Publicidade

Esportes

Promessa do Amazonas no judô ganha prata no Brasileiro e sonha com Tóquio

Maria Taba é uma das judocas do Amazonas que iniciam ciclo para Tóquio-2020 com o pé direito. Ela disputa seletiva para seleção sub-21 no fim do ano

Gabriel Seixas e Breno Cabral

gabriel.seixas@portalamazonia.com


A nova geração de judocas do Amazonas continua dando o que falar. A mais recente façanha foi no Campeonato Brasileiro Sênior de Judô, no último fim de semana (dias 24 e 25), na Bahia, onde os amazonenses voltaram para casa com cinco medalhas. Uma das promessas é Maria Taba, prata na categoria meio leve (52 quilos).
       
Promessa do judô, Maria Taba exibe conquistas de 2016. Foto: Reprodução/Amazon Sat
 
Taba chegou à final da categoria com três vitórias por ippon, mas perdeu na decisão. Só neste ano, ela também medalhou no Sul-Americano e no Pan-Americano de Judô. "É a minha segunda competição no sênior. Conseguir a prata foi muito bom", disse ao canal Amazon Sat.

Além de Taba, o Amazonas subiu ao pódio com Carolynne Hernandez (ouro), Rita de Cássia (bronze), Rafael Barbosa (bronze) e Adriano Rodrigues (bronze). As duas primeiras, assim como Taba, alimentam a esperança de disputar as Olimpíadas de 2020, em Tóquio.


 
O maior desafio de Taba está agendado para o fim do ano. Ela vai disputar a primeira seletiva da carreira para a seleção brasileira sub-21, algo que pode consolidar ainda mais a sua esperança de progredir no início deste novo ciclo olímpico.

Esportes

Home > Noticias > null

Promessa do Amazonas no judô ganha prata no Brasileiro e sonha com Tóquio

Maria Taba é uma das judocas do Amazonas que iniciam ciclo para Tóquio-2020 com o pé direito. Ela disputa seletiva para seleção sub-21 no fim do ano

Gabriel Seixas e Breno Cabral

gabriel.seixas@portalamazonia.com


A nova geração de judocas do Amazonas continua dando o que falar. A mais recente façanha foi no Campeonato Brasileiro Sênior de Judô, no último fim de semana (dias 24 e 25), na Bahia, onde os amazonenses voltaram para casa com cinco medalhas. Uma das promessas é Maria Taba, prata na categoria meio leve (52 quilos).
       
Promessa do judô, Maria Taba exibe conquistas de 2016. Foto: Reprodução/Amazon Sat
 
Taba chegou à final da categoria com três vitórias por ippon, mas perdeu na decisão. Só neste ano, ela também medalhou no Sul-Americano e no Pan-Americano de Judô. "É a minha segunda competição no sênior. Conseguir a prata foi muito bom", disse ao canal Amazon Sat.

Além de Taba, o Amazonas subiu ao pódio com Carolynne Hernandez (ouro), Rita de Cássia (bronze), Rafael Barbosa (bronze) e Adriano Rodrigues (bronze). As duas primeiras, assim como Taba, alimentam a esperança de disputar as Olimpíadas de 2020, em Tóquio.


 
O maior desafio de Taba está agendado para o fim do ano. Ela vai disputar a primeira seletiva da carreira para a seleção brasileira sub-21, algo que pode consolidar ainda mais a sua esperança de progredir no início deste novo ciclo olímpico.

TAG EsporteJudôAmazonasManaus