Publicidade

Internacional

Home > Noticias > null

Presidente da Venezuela anuncia visita à Coreia do Norte

A visita é considerada uma tentativa de Maduro de promover laços diplomáticos com países que não têm boas relações com os Estados Unidos no que se refere à questão do governo da Venezuela

Portal Amazônia, com informações da Agência Brasil

jornalismo@portalamazonia.com


O presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, informou  que vai visitar em breve a Coreia do Norte com o objetivo de fortalecer os laços bilaterais no setor militar e de cooperação econômica, devendo se encontrar om o líder do país, Kim Jong Un.


Maduro fez o anúncio em um programa de televisão transmitido na quarta-feira (2). Ele elogiou a Coreia do Norte e disse que o país suportou a pressão injusta de superpotências.
Foto:Fabio Rodrigues Pozzebom/Arquivo Agência Brasil

A visita é considerada uma tentativa de Maduro de promover laços diplomáticos com países que não têm boas relações com os Estados Unidos no que se refere à questão do governo da Venezuela. Entre esses países estão a Rússia e a Turquia.


O governo Trump impôs sanções econômicas abrangentes contra o governo de Maduro, em agosto.


O governo de Trump está apoiando o líder oposicionista da Venezuela, Juan Guaidó, que lidera a assembleia nacional e se declarou presidente interino.


Internacional

Presidente da Venezuela anuncia visita à Coreia do Norte

A visita é considerada uma tentativa de Maduro de promover laços diplomáticos com países que não têm boas relações com os Estados Unidos no que se refere à questão do governo da Venezuela

Portal Amazônia, com informações da Agência Brasil

jornalismo@portalamazonia.com


O presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, informou  que vai visitar em breve a Coreia do Norte com o objetivo de fortalecer os laços bilaterais no setor militar e de cooperação econômica, devendo se encontrar om o líder do país, Kim Jong Un.


Maduro fez o anúncio em um programa de televisão transmitido na quarta-feira (2). Ele elogiou a Coreia do Norte e disse que o país suportou a pressão injusta de superpotências.
Foto:Fabio Rodrigues Pozzebom/Arquivo Agência Brasil

A visita é considerada uma tentativa de Maduro de promover laços diplomáticos com países que não têm boas relações com os Estados Unidos no que se refere à questão do governo da Venezuela. Entre esses países estão a Rússia e a Turquia.


O governo Trump impôs sanções econômicas abrangentes contra o governo de Maduro, em agosto.


O governo de Trump está apoiando o líder oposicionista da Venezuela, Juan Guaidó, que lidera a assembleia nacional e se declarou presidente interino.



TAG venezuelanicolas maduro