foto: Divulgação / ANSA
 
A equipe de reportagem desapareceu na cidade litorânea de Esmeraldas, e, de acordo com Navas, é provável que as vítimas tenham sido levadas para o território colombiano em represália ao combate ao narcotráfico das Forças Armadas equatorianas na região.

O ministro ainda confirmou que houve "um contato" entre as autoridades com os sequestradores. No entanto, Navas deu poucos detalhes para não atrapalhar o andamento das investigações.

O ministro também confirmou que os três equatorianos estão bem, e que as forças de segurança do país estão trabalhando para solucionar o caso. Além disso, indicou que o governo do país não irá poupar "nenhum esforço" para "proteger a vida e a integridade" das vítimas.

O presidente do Equador, Lenín Moreno, mandou mensagens de apoio para os familiares do trio. Devido a crescente do narcotráfico, Quito intensificou a presença militar na área. Recentemente, um carro-bomba explodiu na região e deixou cerca de 28 feridos. 

Internacional

Home > Noticias > null

Repórteres são sequestrados na fronteira entre Equador e Colômbia

Ministro disse que governo não irá poupar esforços no resgate

Portal Amazônia, com informações da ANSA

jornalismo@portalamazonia.com


Dois jornalistas e um motorista do jornal equatoriano "El Comercio" foram sequestrados nesta terça-feira (27) na fronteira com a Colômbia, informou o ministro do Interior do Equador, Cesar Navas. As informações são da ANSA.  
 
Foto: Divulgação / ANSA
 
A equipe de reportagem desapareceu na cidade litorânea de Esmeraldas, e, de acordo com Navas, é provável que as vítimas tenham sido levadas para o território colombiano em represália ao combate ao narcotráfico das Forças Armadas equatorianas na região.

O ministro ainda confirmou que houve "um contato" entre as autoridades com os sequestradores. No entanto, Navas deu poucos detalhes para não atrapalhar o andamento das investigações.

O ministro também confirmou que os três equatorianos estão bem, e que as forças de segurança do país estão trabalhando para solucionar o caso. Além disso, indicou que o governo do país não irá poupar "nenhum esforço" para "proteger a vida e a integridade" das vítimas.

O presidente do Equador, Lenín Moreno, mandou mensagens de apoio para os familiares do trio. Devido a crescente do narcotráfico, Quito intensificou a presença militar na área. Recentemente, um carro-bomba explodiu na região e deixou cerca de 28 feridos. 

TAG EquadorColombiajornalistas presossequestro