Publicidade

Economia

Quase 40 toneladas de produtos regionais chegam a supermercados de Manaus

Programa da ADS intermediou a venda de jerimum, batata doce, abobrinha e mamãe, produzidos no interior do Estado


Nesta semana, foi iniciada a entrega dos produtos regionais comercializados por meio do programa Balcão de Agronegócios, da Agência de Desenvolvimento Sustentável (ADS), em parceria com o Sebrae. A produção tem como destino os supermercados Vitória, DB e Nova Era, em Manaus.

O programa intermediou a venda de 29 toneladas de jerimum, batata doce e abobrinha cultivados em Manaquiri (a 156 quilômetros de Manaus). No município, 26 produtores rurais estão sendo beneficiados com a compra. Eles fazem parte da Associação Nova Esperança, localizada nas comunidades Ilha do Barroso e Costa do Barroso.
 
   
Foto: Divulgação/ADS 
 
A produção de mamão de, aproximadamente, 50 agricultores de Iranduba (a 27 quilômetros da capital, em linha reta) também já tem destino certo. Foram negociadas 10 toneladas da fruta diretamente com a Associação dos Produtores Agrícolas do Ramal do Pupunhal (Aparp).

Segundo o presidente da associação, Rubemar dos Anjos, os produtos plantados tendem a ficar submersos, com a cheia dos rios, e acabam estragando. O programa garante a venda desses produtos e, assim, a safra não é perdida.

Veja também: Chuva aumenta cota dos rios Negro, Solimões e Madeira no início deste ano

O escoamento e a venda da produção da Associação Nova Esperança também são realizados pelo Programa de Regionalização da Merenda Escolar (Preme) e pelo Programa de Aquisição de Alimentos da Agricultura Familiar (PAA), dos quais os produtores locais fazem parte.

Balcão de Agronegócios

Criado em 2016, o programa Balcão de Agronegócios da ADS tem estimulado as negociações entre produtores rurais/extrativistas (produtores individuais, famílias, associações e cooperativas) e os consumidores, sejam eles privados e/ou governamentais.
 
   
Foto: Divulgação/ADS
 
Ao eliminar a figura do atravessador, a iniciativa permite que os grandes supermercados e distribuidores comprem diretamente do produtor rural, garantindo melhor preço ao consumidor e fortalecendo a agricultura familiar no Amazonas.

Em 2018, foram movimentados mais de R$ 5 milhões em produtos regionais oriundos do interior do estado. São mais de cinco mil produtores beneficiados, direta e indiretamente, com o programa.

Amazonês: aprenda 30 gírias e expressões que são a cara de Manaus

Atualmente, o Balcão de Agronegócios da ADS já alcança 19 municípios: Autazes, Beruri, Caapiranga, Careiro da Várzea, Humaitá, Iranduba, Itacoatiara, Japurá, Manacapuru, Manaquiri, Manaus, Manicoré, Nova Olinda, Presidente Figueiredo, Rio Preto da Eva, Tonantins, Anamã, Coari e Careiro Castanho.

Economia

Home > Noticias > null

Quase 40 toneladas de produtos regionais chegam a supermercados de Manaus

Programa da ADS intermediou a venda de jerimum, batata doce, abobrinha e mamãe, produzidos no interior do Estado

Redação

jornalismo@portalamazonia.com


Nesta semana, foi iniciada a entrega dos produtos regionais comercializados por meio do programa Balcão de Agronegócios, da Agência de Desenvolvimento Sustentável (ADS), em parceria com o Sebrae. A produção tem como destino os supermercados Vitória, DB e Nova Era, em Manaus.

O programa intermediou a venda de 29 toneladas de jerimum, batata doce e abobrinha cultivados em Manaquiri (a 156 quilômetros de Manaus). No município, 26 produtores rurais estão sendo beneficiados com a compra. Eles fazem parte da Associação Nova Esperança, localizada nas comunidades Ilha do Barroso e Costa do Barroso.
 
   
Foto: Divulgação/ADS 
 
A produção de mamão de, aproximadamente, 50 agricultores de Iranduba (a 27 quilômetros da capital, em linha reta) também já tem destino certo. Foram negociadas 10 toneladas da fruta diretamente com a Associação dos Produtores Agrícolas do Ramal do Pupunhal (Aparp).

Segundo o presidente da associação, Rubemar dos Anjos, os produtos plantados tendem a ficar submersos, com a cheia dos rios, e acabam estragando. O programa garante a venda desses produtos e, assim, a safra não é perdida.

Veja também: Chuva aumenta cota dos rios Negro, Solimões e Madeira no início deste ano

O escoamento e a venda da produção da Associação Nova Esperança também são realizados pelo Programa de Regionalização da Merenda Escolar (Preme) e pelo Programa de Aquisição de Alimentos da Agricultura Familiar (PAA), dos quais os produtores locais fazem parte.

Balcão de Agronegócios

Criado em 2016, o programa Balcão de Agronegócios da ADS tem estimulado as negociações entre produtores rurais/extrativistas (produtores individuais, famílias, associações e cooperativas) e os consumidores, sejam eles privados e/ou governamentais.
 
   
Foto: Divulgação/ADS
 
Ao eliminar a figura do atravessador, a iniciativa permite que os grandes supermercados e distribuidores comprem diretamente do produtor rural, garantindo melhor preço ao consumidor e fortalecendo a agricultura familiar no Amazonas.

Em 2018, foram movimentados mais de R$ 5 milhões em produtos regionais oriundos do interior do estado. São mais de cinco mil produtores beneficiados, direta e indiretamente, com o programa.

Amazonês: aprenda 30 gírias e expressões que são a cara de Manaus

Atualmente, o Balcão de Agronegócios da ADS já alcança 19 municípios: Autazes, Beruri, Caapiranga, Careiro da Várzea, Humaitá, Iranduba, Itacoatiara, Japurá, Manacapuru, Manaquiri, Manaus, Manicoré, Nova Olinda, Presidente Figueiredo, Rio Preto da Eva, Tonantins, Anamã, Coari e Careiro Castanho.

TAG produtos regionaisvendas