Internacional

Presidente da Venezuela aumenta salário mínimo e distribuirá bônus a 4 milhões de famílias

Esse é o quinto aumento salarial dado por Maduro neste ano


Segundo informações da Agência Brasil, o presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, anunciou na quarta-feira (1), em discurso transmitido pela Rede Nacional de Rádio e Televisão, um aumento de 30% do salário mínimo nacional, e das aposentadorias dos venezuelanos.

O presidente já tinha elevado o salário mínimo outras quatro vezes neste ano, com esse novo reajuste, o valor passa para $ 177.507 bolívares, o que equivale a R$ 53.

Além dos aumentos, Maduro também anunciou um bônus natalino, para 4 milhões de famílias, no valor de 500 mil bolívares, o equivalente a R$ 156, que será pago através da carteira da pátria, que é um cadastro utilizado pelo governo para distribuir comida a preços subsidiados e outros auxílios sociais.

 

Foto: EPA/Miguel Gutierrez/Agência Lusa

 

 Ainda com informações da Agência Brasil, outra medida anunciada por Maduro foi a introdução da cédula de $ 100.000 bolívares, que segundo o presidente servirá para fortalecer a política de proteção, de seguridade sociais dos trabalhadores e das famílias venezuelanas.

Nicolás Maduro está no poder desde 2013, quando seu antecessor Hugo Chávez morreu. Atualmente  a Venezuela vive a inflação mais alta do mundo e o país sofre com a escassez de produtos de necessidade básica, como alimentos, remédios e outros.


Internacional

Presidente da Venezuela aumenta salário mínimo e distribuirá bônus a 4 milhões de famílias

Esse é o quinto aumento salarial dado por Maduro neste ano


Segundo informações da Agência Brasil, o presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, anunciou na quarta-feira (1), em discurso transmitido pela Rede Nacional de Rádio e Televisão, um aumento de 30% do salário mínimo nacional, e das aposentadorias dos venezuelanos.

O presidente já tinha elevado o salário mínimo outras quatro vezes neste ano, com esse novo reajuste, o valor passa para $ 177.507 bolívares, o que equivale a R$ 53.

Além dos aumentos, Maduro também anunciou um bônus natalino, para 4 milhões de famílias, no valor de 500 mil bolívares, o equivalente a R$ 156, que será pago através da carteira da pátria, que é um cadastro utilizado pelo governo para distribuir comida a preços subsidiados e outros auxílios sociais.

 

Foto: EPA/Miguel Gutierrez/Agência Lusa

 

 Ainda com informações da Agência Brasil, outra medida anunciada por Maduro foi a introdução da cédula de $ 100.000 bolívares, que segundo o presidente servirá para fortalecer a política de proteção, de seguridade sociais dos trabalhadores e das famílias venezuelanas.

Nicolás Maduro está no poder desde 2013, quando seu antecessor Hugo Chávez morreu. Atualmente  a Venezuela vive a inflação mais alta do mundo e o país sofre com a escassez de produtos de necessidade básica, como alimentos, remédios e outros.

TAG