Saúde

Popó anuncia luta de despedida em Belém

Popó estreou como profissional em 1995. Possui 42 lutas no currículo, sendo 40 vitórias (34 por nocaute e seis por pontos) e duas derrotas

Portal Amazônia, com informações da Agência Pará

jornalismo@portalamazonia.com


Faltando uma semana para completar 42 anos, Acelino 'Popó' Freitas, um dos ícones do boxe mundial, escolheu Belém para sediar a luta que marca sua despedida dos ringues. Nesta quinta-feira (14), o pugilista e a secretária de Estado de Esporte e Lazer, Renilce Nicodemos, concedem entrevista coletiva para falar sobre o evento, que terá como palco a Arena Guilherme Paraense (Mangueirinho), onde darão detalhes sobre a data, o adversário, a programação e os treinos preparativos de Popó.

 

 

Foto: Anderson Silva/Agência Pará

 


Popó estreou como profissional em 1995. Possui 42 lutas no currículo, sendo 40 vitórias (34 por nocaute e seis por pontos) e duas derrotas. Em 2012, tentou se despedir do boxe contra o brasileiro Michael Oliveira, vencendo o oponente por nocaute técnico, no Uruguai. Mas em 2015 voltou a lutar. Na cidade de Santos, venceu o argentino Mateo “El Chino” Verón por nocaute no terceiro round.

O soteropolitano Acelino Freitas ganhou o apelido “Popó” de sua mãe, devido ao barulho que fazia quando mamava. Quinto dos seis filhos de Niljalma Ferreira Jones, o Babinha, e Zuleica Freitas, Popó ingressou no boxe por incentivo do irmão Luís Cláudio, aos 14 anos.

Foi campeão baiano (14 anos), campeão Norte-Nordeste (15 anos) e campeão brasileiro (17 anos). Em 1995, foi prata nos Jogos Pan-Americanos, em Mar Del Plata. No profissional, tem quatro títulos mundiais.


Saúde

Popó anuncia luta de despedida em Belém

Popó estreou como profissional em 1995. Possui 42 lutas no currículo, sendo 40 vitórias (34 por nocaute e seis por pontos) e duas derrotas

Portal Amazônia, com informações da Agência Pará

jornalismo@portalamazonia.com


Faltando uma semana para completar 42 anos, Acelino 'Popó' Freitas, um dos ícones do boxe mundial, escolheu Belém para sediar a luta que marca sua despedida dos ringues. Nesta quinta-feira (14), o pugilista e a secretária de Estado de Esporte e Lazer, Renilce Nicodemos, concedem entrevista coletiva para falar sobre o evento, que terá como palco a Arena Guilherme Paraense (Mangueirinho), onde darão detalhes sobre a data, o adversário, a programação e os treinos preparativos de Popó.

 

 

Foto: Anderson Silva/Agência Pará

 


Popó estreou como profissional em 1995. Possui 42 lutas no currículo, sendo 40 vitórias (34 por nocaute e seis por pontos) e duas derrotas. Em 2012, tentou se despedir do boxe contra o brasileiro Michael Oliveira, vencendo o oponente por nocaute técnico, no Uruguai. Mas em 2015 voltou a lutar. Na cidade de Santos, venceu o argentino Mateo “El Chino” Verón por nocaute no terceiro round.

O soteropolitano Acelino Freitas ganhou o apelido “Popó” de sua mãe, devido ao barulho que fazia quando mamava. Quinto dos seis filhos de Niljalma Ferreira Jones, o Babinha, e Zuleica Freitas, Popó ingressou no boxe por incentivo do irmão Luís Cláudio, aos 14 anos.

Foi campeão baiano (14 anos), campeão Norte-Nordeste (15 anos) e campeão brasileiro (17 anos). Em 1995, foi prata nos Jogos Pan-Americanos, em Mar Del Plata. No profissional, tem quatro títulos mundiais.

TAG BelemParaultima lutaAcelino FreitasPopo