Publicidade

Economia

Produção agrícola do Amapá deve crescer mais de 26% em 2017

Entre os destaques da safra deste ano está a soja, cuja produção terá aumento de 28,5% em relação ao ano passado


A produção agrícola amapaense deverá ter um incremento em 2017. De acordo com matéria publicada no G1 Amapá, o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) divulgou, nesta terça-feira (11),  que a estimativa de colheita do estado para 2017 passou de 16,1% em maio para 26,6% em junho. A comparação é feita com o mesmo período do ano passado.

   
Foto:Reprodução/Rede Amazônica
 
Ainda segundo o IBGE, o Amapá deverá produzir, até o fim de 2017, 58,6 mil toneladas de alimentos. A maior parte da produção (54,4 mil toneladas) será de soja, quantidade que representa menos de 0,1% da produção nacional do alimento. De acordo com a Associação de Produtores de Soja do Amapá (Aprosoja) a estimativa é de que o produto movimente mais de R$ 60 milhões na economia do estado somente neste ano.

Além disso, soja é também a commodity com o maior crescimento na produção anual do estado, com crescimento estimado em 28,5% em relação a 2016. Em seguida aparecem feijão (15,8%) e mandioca (12,1%).

Já a produção de laranjas registrou a maior queda na previsão de junho (-3,9%).

Ainda segundo informações do G1, o IBGE apontou ainda um incremento na área total a ser colhida no Amapá, que deverá ser de 23.274 hectares neste ano. Deste total, 18,9 mil são destinados apenas para plantio e colheita de soja.

O Amapá tem a segunda menor produção agrícola do norte do país e a quinta menor do país. A previsão de aumento local está abaixo da nacional, que ficou em 30,1%, com colheita total de 240,3 milhões de toneladas.

Economia

Home > Noticias > null

Produção agrícola do Amapá deve crescer mais de 26% em 2017

Entre os destaques da safra deste ano está a soja, cuja produção terá aumento de 28,5% em relação ao ano passado

Redação

jornalismo@portalamazonia.com


A produção agrícola amapaense deverá ter um incremento em 2017. De acordo com matéria publicada no G1 Amapá, o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) divulgou, nesta terça-feira (11),  que a estimativa de colheita do estado para 2017 passou de 16,1% em maio para 26,6% em junho. A comparação é feita com o mesmo período do ano passado.

   
Foto:Reprodução/Rede Amazônica
 
Ainda segundo o IBGE, o Amapá deverá produzir, até o fim de 2017, 58,6 mil toneladas de alimentos. A maior parte da produção (54,4 mil toneladas) será de soja, quantidade que representa menos de 0,1% da produção nacional do alimento. De acordo com a Associação de Produtores de Soja do Amapá (Aprosoja) a estimativa é de que o produto movimente mais de R$ 60 milhões na economia do estado somente neste ano.

Além disso, soja é também a commodity com o maior crescimento na produção anual do estado, com crescimento estimado em 28,5% em relação a 2016. Em seguida aparecem feijão (15,8%) e mandioca (12,1%).

Já a produção de laranjas registrou a maior queda na previsão de junho (-3,9%).

Ainda segundo informações do G1, o IBGE apontou ainda um incremento na área total a ser colhida no Amapá, que deverá ser de 23.274 hectares neste ano. Deste total, 18,9 mil são destinados apenas para plantio e colheita de soja.

O Amapá tem a segunda menor produção agrícola do norte do país e a quinta menor do país. A previsão de aumento local está abaixo da nacional, que ficou em 30,1%, com colheita total de 240,3 milhões de toneladas.

TAG economiaproducao ruralsojaAmapaIBGEcrescimento