Publicidade

Meio Ambiente

Home > Noticias > null

Rede de proteção é alternativa de preservação para árvores frutíferas em cidades da Amazônia

Especialista explicou que esse método de proteção é utilizado por agricultores que visam a qualidade dos frutos

Diego Oliveira

jornalismo@portalamazonia.com


As árvores diminuem a poluição sonora, nos resguarda do sol e mantém a umidade do ar, além disso, elas nos fornecem alimentos, flores, sementes, entre outras coisas. Na Amazônia, cada vez mais, cresce o número de queimadas e desmatamento, mas existem aqueles que lutam para preservar o meio ambiental. Em Manaus, por exemplo, alguns moradores estão optando em comprar redes de proteção para colocar abaixo das árvores, protegendo assim, seus frutos, e até mesmo, evitando acidentes. 

 

O autônomo José Carlos é morador do bairro Alvorada, Zona Centro-Oeste de Manaus, e no terreno de sua casa existe uma mangueira que é o xodó da família. Só que durante o período frutífero da árvore, o carro de José era praticamente massacrado pelas frutas que caiam no chão. "As frutas eram pesadas, e tinha época que o carro ficava todo amassado, acho que só não quebrou o vidro. A gente ia vivendo dessa forma, e claro, perdíamos muitas mangas amassadas no chão", ressaltou.






 

 


Um dia, enquanto passava na Avenida Djalma Batista, o autônomo viu um estacionamento equipado com redes de proteção para evitar que os frutos danificassem os veículos. “Derrubar a árvore nunca foi uma opção, e nunca pensei em colocar uma rede para proteger o carro, naquele momento fiquei feliz, sabia que só traria benefícios. Encontrei para vender no Centro da cidade, e agora, quero aumentar o perímetro dela, pois, é uma solução útil que protege a nossa casa, e também, a mangueira”, disse.



 

Método para profissionais

 

O doutor especialista em florística e fitossociologia, Carlos Alberto Cid Ferreira, explicou que esse método de proteção é utilizado por produtores para a coleta segura de frutos e não causa problemas às árvores. “É uma alternativa para preservar os frutos, isso é corriqueiro entre os agricultores, pois, quando um fruto cai direto no solo, ele perde suas características nutricionais, ou seja, quem vai querer comer uma fruta machucada? Ninguém, né?”, explicou. 

 

Na opinião de Cid, as pessoas devem lutar pela preservação das árvores na cidade e destacou a atitude de quem opta pelas redes de proteção, mesmo que o número ainda seja pequeno. “Já vi casos de árvores altas onde os frutos destruíam telhados e os moradores escolheram preservar a espécie com a ajuda de redes, mas apesar de tudo, ainda não é muito comum você vê esse método empregado em lugares que não sejam comerciais”, contou o especialista. 

 

Dica importante 

 

Tem vontade de ter uma árvore em casa, mas não sabe como proceder? O Departamento de Arborização e Paisagismo da Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Sustentabilidade (Semmas) orienta sempre a quem busca muda de  espécies frutíferas para o plantio em residências que busquem conhecer o comportamento das árvores, além de verificar se o local onde estão plantando é adequado, observar o espaçamento, a altura a que chega a árvore, se a queda de frutos irá atingir o telhado, proximidade com rede elétrica, de acordo com as espécies escolhidas. 

 

O órgão conta com o projeto ‘Pedágio Ambiental’, desenvolvido pela Prefeitura de Manaus, por meio da Semmas, que passa essas orientações a quem procura por mudas frutíferas para plantio nos quintais urbanos. O projeto acontece quinzenalmente com doação de mudas à população em determinado local da cidade. 

Meio Ambiente

Rede de proteção é alternativa de preservação para árvores frutíferas em cidades da Amazônia

Especialista explicou que esse método de proteção é utilizado por agricultores que visam a qualidade dos frutos


As árvores diminuem a poluição sonora, nos resguarda do sol e mantém a umidade do ar, além disso, elas nos fornecem alimentos, flores, sementes, entre outras coisas. Na Amazônia, cada vez mais, cresce o número de queimadas e desmatamento, mas existem aqueles que lutam para preservar o meio ambiental. Em Manaus, por exemplo, alguns moradores estão optando em comprar redes de proteção para colocar abaixo das árvores, protegendo assim, seus frutos, e até mesmo, evitando acidentes. 

 

O autônomo José Carlos é morador do bairro Alvorada, Zona Centro-Oeste de Manaus, e no terreno de sua casa existe uma mangueira que é o xodó da família. Só que durante o período frutífero da árvore, o carro de José era praticamente massacrado pelas frutas que caiam no chão. "As frutas eram pesadas, e tinha época que o carro ficava todo amassado, acho que só não quebrou o vidro. A gente ia vivendo dessa forma, e claro, perdíamos muitas mangas amassadas no chão", ressaltou.






 

 


Um dia, enquanto passava na Avenida Djalma Batista, o autônomo viu um estacionamento equipado com redes de proteção para evitar que os frutos danificassem os veículos. “Derrubar a árvore nunca foi uma opção, e nunca pensei em colocar uma rede para proteger o carro, naquele momento fiquei feliz, sabia que só traria benefícios. Encontrei para vender no Centro da cidade, e agora, quero aumentar o perímetro dela, pois, é uma solução útil que protege a nossa casa, e também, a mangueira”, disse.



 

Método para profissionais

 

O doutor especialista em florística e fitossociologia, Carlos Alberto Cid Ferreira, explicou que esse método de proteção é utilizado por produtores para a coleta segura de frutos e não causa problemas às árvores. “É uma alternativa para preservar os frutos, isso é corriqueiro entre os agricultores, pois, quando um fruto cai direto no solo, ele perde suas características nutricionais, ou seja, quem vai querer comer uma fruta machucada? Ninguém, né?”, explicou. 

 

Na opinião de Cid, as pessoas devem lutar pela preservação das árvores na cidade e destacou a atitude de quem opta pelas redes de proteção, mesmo que o número ainda seja pequeno. “Já vi casos de árvores altas onde os frutos destruíam telhados e os moradores escolheram preservar a espécie com a ajuda de redes, mas apesar de tudo, ainda não é muito comum você vê esse método empregado em lugares que não sejam comerciais”, contou o especialista. 

 

Dica importante 

 

Tem vontade de ter uma árvore em casa, mas não sabe como proceder? O Departamento de Arborização e Paisagismo da Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Sustentabilidade (Semmas) orienta sempre a quem busca muda de  espécies frutíferas para o plantio em residências que busquem conhecer o comportamento das árvores, além de verificar se o local onde estão plantando é adequado, observar o espaçamento, a altura a que chega a árvore, se a queda de frutos irá atingir o telhado, proximidade com rede elétrica, de acordo com as espécies escolhidas. 

 

O órgão conta com o projeto ‘Pedágio Ambiental’, desenvolvido pela Prefeitura de Manaus, por meio da Semmas, que passa essas orientações a quem procura por mudas frutíferas para plantio nos quintais urbanos. O projeto acontece quinzenalmente com doação de mudas à população em determinado local da cidade. 


TAG manausamazonasrede de protecaoarvore